Fraudes com máscaras reutilizáveis. Muitas não foram testadas e não garantem protecção

Há muitos portugueses a comprarem as chamadas máscaras sociais reutilizáveis, com vista a protegerem-se do coronavírus, mas muitas delas não estão devidamente certificadas, não garantindo, deste modo, a segurança desejada.

O Centro Tecnológico das Indústrias do Têxtil e do Vestuário (Citeve) é, neste momento, o único centro tecnológico têxtil do país que tem protocolo com o Infarmed e a Direcção Geral de Saúde (DGS) para certificar as máscaras que estão a ser colocadas à venda. Neste momento, estão certificadas apenas 34 tipos de máscaras reutilizáveis.

O problema é que muitas das máscaras reutilizáveis que estão a ser vendidas não foram testadas pelo Citeve, não possuindo a devida certificação de segurança que garante que protegem contra o coronavírus.

“Grande parte das empresas que vende máscaras reutilizáveis nunca pediu certificação ao Citeve”, apurou o Jornal de Notícias (JN). O director-geral do centro tecnológico, Braz Costa, alerta que “podem não cumprir parâmetros fundamentais para que a protecção possa acontecer”, conforme declarações ao diário.

Há empresas a venderem máscaras reutilizáveis como possuindo “enorme resistência e durabilidade” em “mais de 100 lavagens”. Outras vendem um tipo de máscara “lavável até 50 vezes e certificada”. Ora, “não há nenhuma máscara certificada que resista a 25 lavagens, muito menos a 50 e ainda menos a 90″, assegura Braz Costa ao JN.

“O Citeve ainda não certificou máscaras que sejam reutilizáveis mais de 5 vezes“, como esclarece o responsável, notando que já foram detectadas “várias situações” fraudulentas.

O programa “Sexta às 9” da RTP1 denunciou o caso da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, em Lisboa, que ofereceu máscaras aos cidadãos, anunciando que estavam “certificadas para 75 lavagens”. Apurou-se que, afinal, só o tecido estava certificado, não a totalidade da máscara, o que não assegura a protecção contra a Covid-19.

O vereador do PS na Câmara da Póvoa de Lanhoso, Frederico Castro, também denunciou que a autarquia do PSD distribuiu 32 mil máscaras pela população com “o selo do Citeve sem estarem certificadas”, como relata o JN.

A Câmara alegou que se tratou de “um erro involuntário”, notando que as “máscaras não certificadas foram embaladas nos sacos errados”.

Entretanto, a ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica) está a redobrar as acções de fiscalização para “apanhar” as empresas que estejam a cometer fraudes.

As “especificações técnicas das máscaras não cirúrgicas, comunitárias ou de uso solidário e os seus mecanismos de certificação” foram acertados pela DGS, o Infarmed, a ASAE, o IPQ (Instituto Português da Qualidade) e o Citeve, como aponta o centro tecnológico.

As fichas técnicas para produzir estes artigos podem ser encontradas no site do Centro tecnológico.

O Citeve disponibiliza também na sua página da Internet a lista das máscaras certificadas para os diversos usos na protecção contra a Covid-19.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …

Edição de 2021 da Web Summit recebe 40 mil participantes. Moedas como presidente não será problema

Evento, que se realiza entre 1 e 4 de Novembro, volta a decorrer em formato presencial depois de em 2020 a pandemia ter transferido as atividades para o ambiente digital. O presidente executivo da Web Summit, …

Alunos carenciados com desempenho inferior aos dos mais favorecidos

Mesmo tendo acesso a meios digitais, o desempenho dos alunos carenciados foi sempre “inferior” aos dos seus colegas oriundos de meios mais favorecidos.  Segundo noticia o Público, esta é uma das principais conclusões a que chegou …

José Rendeiro condenado a três anos e seis meses de prisão efetiva

Embaixador jubilado Júlio Mascarenhas acusa o BPP de o ter convencido a investir num produto com juros e capital garantido num momento em que o banco já atravessava sérias dificuldades. O antigo presidente do Banco Privado …