Estrela da Fox News chega a acordo milionário após denúncia de assédio

USMC / Wikimedia

Gretchen Carlson, ex-apresentadora da Fox News

Gretchen Carlson, ex-apresentadora da Fox News

Dois meses depois de processar o então CEO da Fox News Roger Ailes por assédio sexual, a apresentadora Gretchen Carlson aceitou um acordo com a empresa para receber 20 milhões de dólares da estação.

A pivot da Fox News tinha apresentado uma queixa onde alegava ter sido vítima de assédio de Roger Ailes por várias vezes, de forma implícita e explícita, nomeadamente através de olhares incómodos, comentários e propostas impróprias que, quando rejeitadas, levaram a retaliações profissionais.

A queixa foi apresentada no início de julho, poucos dias depois da Fox News não ter renovado o contrado da apresentadora.

A indemnização de 20 milhões de dólares, apesar de expressiva, é ironicamente baixa quando comparada com os 40 milhões que Roger Ailes terá recebido da Fox News para se afastar da empresa na sequência do escândalo.

Esta manhã, a Vanity Fair avançou que Roger Ailes vai pagar uma parte do montante, a par da Fox News, embora ainda não se saiba o tamanho dessa fatia. A revista acrescenta que o acordo inibe Gretchen Carlson de ações futuras contra a Fox ou qualquer um dos seus executivos.

Na sequência das alegações de Gretchen Carlson, várias outras mulheres da Fox News denunciaram as suas próprias experiências de assédio sexual, entre as quais a estrela da estação Megyn Kelly, o que terá sido definitivo para que o patrão todo-poderoso da 21st Century Fox, Rupert Murdoch, afastasse Roger Ailes.

Entretanto, a 21st Century Fox já confirmou o acordo com a apresentadora, publicando um pedido de desculpas onde elogia o seu profissionalismo.

“Durante o seu trabalho na Fox News, Gretchen trabalhou de acordo com os padrões mais elevaos do jornalismo e do profissionalismo. Desenvolveu uma audiência leal e foi uma fonte diária de notícias para muitos americanos. Temos orgulho em que ela tenha feito parte da equipa da Fox News”, afirma a empresa.

“Lamentamos sinceramente e pedimos desculpas pelo facto de não ter sido tratada com respeito e dignidade que ela e todas as suas colegas merecem”, salienta a Fox.

Gretchen Carlson também já emitiu um comunicado, onde agradece a todas as mulheres que a apoiaram quando resolveu expor o seu caso.

A jornalista afirma: “Estou grata à 21st Century Fox pela sua atuação decisiva quando apresentei queixa. Estou pronta para seguir em frente para o próximo capítulo da minha vida, no qual vou duplicar os meus esforços para dar mais poder às mulheres no seu espaço de trabalho”.

“Quero agradecer a todas as mulheres corajosas que se manifestaram em minha defesa e contaram também as suas histórias, e às muitas pessoas de todo o país que me apoiaram na campanha #StandWithGretchen. Todas as mulheres merecem um ambiente de trabalho digno e respeitador”, conclui.

AF, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …

Portugal aguarda "luz verde" da EMA para avançar com terceira dose aos idosos

Portugal aguarda a autorização da Agência Europeia de Medicamentos para avançar com a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 a maiores de 65 anos. Com base nos resultados de dois grandes estudos científicos …