Golfinhos em risco de extinção nas águas portuguesas

Nos primeiros seis meses de 2018, morreram 27 golfinhos na costa portuguesa. Segundo os investigadores, este número é muito superior ao registado em anos anteriores, podendo mesmo levar à extinção da espécie em Portugal.

“A presença destes golfinhos em águas nacionais pode desaparecer por completo em menos que 20 anos”, alertou esta quinta-feira uma equipa de biólogos da Universidade de Aveiro e da Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem.

Dos 27 golfinhos mortos registados na costa, entre janeiro e junho de 2018 – conhecidos por botos no norte do país-, 25 foram encontrados entre o Minho e a Nazaré.

Destes, a grande maioria foi encontrada entre o Porto e a Nazaré e, segundo a equipa de biólogos, “as marcas que alguns cadáveres apresentam, como barbatana caudal amputada ou marcas lineares no corpo, indicam que os animais foram apanhados acidentalmente por redes de pesca”.

“Este valor já ultrapassa em muito os valores registados para o primeiro semestre dos anos anteriores”, aponta Catarina Eira, bióloga do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar da Universidade de Aveiro.

Coordenadora de um projeto dedicado à conservação de espécies marinhas portuguesas como o boto e o roaz, que é cofinanciado por fundos europeus, o LIFE marpro (2011-2017), Catarina Eira aponta a zona entre o Porto e a Nazaré, onde um terço dos botos está concentrado, como “a mais preocupante” para a conservação da espécie.

“A zona entre o Porto e a Nazaré concentra uma atividade de pesca bastante intensa. Apesar dos esforços desenvolvidos pelos pescadores para evitarem as capturas acidentais, a arte xávega acaba por ser responsável por uma parte da mortalidade”, refere.

Outro fator é a quantidade considerável de pesca ilegal na zona, normalmente realizada por pequenas embarcações muito perto da costa que, “além de prejudicar os pescadores que desenvolvem a sua atividade de acordo com a lei, por ser muito costeira, também ocasiona alguma mortalidade de boto”.

Catarina Eira considera crucial que se aprove a classificação como Sítio de Importância Comunitária – uma figura de proteção ambiental da Rede Natura 2000 – da zona marinha entre a Praia da Maceda, em Ovar, e a Praia da Vieira, em Leiria, pela abundância de botos que alberga.

Graças à consciencialização e colaboração dos pescadores, a equipa do projeto LIFE marpro conseguiu testar diferentes artes de pesca e materiais de redes, para perceber o que poderia diminuir o número de capturas acidentais.

Foi assim que descobriram que uma das soluções mais eficazes é o uso de “pingers”, pequenos aparelhos eletrónicos que se fixam às redes de pesca e que emitem um som que avisa os cetáceos sobre a presença da rede, embora seja ainda uma tecnologia cara.

“Com a aprovação do Sítio de Importância Comunitária poderia ser posto em prática o Plano de Gestão também proposto para estas áreas, o qual inclui várias medidas que podem prevenir a extinção do boto em Portugal como o alargamento do uso de ‘pingers’ a todas as redes de xávega, o combate à pesca ilegal ou o ensaio de novas medidas de mitigação de capturas em redes de cerco e fundeadas”, conclui.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …