Fundos destinados a pequenas empresas “desviados” para financiadores de Trump

Yuri Gripas / EPA POOL

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Governo norte-americano criou um fundo de empréstimos para pequenas empresas, de forma a apoiá-las durante a pandemia de covid-19. No entanto, o dinheiro está a ser “desviado” para grandes empresas de financiadores da campanha de Donald Trump.

Os principais financiadores da campanha eleitoral de Donald Trump ganharam empréstimos que inicialmente estavam previstos para apoiar pequenas empresas durante a pandemia de covid-19. Estes empréstimos, que eram convertidos em doações caso as empresas não tivessem possibilidades de devolver o dinheiro, ficaram inacessíveis a dezenas de milhares de pequenos negócios, que viram os seus pedidos adiados ou rejeitados.

No entanto, de acordo com o The Intercept, estes fundos rapidamente foram aprovados para várias empresas cujos donos financiaram fortemente a campanha de Trump rumo à reeleição.

Por exemplo, vários hotéis de luxo detidos por Archie e Monty Bennett – grandes doadores para a campanha de Trump – receberam 59 milhões de dólares dos fundos destinados para as pequenas empresas.

O mesmo aconteceu com a Continental Materials Corp., que recebeu 5,4 milhões de dólares em empréstimos do PPP. Durante os últimos anos, Ronald Gidwitz, o dono da empresa, doou 50 mil dólares a Trump e 109 mil dólares ao Comité Nacional Republicano. Estes não são casos únicos.

As empresas estavam elegíveis para receber estes apoios, uma vez que o Paycheck Protection Program (PPP) foi intencionalmente projetado para beneficiar grandes franquias de restaurantes e hotéis, desde que empregassem menos de 500 pessoas.

O PPP tinha originalmente alocado 349 milhões de dólares para financiar pequenas empresas, mas acabou por beneficiar as grandes empresas e esgotou-se em apenas duas semanas. Apenas 20% das pequenas empresas que se candidataram receberam um empréstimo do Paycheck Protection Program.

Os dados também mostram uma grande disparidade entre Estados republicanos e democratas. Enquanto nos Estados republicanos, mais de metade das empresas receberam empréstimos do programa, nos Estados democratas, a taxa de aprovação ronda os 15 e os 18%.

Na semana passada, a Câmara dos Representantes aprovou um reforços dos fundos do programa, injetando mais 321 milhões de dólares no programa. Resta agora saber se, realmente, os fundos vão ser usados para apoiar pequenas empresas ou se vão novamente ser concedidos aos grandes financiadores da campanha de reeleição de Donald Trump.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O “povo” votante no Trump, farto do “politicamente correto”, parece querer o “politicamente incorreto” (enrrabanço em linguagem que se perceba) e vota nele, convencido que o puseram na presidência para o defender.

RESPONDER

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …