Galiza confina de 4 a 9 de dezembro para evitar deslocações a Portugal

O Governo Regional da Galiza decidiu que toda a comunidade vai estar em confinamento entre as 12:01 de sexta-feira, 04 de dezembro, e a mesma hora de quarta-feira, dia 09, para restringir a mobilidade com território português.

Segundo fontes do executivo galego citadas esta quarta-feira pela agência Efe, esta decisão é adotada porque o comité clínico considera prioritário restringir a mobilidade com Portugal, dada a alta incidência de casos de covid-19 em território português.

O Governo informou o executivo de Madrid que “não é oportuno fazê-lo [o confinamento] por partes”, pelo que será decretado o encerramento de toda a comunidade.

O presidente da Xunta [o Governo Regional galego], Alberto Núñez Feijóo, já tinha anunciado esta manhã que iria estabelecer “restrições de mobilidade” com Portugal a partir de sexta-feira, altura em que começa o levantamento das restrições mais apertadas aplicadas há três semanas.

Na sua intervenção, Núñez Feijóo tinha já sublinhado que as limitações de mobilidade com Portugal, através das províncias de Ourense e Pontevedra, poderiam implicar ter que decretar o encerramento total da Galiza.

A Xunta considerou inicialmente que não era necessário o encerramento de toda a Galiza, já que o território galego se encontraria limitado nas deslocações durante o fim de semana de feriado devido aos confinamentos das Astúrias e Castela e Leão.

No entanto, finalmente optou pelo encerramento de todo o perímetro da comunidade, ao abrigo do decreto real do estado de emergência do Governo central espanhol, que permite aos presidentes regionais adotarem medidas neste sentido.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.482.240 mortos resultantes de mais de 63,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela AFP. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Espanha já contabilizou 45.511 mortos e mais de 1,6 milhões de casos de contágio.

Portugal contabiliza pelo menos 4.645 mortos associados à covid-19 em 303.846 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 08 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …