Furacão Florence obriga à retirada de 245 mil pessoas nos EUA

NASA

As áreas evacuadas incluem as zonas mais propensas a inundações

O governador da Virgínia, nos Estados Unidos, ordenou nesta segunda-feira a retirada de cerca de 245 mil pessoas das áreas costeiras mais baixas, devido ao furacão Florence, que subiu para categoria 4.

O governador, Ralph Northam, anunciou que ordem de retirada se aplica às zonas de Hampton Roads e de Eastern Shore e que vai ser efetuada nesse dia. Segundo as autoridades estaduais vivem 245 mil pessoas nas áreas em causa.

Ralph Northam diz que as áreas a serem evacuadas incluem as zonas costeiras mais propensas a inundações. O governador pediu a todos os residentes da Virgínia que se preparem para a tempestade que afetará todo o estado.

O Florence converteu-se, entretanto, num furacão de categoria 4, num máximo de 5, ao aumentar os seus ventos máximos sustentados a 220 quilómetros por hora, à medida que se aproxima dos Estados Unidos.

De acordo com o Observador, os meteorologistas temem que o furacão possa evoluir para a categoria máxima. No entanto, e mesmo que o Florence atinja o estado norte-americano em categoria 4, está será a tempestade mais forte a chegar tão a norte do país.

“Um novo fortalecimento está previsto e espera-se que Florence se transforme num furacão importante e extremamente perigoso até quinta-feira”, aponta o Centro Nacional de Furacões.

“No percurso previsto, o olho do furacão vai atravessar o Oceano Atlântico entre as Bermudas e as Bahamas na terça e na quarta-feira e depois vai aproximar-se da costa da Carolina do Sul ou da Carolina do Norte a quinta-feira”, explica o serviço meteorológico.

“Há um risco crescente de impactos ameaçadores à vida por causa do Florence: tempestades na costa, enchentes de água doce causadas por chuvas prolongadas e excecionalmente fortes no interior do país e danos por causa dos ventos fortes dos furacões”, alerta o serviço meteorológico.

De acordo com a Agência Brasil, as Carolinas do Sul e do Norte e os estados da Geórgia, Maryland e Virginia decretaram estado de emergência devido à passagem do furacão.

O Presidente norte-americano já veio alertar a população para a ocorrência da tempestade. Através do seu Twitter, Donald Trump disse que “está é uma das piores tempestades a atingir a costa Este em muitos anos”, pedindo ainda aos norte-americanos para estarem, “preparados, serem cuidados e ficarem seguros”.

Os meses de setembro e outubro costumam ser os com maior atividade de furacões durante a temporada, que começa em maio e termina no fim de outubro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Foi a escuridão (e não o frio) que ditou a extinção dos dinossauros

Uma nova investigação sobre o asteróide que causou a extinção dos dinossauros sugere que foi a escuridão, ainda antes do frio, que ditou o fim destes animais. De acordo com a nova investigação, cujos resultados foram …

34 anos depois, dados da Voyager 2 revelam mais um segredo de Urano

Mais de 30 anos depois, os dados da Voyager 2, que sobrevoou o planeta em 1986, permitiram aos cientistas da NASA desvendar mais um segredo de Urano. Em janeiro de 1986, a Voyager 2 sobrevoou Urano. …

Está a nevar em Plutão

Em julho de 2015, a sonda New Horizons da NASA concluiu uma longa e árdua jornada pelo Sistema Solar, viajando a 36.000 mph durante nove anos e meio. Toda a missão focava-se em mapear a …

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …