/

Galp vai mesmo distribuir dividendos. Estado encaixa mais de 23,8 milhões

(dr) GALP

Carlos Gomes da Silva, CEO da Galp

Os acionistas da Galp Energia decidiram esta sexta-feira em assembleia geral avançar mesmo com a distribuição de dividendos da petrolífera.

De acordo com o jornal Eco, que avança a notícia esta sexta-feira, os acionistas decidiram avançar com a distribuição de dividendos, devendo o Estado português – que também é acionista da empresa – encaixar mais de 23,8 milhões de euros.

“Os acionistas da Galp Energia aprovaram a proposta da empresa para o pagamento de uma remuneração correspondente a cerca de 0,38 euros por ação, que juntando aos quase 0,32 euros antecipados em setembro do ano passado eleva para cerca de 0,70 cêntimos por ação, o valor global do dividendo relativo à atividade de 2019”, escreve o jornal.

Ao todo, os acionistas da petrolífera vão receber um total de quase 580,5 milhões de euros em dividendos (os 318,2 milhões agora aprovados somam-se aos cerca de 262,25 milhões de euros já distribuídos em antecipação no ano passado).

Nesta quinta-feira, no Parlamento, o primeiro-ministro, António Costa disse que não há razão para impedir as empresas de distribuírem dividendos se estas não estiverem a usufruir de apoios estatais.

Não há razão para impedir as empresas de distribuírem dividendos se não estiverem a beneficiar de apoios”, disse António Costa no debate quinzenal desta quarta-feira, respondendo a uma pergunta da líder bloquista Catarina Martins.

O líder do Executivo disse ainda que o Estado fica “muito satisfeito” por receber a sua parte dos dividendos na Galp. “O Estado, enquanto acionista, fica muito satisfeito de receber a sua quota-parte dos dividendos a que tem direito”, apontou.

Já em meados deste mês, recorda o jornal Eco, o Bloco de Esquerda tinha exigido que o Estado como acionista da Galp Energia votasse contra a distribuição de dividendos pela petrolífera na reunião da próxima sexta-feira.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.