Google responde a acusação da Comissão Europeia

B!T

-

Antecipando a receção de uma carta da Comissão Europeia em que são discriminadas todas as infrações da Google, a empresa norte-americana decidiu escrever uma declaração onde defende a sua posição. A tecnológica discorda fortemente das acusações de que é alvo mas não revela que ações irá tomar.

A partir do momento em que a carta de objeções chegue às mãos da Google, a empresa terá dez semanas para responder e ainda a possibilidade de pedir uma audiência para julgar o assunto. No entanto, talvez como medida de contenção devido a todas as histórias e opiniões que surgem nos meios de comunicação social, a Google emitiu um comunicado onde explica o seu lado da questão.

Tendo em conta que o principal pilar da queixa formal da Comissão Europeia parte da crença de que o mercado tem sido fortemente afetado devido a políticas desfavoráveis à concorrência por parte da Google, a tecnológica pega precisamente nesse ponto para construir a sua defesa.

De acordo com Amit Singhal, senior vice presidente da Google Search, numa declaração, “enquanto o Google pode ser o motor de busca mais utilizado, as pessoas podem, agora, encontrar e aceder a informações através de numerosas formas diferentes”.

Margrethe Vestager, a comissária europeia que tem dado a cara por esta queixa, acusa a empresa norte-americana de incluir nos resultados das pesquisas indicações para as próprias aplicações, ferramentas ou serviços de venda do Google e que essa estratégia cai no âmbito da concorrência desleal.

Contudo, Singhal lembra algumas das principais empresas do setor, muitas delas fazendo parte do grupo de queixosos, e revela que todas têm apresentado um crescimento significativo nos seus resultados financeiros e nos números de tráfego e visitas.

Nesta declaração, o executivo afirma que a Yelp apresentou um crescimento de 350 por cento, nos últimos quatro anos, tornando-se num dos casos mais flagrantes. Mas também a Expedia viu as suas receitas crescerem 67 por cento.

Quanto ao TripAdvisor, Singhal refere que a própria empresa tem se auto-proclamado como a maior marca de viagens na Internet e que quase duplicou a receita nos últimos quatro anos.

Posto isto, a Google afirma que é evidente que o mercado é competitivo e que nenhuma empresa terá sido lesada por nenhuma política da empresa de Mountain View. É por isso que “discordam respeitosamente mas fortemente da necessidade de emitir uma Declaração de Objeções“.

Ainda assim, Amit Singhal não deixa claro quais os próximos passos da Google e se optará por um acordo ou por levar o caso a tribunal.

Filipa Almeida, B!T

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Classe pura". Ingleses rendidos a Bruno Fernandes

O Manchester United goleou esta quinta-feira o Club Brugge (5-0), conseguindo o apuramento para os "oitavos" da Liga Europa, numa partida em que o recém-chegado Bruno Fernandes esteve em destaque. O médio português ex-Sporting conseguiu …

Governador do Rio de Janeiro defende destituição de Bolsonaro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, defendeu na quinta-feira a destituição do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, após este ter partilhado vídeos, na plataforma de mensagens WhatsApp, com a convocação de uma manifestação contra …

Pelo menos 33 soldados turcos mortos em bombardeamento na Síria

Um ataque do exército sírio na província de Idlib, na Síria, causou esta quinta-feira a morte de pelo menos 33 militares turcos. Os números, inicialmente avançados pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), dava conta de …

Razia na Liga Europa com direito a lenços brancos. Todas as equipas portuguesas foram eliminadas

Benfica, FC Porto, SC Braga e Sporting foram eliminados nos 16 avos de final da Liga Europa. Portugal passou assim de ser o clube com mais representantes nesta prova europeia a um dos poucos sem …

Este animal marinho produz óvulos e espermatozóides ilimitados ao longo da sua vida

Um minúsculo animal marinho, chamado Hydractinia, foi analisado ao pormenor por uma equipa de investigadores que descobriu aquela que pode ser considerada uma habilidade muito rara desta criatura. Hydractynia consegue produzir ilimitadamente células germinativas, que são …

Há um segundo português internado no Japão por suspeitas de coronavírus

Um segundo português está hospitalizado no Japão “por indícios relacionados” com o Covid-19, também tripulante do navio de cruzeiros Diamond Princess,. “Dois dos tripulantes portugueses do Diamond Princess tiveram de ser hospitalizados, no Japão, por indícios …

Há um planeta gigante incrivelmente perto da Terra

Há um planeta gigante, com dimensões próximas das de Neptuno, a 90 anos-luz da Terra. É dos exoplanetas mais próximos do nosso planeta. Detetado pela primeira vez pelo "caçador" de planetas Kepler (NASA), a existência deste …

A primeira forma vida alienígena que encontrarmos será (muito provavelmente) inteligente

A primeira forma de vida alienígena que vier a ser encontrada pelo Homem será, muito provavelmente, inteligente, de acordo com um especialista do Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI). A procura de vida para lá da …

Hackers podem "roubar" satélites e fazê-los colidir, alerta cientista

Um especialista da Universidade de Denver, nos Estados Unidos, alertou recentemente que eventuais vulnerabilidades em satélites artificiais em órbita podem vir a ser exploradas por piratas informáticos (hackers). Mais de 50 anos depois do lançamento do …

Benfica 3-3 Shakhtar D. | "Águia" permeável diz adeus à Europa

Todos eliminados. Os quatro clubes portugueses caíram todos nos 16 avos-de-final da Liga Europa, o último dos quais o Benfica. Após a derrota por 2-1 na Ucrânia, frente ao Shakhtar, os “encarnados” receberam os comandados de …