O infame gangster Dutch Schultz terá escondido um tesouro em Nova Iorque (e ninguém o consegue encontrar)

O infame gangster de Nova Iorque Dutch Schultz terá escondido um tesouro de mais de 50 milhões de dólares no interior do estado nova-iorquino.

Quando o contrabandista e gangster Dutch Schultz foi morto a tiro em 1935, rumores voaram sobre a fortuna que supostamente terá deixado para trás.

Segundo a lenda, conta o LiveScience, Schultz escondeu objetos com o valor atual de mais de 50 milhões de dólares – e possivelmente até 150 milhões -, incluindo moedas de ouro, notas de mil dólares, diamantes e títulos da liberdade da I Guerra Mundial, todos guardados num cofre e enterrados em algum lugar do interior do estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos.



Porém, a existência deste tesouro nunca foi provada e a sua localização – se é que algum dia existiu – é um mistério antigo.

Quase um século depois, o mítico tesouro de Schultz ainda não foi descoberto. No entanto, determinados caçadores de tesouros têm certeza que existe – e ainda estão à procura.

No programa da PBS “Secrets of the Dead: Gangster’s Gold”, que estreou em 18 de novembro, três equipas começaram a tentar resolver o quebra-cabeça de 85 anos, rastreando túneis e esconderijos e esperando que mapas de satélite e a tecnologia de penetração do radar os leve ao tesouro enterrado.

Nascido Arthur Flegenheimer, filho de pais judeus alemães em 1902, Schultz começou uma carreira de infrator da lei quando ainda era um rapaz em Bronx. Acabou por ganhar reputação como um génio do crime excecionalmente cruel, usando extrema violência para impor operações ilícitas, como contrabando, extorsão e lotarias ilegais que se estendiam por Nova Iorque e Nova Jérsia.

Quando a Lei Seca entrou em vigor em 1920, Schultz rapidamente a reconheceu como uma oportunidade de ganhar dinheiro e tomou controlo do suprimento ilegal de cerveja de Bronx, segundo Nate Hendley, jornalista e autor de “Dutch Schultz: O Barão da Cerveja de Bronze do Bronx”.

O plano de Schultz era simples: ameaçar e intimidar todos os proprietários de bares clandestinos do bairro para que comprassem apenas dele – ou sofreriam as consequências. Segundo Hendley, Schultz e o seu parceiro sequestraram um dono de um bar, perduraram-no pelos polegares e torturaram-no.

Mais tarde, Schultz passou para a extorsão de restaurantes.

A certa altura, estava a ganhar aproximadamente 12 milhões a 14 milhões de dólares por ano apenas nas loterias ilegais.

A maior parte do império do crime de Schultz concentrava-se na cidade de Nova Iorque. No entanto, também passou muito tempo no interior do estado de Nova Iorque, cuidando das suas cervejarias e visitando comunidades rurais para distribuir subornos.

Depois de Schultz ter tentado matar um procurador federal, rivais de gangsteres planearam o seu assassinato. O homem foi morto a tiro num restaurante em Newark, Nova Jérsia, em 23 de outubro de 1935.

Boatos sobre o tesouro perdido de Schultz começaram a circular quase imediatamente após a sua morte, porque nem a esposa de Schultz nem ninguém da sua família se apresentou para reivindicar a propriedade da vasta fortuna que deve ter acumulado com as suas atividades criminosas.

Schultz teria evitado bancos e escondido o seu saque ilícito em lugares onde não pudesse ser rastreado ou tributado. A advogada de Schultz, Dixie Davis, afirmou ter visto “um grande cofre cheio de dinheiro, títulos e moedas”, acrescentando que Schultz falou sobre enterrar o tesouro para que o Governo nunca o recebesse.

Ainda mais rumores sobre o suposto tesouro surgiram dos delírios no leito de morte de Schultz, entregue à polícia de Newark enquanto estava algemado a uma cama de hospital, delirando com uma febre de 41ºC e morfina.

Um estenógrafo registou cuidadosamente as “declarações” de Schultz antes da sua morte. Schultz mencionou a “minha coleção de papéis” e disse que tinha sido baleado por “mais de um milhão, cinco milhões de dólares”, de acordo com uma transcrição publicada em 26 de outubro de 1935 pelo The New York Times.

À medida que ficava mais fraco, os seus discursos tornaram-se menos lúcidos. Antes de Schultz perder a consciência pela última vez, gritou: “Sopa de feijão franco-canadiano!”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mayflower 2.0: um navio autónomo pilotado por IA está a refazer a viagem do original

Quatro séculos e uma pandemia depois de o Mayflower original ter zarpado do porto de Southampton, numa jornada histórica para a América, outro veículo pioneiro com o mesmo nome partiu para refazer a mesma viagem. O …

Halterofilista neozelandesa será a primeira atleta transgénero a competir nos Jogos Olímpicos

A neozelandesa Laurel Hubbard, de 43 anos, classificou-se para os Jogos Olímpicos de Tóquio na categoria acima de 87kg feminina (super pesadas) do levantamento de peso, tornando-se a primeira atleta transgénero a participar na competição. "Estou …

República Checa 0-1 Inglaterra | Serviços mínimos valem topo

A Inglaterra, que tinha assegurado o apuramento na segunda-feira, garantiu o primeiro lugar do Grupo D do Euro 2020, ao vencer a República Checa por 1-0, com um golo madrugador, no mítico estádio de Wembley. Num …

Croácia 3-1 Escócia | Croatas de trivela rumo aos oitavos

A Croácia, liderada pelos ‘craques’ Luka Modric e Ivan Perisic, qualificou-se hoje para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer por 3-1 a Escócia, que eliminou, num Grupo D conquistado pela Inglaterra. Os …

Asteroide tem nome de astrofísico português Nuno Peixinho

O astrofísico português Nuno Peixinho dá nome a um asteroide, descoberto em 1998 e que tem pouco mais de 10 quilómetros de diâmetro, anunciou esta segunda-feira o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), …

"É inaceitável". Ana Mendes Godinho critica situações de trabalho temporário que "duram décadas"

A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, insistiu esta terça-feira na relevância do combate à precariedade, sinalizando a intenção de restringir o trabalho temporário. "Tem de haver mecanismos mais fortes para combater a segmentação do mercado …

Hitler expulsou os soldados judeus há oito décadas. Agora, um rabino junta-se ao exército alemão

No início da Segunda Guerra Mundial, Hitler expulsou os judeus das Forças Armadas na década de 1930. Agora, Zsolt Balla irá assumir o cargo de rabino-chefe do exército alemão. Mais de 80 anos depois, aquilo que …

Rio critica Governo após "justa indignação" de Merkel

O presidente do PSD acusou esta terça-feira o Governo de estar a fazer Portugal passar “por uma vergonha desnecessária”, considerando que depois da “vexatória desconsideração” do Reino Unido, os portugueses têm que “ouvir a justa …

Amazon acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos

A Amazon foi acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos, segundo uma investigação da Newsweek, publicada na segunda-feira. "Uma investigação da ITV News num dos centros de distribuição da Amazon no Reino …

Enquanto o mundo lutava contra uma pandemia, a Guiné declarava o fim do segundo surto do Ébola

No passado sábado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou o fim do segundo surto de Ébola na Guiné-Conacri, que vitimou mortalmente 12 pessoas. "Tenho a honra de declarar o fim do Ébola na Guiné", disse …