Google cancela smartphone modular ARA

Depois dos adiamentos e promessas de que chegaria ao mercado no próximo ano, a Google parece ter mudado de opinião e suspendeu o projecto por tempo indeterminado.

O Project Ara nasceu em 2014, a partir de uma ideia “maluca” do designer holandês Dave Hakkens de criar o Phonebloks, um smartphone modular onde os utilizadores pudessem trocar componentes a qualquer momento, como se fossem peças LEGO.

A ideia parecia demasiado futurista para ser concretizada, mas o projecto ganhou credibilidade quando a Google pegou nele, e optou por mantê-lo mesmo após ter vendido a Motorola à Lenovo.

Mas os adiamentos sucessivos iam demonstrando que as dificuldades em tornar a ideia realidade eram muitas.

Agora, segundo revela a Reuters, parece ter-se acabado a paciência da Google, que terá colocado finalmente um ponto final no projecto Ara.

A esperança que resta é que parte da tecnologia desenvolvida possa vir a ser licenciada a outros fabricantes que estejam interessados no conceito.

A LG, por exemplo, também apostou num conceito modular no seu G5, embora não chegando ao ponto da versatilidade modular que o Ara pretendia ter.

Mesmo que não se tenha a total liberdade para trocar quaisquer componentes a qualquer momento, como o Ara pretendia ter, a possibilidade de trocar algo como uma câmara, ou bateria, é uma ideia que merece vir a ser reconsiderada.

Não se pode criticar o Ara por ser (mais) um projecto falhado da Google – é preciso não esquecer que nem todos foram, nem podem todos, ser projectos de sucesso.

O que poderá ser criticável é o facto de a empresa ter demorado tanto tempo a descobrir que o projecto não seria viável, deitando por terra todas as expectativas que tinham sido criadas – e mantidas.

ZAP / Aberto até de Madrugada

PARTILHAR

RESPONDER

"Entretenimento saudável". Santa Casa desvaloriza estudo sobre raspadinhas

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desvalorizou a investigação da Universidade do Minho que aponta para o vício das raspadinhas. Esta sexta-feira, um artigo científico publicado na The Lancet alertou para …

"Diga-lhe para ligar ao FBI". Autocarro com a cara do príncipe André circula em Londres

Um autocarro escolar, com a cara do príncipe André, andou a circular por Londres, esta sexta-feira, numa campanha da advogada Gloria Allred para pressionar o filho da Rainha a falar com o FBI. Esta sexta-feira, um autocarro …

Suspeito de terrorismo ouvido em tribunal (com o juiz a recusar ver os seus vídeos por não ter Internet)

O arguido Rómulo Costa, um dos oito portugueses acusados por financiamento ao terrorismo e recrutamento, adesão e apoio ao Estado Islâmico, foi interrogado, esta sexta-feira, na fase de instrução do processo que vai decorrer no …

FC Porto recorre do castigo de um jogo à porta fechada

O FC Porto vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada, aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ofensa a um agente desportivo. "O FC Porto vai recorrer …

Moita Flores investigado por corrupção. Antigo PJ fala em "coincidência" com empréstimo aos filhos

Francisco Moita Flores, antigo inspector da Polícia Judiciária e ex-presidente da Câmara de Santarém, está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Há transferências de dinheiro de uma construtora para empresas a que esteve ligado …

SOS Animal vai constituir-se assistente no processo contra João Moura

A SOS Animal anunciou, esta sexta-feira, que se vai constituir assistente no processo criminal contra o cavaleiro tauromáquico detido, na quarta-feira, por suspeitas de maus-tratos a cães em Monforte, no distrito de Portalegre. Em comunicado, a SOS …

SMS de Rangel revelam teia de corrupção na Relação de Lisboa. Juiz Vaz das Neves tem empresa contra a lei

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Luís Vaz das Neves, que foi constituído arguido na Operação Lex, tem uma empresa que se dedica à arbitragem extrajudicial de conflitos, o que constitui uma violação …

Presidente da PwC esteve em Lisboa para controlar danos do Luanda Leaks

O presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC) esteve em Lisboa, há duas semanas, para controlar os danos provocados pelo caso Luanda Leaks. Bob Moritz, presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC), esteve em Lisboa, há duas semanas, para perceber até …

CM Lisboa vai negociar avenças em parques para moradores da envolvente da Baixa

O presidente da Câmara de Lisboa afirmou, esta sexta-feira, que a autarquia irá tentar acordar com os operadores dos parques de estacionamento da envolvente da Zona de Emissões Reduzidas da Baixa-Chiado a criação de "avenças …

Caso Marega. PGR tinha brigada anti-racismo no jogo de Guimarães

A equipa do Ministério Público estava de serviço, no jogo entre V. Guimarães e FC Porto, quando o jogador maliano decidiu abandonar o campo na sequência de cânticos racistas. De acordo com o semanário Expresso, a …