O 2.º homem mais rico do mundo foi sequestrado e escapou a atentado terrorista

Gautam Adani ultrapassou Bernard Arnault. Empresário indiano saiu ileso de um sequestro e de um ataque terrorista.

A lista dos homens mais ricos do planeta, elaborada pela revista Forbes, foi actualizada e confirmou a ascensão rápida de Gautam Adani.

O empresário indiano retirou Bernard Arnault do segundo lugar e é agora o segundo homem mais rico do mundo.

Tem um património líquido de aproximadamente 155 mil milhões de euros, só atrás dos 273 mil milhões de Elon Musk. Nos últimos 14 anos, Adani multiplicou a sua fortuna por 15.

O bilionário é presidente do Grupo Adani, considerado o rei das infra-estruturas na Índia: minas, portos, aeroportos, centros de dados, energia verde… O grupo controla 25% do tráfego aéreo do seu país natal. E vai adquirir duas empresas de fabrico de cimento.

Em Fevereiro tinha ultrapassado Mukesh Ambani como a pessoa mais rica da Índia. Vai doar 7.7 mil milhões de dólares a instituições de caridade.

O passado de Gautam Adani tem alguns episódios pouco comuns, que justificam ser relatados, sublinha a própria revista Forbes.

Agora com 60 anos, o na altura jovem abandonou a faculdade por conta própria e criou a sua fortuna graças a um império de commodities e portos. Entrou no mundo da comunicação social, energia e transportes.

Uma pessoa discreta, introvertida, mas que já passou por dois momentos realmente assustadores.

Em 1997 foi sequestrado. Com arma apontada, os criminosos exigiram 1.5 milhões de dólares pela sua libertação.

Em 2008 viu-se no papel de possível vítima de um atentado terrorista. Estava a jantar num restaurante e o espaço foi invadido por terroristas. Mas fugiu no momento da invasão.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.