Geringonça festeja 6 meses de governo (mesmo contra o “irritante realista” Passos)

Paulo Vaz Henriques / Portugal.gov.pt

Primeiro-Ministro António Costa e Ministros Adjunto, Eduardo Cabrita, e do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques

O primeiro-Ministro António Costa e os ministros Adjunto, Eduardo Cabrita (esq), e do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques (dir)

O governo celebra esta quinta-feira seis meses de vida. Num dos feriados repostos pelo novo Executivo, António Costa e seus pares querem mostrar que a “geringonça” está para durar, mesmo contra as críticas de um Passos Coelho “irritante realista”.

Na mesma sala do Palácio da Ajuda, em Lisboa, onde a 26 de novembro de 2015 os membros do XXI Governo Constitucional tomaram posse, reuniu-se esta quinta-feira o Conselho de Ministros extraordinário marcado especialmente para assinalar os primeiros seis meses do executivo socialista, com apoio da maioria parlamentar de esquerda.

O Conselho de Ministros começou hoje cerca de 20 minutos depois da hora prevista, devido ao atraso do avião que trazia o primeiro-ministro de Veneza, e sem três dos 17 ministros.

António Costa marcou estes primeiros seis meses do seu governo com uma foto de família e um discurso na mesma sala onde tomou posse, no Palácio da Ajuda, em Lisboa. Uma cerimónia que serve para mostrar ao país que a “geringonça” está aí para funcionar e durar.

A foto de família foi tirada antes do início da reunião informal, onde os elementos masculinos do Governo se apresentaram sem gravata e António Costa de calças de ganga e camisola.

Numa mensagem da rede social Instagram, António Costa afirmou que os seis meses de Governo foram de cumprimento do compromisso com os cidadãos, com a maioria parlamentar e com a União Europeia, num caminho que “nem sempre foi fácil”.

“Têm sido 6 meses a cumprir o nosso compromisso com os cidadãos, com a maioria parlamentar, com a União Europeia”, diz uma mensagem de António Costa publicada na rede social Instagram, que surge acompanhada de um ‘slideshow’, com várias fotos do meio ano de Governo.

“Nem sempre foi fácil, mas já sabíamos que não seria. A cada dificuldade, capacidade de a vencer”, assume o chefe de Estado na mesma mensagem.

O “irritante realista” Passos

Ao cabo de seis meses do governo que afastou a coligação PSD/CDS-PP do poder, graças à aliança parlamentar da esquerda que “segura” Costa no poder, os partidos da direita só têm críticas às políticas e à estratégia do executivo.

“Estes seis meses foram um tempo de deterioração das condições democráticas da nossa vida política”, considera Passos Coelho. O líder do PSD fala no “tacticismo” e na “manipulação intelectual” do governo de Costa, considerando que está “a ir longe demais” e “a deixar sequelas”.

Para Passos, é evidente que o objectivo de crescimento económico estimado pelo Governo está “objectivamente comprometido”. “Sou conhecido por ser talvez um irritante realista, gosto muito de olhar para a realidade e para ver o que ela nos mostra”, refere, vaticinando que o cenário está longe do que Costa promete.

Quanto à duração do actual Executivo sustentado pela esquerda, Passos recusa fazer previsões, sublinhando que “durará o tempo que as condições do país permitirem e que os partidos que suportam o Governo decidirem”.

“Não é ao PSD que será imputada responsabilidade por existir uma crise política”, afirmou o presidente social-democrata, durante uma conferência de imprensa realizada na sede do partido.

Cristas fala em “governo desnorteado”

No CDS-PP, Assunção Cristas fala em “desilusão, descrédito e desnorte” depois dos seis meses do governo das “esquerdas unidas”, considerando que esta governação está a conduzir o país para o “desemprego, o défice e a dívida”.

“Portugal tem hoje um primeiro-ministro cheio de si mesmo, que quer fazer crer que as vacas voam, e um governo desnorteado”, conclui a líder dos populares.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pensei que a noticia fosse mesmo os motivos de festejo da “geringonça”…
    Afinal o ZAP queria-nos obrigar a ler as criticas e os maus agouros da oposição…
    Estratagemas do jornalismo…

  2. Horrível, que jornalismo este? o Jornalista, não consegue esconder a sua posição politica, como ainda faz pior, manipulação da noticia. Assim não, das poucas vezes que entro aqui, encontro logo o pior do jornalismo.

RESPONDER

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …