É oficial: Funcionários públicos podem faltar para acompanhar filhos no primeiro dia de aulas

Foi aprovado esta quinta-feira, 13 de junho, o decreto-lei que permite aos trabalhadores da Administração Pública faltarem justificadamente para acompanhamento de menor de 12 anos no primeiro dia do ano letivo.

A medida, integrada no “programa 3 em linha”, foi justificada pela ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, como uma forma de “melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional” e de “melhorar o índice de bem-estar dos trabalhadores”.

Essa falta é considerada justificada, ainda de acordo com o executivo. A medida aplica-se a todos os trabalhadores da administração pública central, regional e local, com vínculo de emprego público.

“O programa para a conciliação da vida profissional, pessoal e familiar representa um esforço conjunto do Governo, de empresas públicas e privadas, e de entidades da Administração Pública central e local, no sentido de incentivar práticas que favoreçam um melhor balanço vida-trabalho e promovam uma maior igualdade entre mulheres e homens”, pode ler-se em comunicado divulgado pelo Conselho de Ministros.

// Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Bem os professores e todos os demais funcionários de uma escola, são funcionários públicos, logo podem faltar sem aviso prévio.
    No limite a escola pode não abrir no primeiro dia de aulas, por falta de pessoal docente e não docente.
    Pescadinha de rabo na boca.
    Faço um apelo a todos que reúnem estas condições para faltarem, os vossos filhos merecem.
    Vamos parar o país. Greve transversal da função pública em decreto de lei. É lindo o meu país.
    Tribunais, hospitais, finanças, forças de segurança e demais serviços.
    Muito bem e agora será que essas cabeças pensam ou tiram alguma coisa de útil.
    Não tenho nada contra a culpa não é dos funcionários, estamos em ano de eleições.

  2. :):):):):)
    É a minha opinião, que é para isso que isto serve!
    E de mais a mais….
    Não me lembro de te ter perguntado nada!
    Pois, deves ser funcionária pública.
    :):):):)

    • Eu não preciso que me dirija questões para comentar o que comentou. Ora essa… Mas isto é um país livre ou não?!
      E depois trata um gajo por tu… sem me conhecer de lado nenhum. Olhe que eu não andei consigo na escolinha!

  3. Em 1o lugar, foste tu que me dirigiste a palavra primeiro, gostas de comentar mas não gostas de ser comentado.Engraçado. Não te dirijas a mim que eu não faço o mesmo.

  4. Eu posso dirigir-me a quem eu bem entender. Era o que mais faltava! Você é que insiste em revelar a sua falta de educação ao tratar um estranho por tu. Mas pronto, cada um tem a educação que tem. Força Telma!

  5. Moral da história. És funcionário público!!! E trato-te por tu porque na minha terra isso não é falta de educação em lado nenhum

    • Eu trato-te por tu e vou continuar a faze-lo, não por seres funcionário público mas sim porque te irrita.:)Às tantas até andaste na minha escola, é que lá tinha muitos gajos como tu…, com a p#@% da mania.:)

  6. O estado só tem força para vergar os seus funcionários, mas para vergar os empresários nem se atrevem!
    Porque a seguir acaba-se o dinheiro das luvas e das campanhas politicas…

RESPONDER

A longo prazo, o distanciamento social pode até ser melhor para a economia

O isolamento social durante uma pandemia, como é o caso da covid-19, que já fez mais de 48.000 vítimas mortais por tudo o mundo, pode revelar-se melhor para a economia a longo prazo, revelou uma …

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …