George Clooney e Elton John apelam a boicote aos hotéis de luxo de Brunei em defesa dos direitos dos homossexuais

Michael Vlasaty / Flickr

O ator americano George Clooney e o cantor britânico Elton John estão unidos numa nova causa: travar as leis homofóbicas que o pequeno e rico sultanato do sudeste asiático quer aprovar na próxima semana.

O Governo do Brunei, chefiado pelo sultão e primeiro-ministro Muda Hassanal Bolkiah desde 1968, pretende punir com a pena de morte por apedrejamento ou por chicotadas quem praticar sexo homossexual ou adultério.

Em reação, Clooney apelou ao boicote aos hotéis de luxo que o monarca, classificado como um dos homens mais ricos do mundo, detém pelo mundo. Fê-lo numa coluna publicada no website Deadline Hollywood.

“O próximo dia 3 de abril terá o seu lugar na história. Neste dia, a nação do Brunei vai começar a apedrejar e chicotear até à morte qualquer cidadão que seja gay”, escreveu o ator, criticando o que descreve como “retrocesso para o autoritarismo”.

Conhecido pelo seu ativismo, o ator sublinhou: “Cada vez que nos hospedamos, reunimos ou jantamos num destes hotéis, estamos a colocar dinheiro diretamente no bolso de homens que escolhem apedrejar ou chicotear os seus próprios cidadãos até à morte por serem homossexuais ou por serem acusados de adultério. Será que vamos pagar pelas violações dos direitos humanos”?

Juntando-se a Clooney, o cantor britânico de 72 anos, felicitou-o no Twitter por “tomar uma posição contra a discriminação gay levada a cabo no Brunei, um local onde os gays são brutalizados”, e apelou igualmente ao boicote dos hotéis do sultão. Entre estes listou nove, incluindo o London’s Dorchester, o Hotel Bel-Air e o Beverly Hills Hotel em Los Angeles.

A Amnistia Internacional também já criticou a lei anunciada pelo Brunei. Desde 2014 que o pequeno e rico sultanato proíbe a homossexualidade e outras figuras públicas já tinham antes apelado ao boicote aos seus investimentos, entre elas, o bilionário Richard Branson e a apresentadora de televisão Ellen DeGeneres.

A ONU classificou esta segunda-feira como cruel e desumana a nova legislação que instaura a pena de morte para a homossexualidade ou adultério no Brunei. “Apelo ao governo para que não deixe entrar em vigor o novo código penal draconiano que, se for aplicado, representará um sério recuo da proteção dos direitos humanos”, apelou a Alta Comissária dos Direitos Humanos, Michele Bachelet, em comunicado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …

Novo estudo diz que Remdesivir não tem "impacto significativo" nos doentes com covid-19

Ao contrário do que se pensava, o medicamento antiviral remdesivir não reduz as mortes entre os pacientes com covid-19, sobretudo quando comparado com o tratamento padrão, de acordo com os resultados de um estudo internacional. Em …