Governo gastou 34 mil euros para publicitar programa IVAucher

O Governo desembolsou quase 34 mil euros para publicitar o IVAucher, programa para incentivar o consumo junto de três dos setores mais afetados pela pandemia: alojamento, restauração e cultura.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Segundo o Jornal de Negócios, o Governo celebrou dois contratos de aquisição de serviços para a criação da imagem do programa IVAucher e para o aluguer de equipamentos, estruturas e decoração para um evento.

Estas informações constam de dois contratos públicos, fechados por ajuste direto e publicados recentemente no portal Base, que mostram que, no total, o Executivo pagou cerca de 34 mil euros.

O primeiro, com data de 15 de junho, foi celebrado com a Ger Imotion, a quem o Estado adquiriu, por 18 mil euros (mais IVA), “serviços de criação de uma imagem que seja a ‘cara’ do programa IVAucher, associada a um slogan, bem como a contratação da elaboração de um curto vídeo de animação explicativo do programa e das suas vantagens”, cita o Negócios.

O segundo, que data de 2 de agosto, foi celebrado com a Audiomeios, por quase 16 mil euros (mais IVA), e diz respeito à aquisição de “serviços de locação de equipamentos e estruturas”.

O programa IVAucher arrancou no início de junho e, nesta primeira fase, que irá durar até 31 de agosto, os consumidores poderão acumular o IVA gasto nos setores de alojamento, restauração e cultura.

Os consumidores podem acumular o valor correspondente à totalidade (100%) do IVA suportado em gastos nestes setores durante um trimestre e descontá-lo no trimestre seguinte, ou seja, a partir de outubro, em consumos nesses mesmos setores (com descontos máximos de 50% por compra).

Na semana passada, ficou a saber-se que o programa iria ser alargado às lojas de discos e editoras de livros.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.