Portugal ignorou Fundo Europeu de apoio a desempregados

Giampaolo Squarcina / Flickr

O Fundo Europeu de Apoio à Globalização foi criado pela União Europeia para ajudar os Estados-membro a combaterem o elevado desemprego, mas o Governo português não se inscreveu para usufruir deste apoio.

A informação consta de um documento citado pelo Jornal de Negócios, que confirmou também junto da Comissão Europeia que o Governo português não accionou junto de Bruxelas o processo de modo a poder beneficiar deste apoio económico específico para desempregados.

“A mobilização do Fundo só é possível através do pedido do Estado-membro, já que são as autoridades nacionais que decidem se querem ou não candidatar-se ao co-financiamento”, explicou ao Jornal de Negócios uma fonte da Comissão Europeia.

Entre 2013 e 2014 terão beneficiado deste Fundo 10 países da União Europeia com apoios da ordem dos 109 milhões de euros para um universo global de 28,3 mil desempregados.

Em Portugal o desemprego já chegou a atingir os 18%, mas desde 2011 e até 2014, o governo português não deu qualquer indicação a Bruxelas de querer usufruir deste apoio que foi criado para desempregados.

Contactado pelo Jornal de Negócios, o presidente do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), Jorge Gaspar, justifica que “não foram identificados casos que tecnicamente pudessem ser enquadrados” neste Fundo, dados os seus critérios “restritivos”.

Jorge Gaspar nota ainda que algumas dessas condições são “haver, pelo menos, 500 despedimentos numa empresa num período de 4 meses, ou, pelo menos, 500 despedimentos em pequenas e médias empresas de um mesmo sector de actividade e região, num período de 9 meses; demonstrar a relação directa entre a globalização ou a crise e os despedimentos daquela empresa ou sector em concreto; cumprir outros critérios, como por exemplo: a tipologia dos contratos dos trabalhadores despedidos ou as datas dos despedimentos, conjugadas com o período de instrução das candidaturas”.

O presidente do IEFP admite ainda que Portugal poderá vir a usufruir desse Fundo, caso se verifique a diminuição do número de trabalhadores efectivos na Base das Lajes, nos Açores.

Desde que o Fundo foi criado, em 2007, Portugal já usufruiu dos apoios aí previstos por cinco vezes, num total de 8,6 milhões de euros que se destinaram a apoiar 2750 pessoas das indústrias automóvel, têxtil e calçado.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. De 2007 a 2011 Portugal usufruiu dos apoios cinco vezes, num total de 8,6 milhões de euros. Nos anos seguintes deixou de haver desempregados em condiçóes para receber este apoio. Será mesmo assim ou tiveram vergonha de pedir? Para quem tem os “cofres cheios ” seria vergonhoso pedir esmola!!

RESPONDER

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …

Cientistas propõem reciclar beatas de cigarro para fazer tijolos

Os cientistas afirmam que se apenas 2,5% dos tijolos produzidos em todo o mundo, anualmente, incluíssem 1% de beatas, seria possível reciclar todas as pontas de cigarro a nível global. Um grupo de investigadores da Escola …

Taxa de natalidade desce quase um terço em cidade chinesa

As autoridades chinesas reconheceram oficialmente que a taxa de nascimentos em Xinjiang, cidade situada no noroeste da China, desceu quase um terço em 2018, comparada com o ano anterior. De acordo com a CNN, o governo …

Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis (incluindo o interior)

A empresa norte-americana Dynetics revelou, no dia 15 de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa …

Polícia de Nova Iorque de origem tibetana acusado de espiar ao serviço da China

Um polícia nova-iorquino originário do Tibete foi acusado de espionagem pelas autoridades norte-americanas por, supostamente, ter recolhido para o Governo chinês informações sobre a comunidade tibetana em Nova Iorque. De acordo com a acusação das autoridades …

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …

Aldeões ajudam tropas indianas que enfrentam militares chineses nos Himalaias

Cerca de 100 residentes da vila de Chushul atravessam o território indiano de Ladakh para chegar a um pico dos Himalaias conhecido como Black Top, a uma altitude de mais de 4500 metros, levando suprimentos …

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …