Estrela da Fox News chega a acordo milionário após denúncia de assédio

USMC / Wikimedia

Gretchen Carlson, ex-apresentadora da Fox News

Gretchen Carlson, ex-apresentadora da Fox News

Dois meses depois de processar o então CEO da Fox News Roger Ailes por assédio sexual, a apresentadora Gretchen Carlson aceitou um acordo com a empresa para receber 20 milhões de dólares da estação.

A pivot da Fox News tinha apresentado uma queixa onde alegava ter sido vítima de assédio de Roger Ailes por várias vezes, de forma implícita e explícita, nomeadamente através de olhares incómodos, comentários e propostas impróprias que, quando rejeitadas, levaram a retaliações profissionais.

A queixa foi apresentada no início de julho, poucos dias depois da Fox News não ter renovado o contrado da apresentadora.

A indemnização de 20 milhões de dólares, apesar de expressiva, é ironicamente baixa quando comparada com os 40 milhões que Roger Ailes terá recebido da Fox News para se afastar da empresa na sequência do escândalo.

Esta manhã, a Vanity Fair avançou que Roger Ailes vai pagar uma parte do montante, a par da Fox News, embora ainda não se saiba o tamanho dessa fatia. A revista acrescenta que o acordo inibe Gretchen Carlson de ações futuras contra a Fox ou qualquer um dos seus executivos.

Na sequência das alegações de Gretchen Carlson, várias outras mulheres da Fox News denunciaram as suas próprias experiências de assédio sexual, entre as quais a estrela da estação Megyn Kelly, o que terá sido definitivo para que o patrão todo-poderoso da 21st Century Fox, Rupert Murdoch, afastasse Roger Ailes.

Entretanto, a 21st Century Fox já confirmou o acordo com a apresentadora, publicando um pedido de desculpas onde elogia o seu profissionalismo.

“Durante o seu trabalho na Fox News, Gretchen trabalhou de acordo com os padrões mais elevaos do jornalismo e do profissionalismo. Desenvolveu uma audiência leal e foi uma fonte diária de notícias para muitos americanos. Temos orgulho em que ela tenha feito parte da equipa da Fox News”, afirma a empresa.

“Lamentamos sinceramente e pedimos desculpas pelo facto de não ter sido tratada com respeito e dignidade que ela e todas as suas colegas merecem”, salienta a Fox.

Gretchen Carlson também já emitiu um comunicado, onde agradece a todas as mulheres que a apoiaram quando resolveu expor o seu caso.

A jornalista afirma: “Estou grata à 21st Century Fox pela sua atuação decisiva quando apresentei queixa. Estou pronta para seguir em frente para o próximo capítulo da minha vida, no qual vou duplicar os meus esforços para dar mais poder às mulheres no seu espaço de trabalho”.

“Quero agradecer a todas as mulheres corajosas que se manifestaram em minha defesa e contaram também as suas histórias, e às muitas pessoas de todo o país que me apoiaram na campanha #StandWithGretchen. Todas as mulheres merecem um ambiente de trabalho digno e respeitador”, conclui.

AF, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Astrónomos detetam ponte azul de estrelas (e está prestes a explodir)

Uma equipa de astrónomos descobriu uma nova região na Via Láctea repleta de estrelas azuis brilhantes e escaldantes que estão prestes a explodir. A equipa de cientistas estava a criar o mapa mais detalhado dos braços …

Não são só os humanos. Até os cães-guia podem vir a ser substituídos por robôs

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) não ameaça apenas automatizar o trabalho dos humanos. Os cães-guia, que ajudam pessoas com deficiência visual a navegar com segurança pelo mundo, podem ser os seus próximos alvos. Uma equipa …

Laboratório investigado em Madrid depois de vídeo mostrar maus tratos a animais

Um laboratório em Madrid, Espanha, está a ser investigado por alegados maus tratos a animais, depois de uma inspeção confirmar as suspeitas de abuso filmadas por um antigo funcionário. O vídeo divulgado pela Cruelty Free International …

Equipa realiza primeiro transplante de traqueia do mundo. Pode reverter danos causados pela covid-19

Uma equipa de cirurgiões realizou o primeiro transplante de traqueia humana do mundo. A cirurgia foi feita numa mulher com graves danos no órgão, revelou o Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque. A recetora do transplante …

Em 2020, os mais velhos renderam-se aos "animais de estimação pandémicos"

Uma nova investigação revelou que as famílias com crianças não foram as únicas a aderir à tendência dos "animais de estimação pandémicos" em 2020. Os mais velhos também não resistiram. Segundo a National Poll on Healthy …

Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal. Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika …

"Projeto Bernanke". Google terá usado programa secreto para dar vantagem ao seu sistema de anúncios

A Google terá usado durante anos um programa secreto que usava dados de lances anteriores na bolsa de publicidade digital da empresa para dar ao seu próprio sistema de compra de anúncios uma vantagem sobre …

Para "proteger a verdade histórica", Rússia divulga documentos que revelam atrocidades nazis em Stalingrado

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou documentos desclassificados que detalham atrocidades cometidas por soldados e oficiais nazis durante a II Guerra Mundial. A divulgação destes documentos, que foram publicados no site do Ministério da Defesa …

Espanha. Funcionários públicos podem trabalhar três dias em casa sem perder direitos

O Governo espanhol e os sindicatos de funcionalismo público chegaram, esta segunda-feira, a um acordo que prevê que os trabalhadores da Administração Pública podem trabalhar três dias por semana em casa com os mesmos direitos …

Rara coleção de um dos primeiros fotógrafos da História vai a leilão nos EUA

Quase 200 imagens de um dos primeiros fotógrafos da história, William Henry Fox Talbot, vão a leilão, em Nova Iorque, já este mês. A coleção de William Henry Fox Talbot será parte do leilão "50 obras-primas …