Estrela da Fox News chega a acordo milionário após denúncia de assédio

USMC / Wikimedia

Gretchen Carlson, ex-apresentadora da Fox News

Gretchen Carlson, ex-apresentadora da Fox News

Dois meses depois de processar o então CEO da Fox News Roger Ailes por assédio sexual, a apresentadora Gretchen Carlson aceitou um acordo com a empresa para receber 20 milhões de dólares da estação.

A pivot da Fox News tinha apresentado uma queixa onde alegava ter sido vítima de assédio de Roger Ailes por várias vezes, de forma implícita e explícita, nomeadamente através de olhares incómodos, comentários e propostas impróprias que, quando rejeitadas, levaram a retaliações profissionais.

A queixa foi apresentada no início de julho, poucos dias depois da Fox News não ter renovado o contrado da apresentadora.

A indemnização de 20 milhões de dólares, apesar de expressiva, é ironicamente baixa quando comparada com os 40 milhões que Roger Ailes terá recebido da Fox News para se afastar da empresa na sequência do escândalo.

Esta manhã, a Vanity Fair avançou que Roger Ailes vai pagar uma parte do montante, a par da Fox News, embora ainda não se saiba o tamanho dessa fatia. A revista acrescenta que o acordo inibe Gretchen Carlson de ações futuras contra a Fox ou qualquer um dos seus executivos.

Na sequência das alegações de Gretchen Carlson, várias outras mulheres da Fox News denunciaram as suas próprias experiências de assédio sexual, entre as quais a estrela da estação Megyn Kelly, o que terá sido definitivo para que o patrão todo-poderoso da 21st Century Fox, Rupert Murdoch, afastasse Roger Ailes.

Entretanto, a 21st Century Fox já confirmou o acordo com a apresentadora, publicando um pedido de desculpas onde elogia o seu profissionalismo.

“Durante o seu trabalho na Fox News, Gretchen trabalhou de acordo com os padrões mais elevaos do jornalismo e do profissionalismo. Desenvolveu uma audiência leal e foi uma fonte diária de notícias para muitos americanos. Temos orgulho em que ela tenha feito parte da equipa da Fox News”, afirma a empresa.

“Lamentamos sinceramente e pedimos desculpas pelo facto de não ter sido tratada com respeito e dignidade que ela e todas as suas colegas merecem”, salienta a Fox.

Gretchen Carlson também já emitiu um comunicado, onde agradece a todas as mulheres que a apoiaram quando resolveu expor o seu caso.

A jornalista afirma: “Estou grata à 21st Century Fox pela sua atuação decisiva quando apresentei queixa. Estou pronta para seguir em frente para o próximo capítulo da minha vida, no qual vou duplicar os meus esforços para dar mais poder às mulheres no seu espaço de trabalho”.

“Quero agradecer a todas as mulheres corajosas que se manifestaram em minha defesa e contaram também as suas histórias, e às muitas pessoas de todo o país que me apoiaram na campanha #StandWithGretchen. Todas as mulheres merecem um ambiente de trabalho digno e respeitador”, conclui.

AF, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …

Cruzeiros vazios no meio do oceano tornam-se destinos turísticos

Embarcados num pequeno ferry, turistas dirigem-se até aos locais onde grandes navios cruzeiros estão parados e desertos. Esta foi uma solução encontrada para reavivar o setor. A pandemia de covid-19 está a fazer com que, genericamente, …

Todas as pensões mais baixas vão ter aumento extra de dez euros

As pensões mais baixas, até aos 658 euros, vão ter um aumento extraordinário de dez euros no próximo ano. O Governo confirmou a informação avançada pelo PCP. A ministra do Trabalho e Segurança Social, Ana Mendes …

Na fase inicial da pandemia, o setor privado "não quis e não entrou no combate à pandemia"

A antiga ministra da Saúde Ana Jorge considera que os privados podem ser envolvidos na luta contra a pandemia, recebendo doentes não covid-19, mas avisa que é preciso um “equilibro” nessa ação, depois de estes …

Uso de máscara pode salvar 130 mil vidas nos EUA até final de fevereiro, revela estudo

As medidas de distanciamento social, principalmente o uso de máscaras em público, podem salvar até 130 mil vidas nos Estados Unidos (EUA), revelou um novo estudo divulgado na sexta-feira. Em abril, o Presidente dos Estados Unidos …

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …

A pandemia veio interromper as touradas no Peru. Mas há quem não esteja muito satisfeito com isso

Em poucos meses a pandemia do novo coronavírus conseguiu um feito há muito desejado por ativistas de todo o mundo: interrompeu as touradas. O cancelamento dos espetáculos - criticados pela sua violência para com os …

Dezenas de sites franceses com propaganda islâmica após pirataria informática

Várias dezenas de pequenos websites franceses foram afetados por uma onda de pirataria informática, publicando mensagens de propaganda islâmica, indica hoje a agência noticiosa France-Press (AFP). Mensagens como “Vitória para Maomé, vitória para o Islão e …

Jogos Olímpicos em 2021 vão mostrar que "humanidade derrotou o vírus"

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse esta segunda-feira que o país está "determinado" em organizar os Jogos Olímpicos no verão de 2021 e declarou que o evento servirá "como prova de que a humanidade derrotou …