Em goleada histórica, seleção de sub-21 vence Liechtenstein por 11-0

José Coelho / Lusa

A seleção portuguesa de sub-21 de futebol derrotou esta quinta-feira, em Vizela, a congénere do Liechtenstein por 11-0, a sua maior goleada de sempre, resultado que coloca a equipa lusa no segundo lugar do grupo D de apuramento para o Euro2023.

Logo nos primeiros 45 minutos, a equipa de Rui Jorge já tinha igualado o recorde anterior de 9-0, aplicado no reduto do mesmo adversário, em 11 de outubro de 2018,  e avolumou a vantagem rumo à inédita marca de dois dígitos na segunda parte.

Depois de um jogo em que sobressaíram as prestações de Gonçalo Ramos – quatro golos -, de Fábio Silva – dois golos e duas assistências – e de Nuno Tavares – um golo e uma assistência -, os sub-21 lusos passaram a somar seis pontos em dois jogos e ascenderam à segunda posição do grupo D, a um do líder Chipre, que já leva três jogos.

Os 15 primeiros minutos bastaram para Portugal ‘resolver’ um jogo sem qualquer lampejo de equilíbrio: instalada desde o apito inicial no meio-campo adversário, a equipa das ‘quinas’ marcou quatro golos, abrindo a contagem ao minuto quatro, por Nuno Tavares, num remate forte e cruzado, após passe de Fábio Silva.

André Almeida aproveitou uma ‘sobra’ na área do Liechtenstein para bater o guarda-redes Foser ao minuto 8, com um ‘disparo’ forte e colocado, antes de Fábio Silva assistir Gonçalo Ramos para o 3-0, num encosto sem oposição, ao minuto 12, e de dar contornos de goleada ao ‘marcador’ com um ‘chapéu’, aos 13.

Perante um oponente sem qualquer resposta para a circulação de bola curta, rápida e ‘adornada’ de pormenores técnicos dos seus jogadores, a equipa portuguesa elevou o resultado para proporções pouco habituais no futebol na última meia hora, com Gonçalo Ramos a assumir-se como protagonista.

O avançado do Benfica, de 20 anos, ‘bisou’ aos 19, num cabeceamento direcionado ao ângulo superior esquerdo, em que o guardião do Liechtenstein parece mal batido, fez o seu terceiro golo num lance em que acertou na trave antes da recarga certeira, aos 25, e ‘carimbou’ o póquer num remate acrobático, que Foser foi incapaz de travar, apesar do toque com a luva, aos 39.

Até ao intervalo, também houve tempo para Fábio Vieira colocar o seu nome na lista dos marcadores, na conversão de um penálti a sancionar mão de Jonas Hilti, aos 37 minutos, e para o avançado do Wolverhampton ‘bisar’ de cabeça, aos 44.

Depois de uma primeira metade desnivelada, refletindo-se nos 25 remates de Portugal contra um único do Liechtenstein, a segunda parte também se desenrolou junto à baliza da seleção alpina, mas com intervalos mais longos entre situações de perigo.

Após quatro substituições ao intervalo, Portugal manteve o pendor ofensivo, mas sem a fluidez que praticamente ‘rompia’ a defesa do Liechtenstein minuto após minuto.

Com a partida já resolvida, a seleção de Rui Jorge encontrou solução para selar o melhor resultado da sua história, num cabeceamento certeiro de Tiago Tomás, aos 63 minutos, e num remate de Francisco Conceição que ainda bateu no poste, antes de fechar a contagem, aos 76.

Os golos: Nuno Tavares (4’), André Almeida (8’), Gonçalo Ramos (12’, 19’, 24’ e 39’), Fábio Silva (13’ e 44’), Fábio Vieira (36 pen.), Tiago Tomás (62’) e Francisco Conceição (76’)

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Falta de classe… para quê 11 – 0 ?
    Após 3 ou 4 – 0 desaceleravam e deixavam o jogo correr até ao fim..
    Coitados dos jogadores adversários.

RESPONDER

Costa está muito empenhado num acordo pelo OE, mas não "a qualquer preço"

O primeiro-ministro disse, esta sexta-feira, que o Governo vai fazer tudo ao seu alcance para chegar a um acordo sobre o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), mas advertiu que "um acordo não se obtém …

Evergrande escapa por um triz ao default e garante o pagamento de juros de 71.7 milhões de euros

A gigante imobiliária chinesa conseguiu cumprir com o pagamento dos juros no limiar do fim da extensão do prazo. No entanto, persistem os receios sobre a possibilidade da crise na China contagiar a economia mundial. A …

Pessoas a andar na rua em Viena, Áustria

Em caso de apagão geral, Áustria é o primeiro país europeu a ter um Plano B(lackout)

E se houvesse um apagão que afetasse todo o continente europeu? O cenário é o argumento que o Ministério da Defesa austríaco tem usado para enviar um aviso à população desde o início deste mês. A …

Só um terço das empresas em Portugal têm gestores com um curso superior

O estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos refere que este valor é negativo para o país já que a formação superior dos gestores está associada à produtividade e há maior probabilidade da empresa começar …

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN

PAN já enviou memorando de entendimento ao Governo

O partido Pessoas–Animais–Natureza enviou ao Governo, esta sexta-feira, o memorando de entendimento com cerca de 60 propostas, no âmbito do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual …

Alterações ao Orçamento de 2021 custaram, afinal, muito mais do que o estimado pelo Governo

Apenas duas das 291 medidas adicionadas representaram um impacto anual de 88 milhões de euros, com o Governo a calcular, durante a especialidade, que a totalidade custaria 3,2 milhões de euros. As alterações feitas ao Orçamento …

Entre a pandemia e os preços da energia, Marcelo alerta que chumbo do OE criaria "mais um problema"

O Presidente da República reiterou, esta sexta-feira, que deseja evitar uma crise política criada por um eventual chumbo do Orçamento de Estado, porque "só juntaria um problema" à pandemia e à subida dos preços dos …

França dá a partir de dezembro "cheque-combustível" de 100 euros

França vai dar a partir de dezembro um “cheque-combustível” único de 100 euros a cerca de 36 milhões de condutores que ganham menos de 2.000 euros por mês devido à escalada dos preços do gasóleo …

Parlamento aprova extinção do SEF

A extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi aprovada na Assembleia da República, esta sexta-feira, com os votos a favor do PS, BE e da deputada não-inscrita Joacine Katar Moreira. O texto final apresentado …