Furacão Patrícia dilui-se em menos de um dia na passagem pelo México

NYT / NOAA GOES-West

Aproximação do furacão Patrícia à costa do México (esquema NYT com imagens de satélite da NOAA)

Aproximação do furacão Patrícia à costa do México (esquema NYT com imagens de satélite da NOAA)

Os danos provocados pelo furacão Patrícia acabaram por ser menores do que o esperado. O furacão, considerado o mais forte de que há memória no continente americano, passou, no sábado, a tempestade tropical.

O furacão Patrícia diluiu-se em menos de um dia na sua passagem pelo território mexicano e sem causar qualquer vítima mortal, apesar de parecer letal a julgar pela devastação que provocou.

“Temos de pensar que tudo isto era verde. O furacão levou a folhagem. É como entrar num mundo diferente ou noutra época do ano”, comentou à agência de notícias EFE Alberto García Sanchez, funcionário da secretaria de Estado de Comunicações e Transportes.

A zona afetada fica na costa onde se situa o estado ocidental de Jalisco, no Oceano Pacífico, entre as localidades de Puerto Vallarta e Melaque.

“Temos danos desde o quilómetro zero da estrada federal 200, que se situa em Melaque, até ao quilómetro 80”, resumiu Miguel Ángel Martínez, que também pertence à secretaria de Estado das Comunicações e Transportes.

Levará cerca de duas semanas a limpar a estrada e deixá-la como estava antes do Patrícia, que fez os ventos atingirem 325 quilómetros por hora e com rajadas que chegaram aos 400 quilómetros por hora.

Um dia depois da passagem do furacão, que entrou no México pela comunidade de Emilio Zapata (costa sul de Jalisco), os únicos que transitam pela estrada federal 200 são funcionários da secretaria de Comunicações e Transportes, da Companhia Federal de Eletricidade e da empresa Telefones do México.

Segundo relatos do repórter da agência EFE no local, há também alguns jornalistas que procuram, com algum desespero, encontrar um ponto no qual as antenas dos telefones móveis não tenham sido afetadas pelo vento e pela água do furacão, para conseguirem transmitir textos e imagens da destruição.

O Patrícia, que antes de tocar terra foi considerado o mais forte furacão da história do continente Americano transformou-se no sábado em tempestade tropical ao chegar ao México através do Pacífico.

Segundo o Centro dos Furacões norte-americano, no sábado ao início da tarde, os ventos mais fortes baixaram de intensidade para os 80 quilómetros por hora.

A dimensão inédita do furacão levou ao destacamento de mais de 11 mil militares, marinha e polícia federal nos estados de Jalisco, Colima e Nayarit para apoiar a população vulnerável, estimada em 400 mil pessoas. Contudo, os danos provocados pelo Patrícia acabaram por ser menores do que o esperado.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Procuradora do caso Alcochete castigada com multa de meio salário

A procuradora encarregada do caso Alcochete, Cândida Vilar, foi condenada a 15 dias de multa, por falta de zelo na acusação do ataque à academia do Sporting. Todos os membros do plenário do Conselho Superior do …

Ateneu de Lisboa perdeu exemplar raro de "Os Lusíadas"

Um exemplar raro da obra "Os Lusíadas", avaliado em 100 mil euros, desapareceu do Ateneu Comercial de Lisboa. Segundo o Observador, que cita o jornal i, desapareceu do Ateneu Comercial de Lisboa um exemplar raro da …

Pais da bebé Matilde ajudaram Tomás a tratar cancro nos ossos

Tomás Leal, de 5 anos, tal como a irmã, Marta, de 9 anos, sofre de cancro nos ossos. Os pais recorreram à Clínica Universidad de Navarra, em Espanha, para uma solução médica que evite …

Já é conhecido o novo Governo. Há mais mulheres e cinco novos ministros

António Costa levou esta tarde os nomes do novo Governo que foram validados pelo Presidente da República. Costa quis deixar o assunto encerrado antes de partir para o Conselho Europeu de quinta e sexta-feira. A …

Relação de Lisboa reconhece insónias como motivo para indemnização

Uma empresa foi obrigada a indemnizar três funcionários que tinham sido despedidos e a reintegrá-los. A Relação de Lisboa considerou que os trabalhadores "passaram a andar deprimidos e ansiosos, dormindo mal" e por esse motivo …

Incêndio no Pinhal de Leiria terá originado de dois reacendimentos

O incêndio na Mata Nacional de Leiria, no dia 15 de outubro de 2017, resultou de dois reacendimentos de um incêndio após uma queimada e outro de um possível fogo posto, refere o despacho de …

Peste suína leva China a proibir carne de Timor-Leste

A China interditou a entrada de carne de porco proveniente de Timor-Leste devido ao surto de peste suína africana detetado no arquipélago. Segundo um edital publicado esta terça-feira pela Administração Geral da Alfândega da China, mas …

Lisboa está entre as cem cidades com os melhores hospitais do mundo

Lisboa figura na lista das cidades com os melhores hospitais do mundo segundo o estudo "Best Hospital Cities Ranking 2019", realizado pela primeira vez pela tecnológica da área da saúde Medbelle, uma startup baseada em …

Gaudêncio demite-se da liderança do PSD/Açores e pede eleições internas antecipadas

O líder do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, demitiu-se esta terça-feira do cargo e vai pedir eleições internas diretas, não adiantando se se irá recandidatar ao cargo que assumiu há um ano. Alexandre Gaudêncio anunciou esta terça-feira, em …

Mortes causadas por agentes da polícia crescem 4,3% com Bolsonaro no poder

Agentes da polícia no Brasil causaram a morte de pelo menos 2.886 pessoas nos primeiros seis meses deste ano, mais 4,3% que os 2.766 registados no mesmo período do ano passado. Segundo um levantamento divulgado na …