Fosso entre custo das casas e rendimento tem maior agravamento da OCDE

No ano passado, o salário médio por trabalhador subiu 2%, enquanto que o custo nominal da habitação disparou mais de 10% – cinco vezes mais.

Em 2018, comparativamente a 2017, o indicador que mede o custo da habitação em relação ao rendimento disponível das famílias portuguesas teve o maior agravamento do grupo da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE).

Segundo os dados do panorama económico da OCDE, Portugal registou uma subida de 6% (a maior subida destes registos) nessa disparidade num grupo de 22 economias estudadas. Segundo o Dinheiro Vivo, o preço das casas é dos que mais sobe neste grupo da OCDE, os salários, nem por isso.

Isto significa que, neste grupo da OCDE, as famílias portuguesas são as que mais perdem poder de compra em 2018, tendo em conta a subida de preços quase generalizada da habitação no território.

O segundo maior aperto nesta relação ocorre na Irlanda, onde a subida anual foi de 5,3% em 2018. Na Holanda, um dos países mais ricos da zona euro, o aumento da disparidade foi de 5,2%, posicionando-se em terceiro lugar.

No extremo oposto aparecem dois países escandinavos, onde as casas estão a ficar mais acessíveis face ao poder de compra: o custo relativo da habitação em relação aos níveis de rendimento das famílias caiu 4,9% na Suécia e 3,3% na Finlândia, mostram os mesmos cálculos do DN/Dinheiro Vivo.

Os dados mostram também que este indicador da disparidade financeira no acesso à habitação está a apertar cada vez mais em Portugal, um fenómeno que já dura há três anos consecutivos. Em 2017, o agravamento foi de mais 5,6%.

Neste estudo, a OCDE mostra algo que ajuda a explicar o que está a acontecer. Portugal teve, em 2018, o segundo maior aumento nominal do preço das casas (num grupo de 33 países), com uma subida superior a 10%, cinco vezes mais do que a expansão salarial.

Em contrapartida, o salário médio por trabalhador teve dos avanços mais baixos (11.º mais fraco) no tal grupo de 33 economias. O aumento médio nominal salarial ficou em 2% no ano passado.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Parlamento prepara-se para alargar proteção a diabéticos e hipertensos

O Parlamento prepara-se para alargar a proteção a doentes diabéticos e hipertensos no atual contexto de pandemia de covid-19. PSD, PCP e BE entendem que as pessoas com estes problemas de saúde e que não tenham …

Itália abre circulação interna e fronteiras no espaço Schengen

Itália permite, a partir desta quarta-feira, a livre circulação entre as suas regiões e abre as fronteiras com o resto da União Europeia, depois de três meses encerradas devido à pandemia de covid-19. “Hoje parece uma …

Brasil e Estados Unidos voltam a registar mais de mil mortes em 24 horas

Brasil e Estados Unidos voltaram a registar mais de mil mortes na sequência da covid-19 em 24 horas, anunciaram as autoridades de saúde. O Brasil voltou esta terça-feira a ultrapassar a barreira das mil mortes diárias …

Mexia recusou responder ao juiz Carlos Alexandre no caso EDP

O presidente da EDP, António Mexia, recusou-se hoje, como arguido e na fase de inquérito, a responder ao juiz Carlos Alexandre, alegando estar pendente um pedido de afastamento daquele magistrado. Após várias horas no Tribunal Central …

Relação de Lisboa nega recurso ao MP e mantém os 90 crimes a Rui Pinto

O Tribunal da Relação de Lisboa negou provimento ao recurso do Ministério Público (MP), que pedia que o hacker fosse julgado por 147 crimes, em vez dos 90 pelos quais foi pronunciado. No acórdão, a que …

Mais 11 mortes e 366 novos casos. Há mais de 20 mil recuperados em Portugal

Nas últimas 24 horas, morreram 11 pessoas com covid-19 em Portugal e registaram-se 366 novos casos. De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde, divulgado esta quarta-feira, morreram 11 pessoas nas últimas 24 horas …

Rio de Janeiro tem mais de 50 mil infetados, mas já iniciou reabertura confusa e gradual

O Rio de Janeiro, uma das cidades mais afetadas pelo novo coronavírus no Brasil, iniciou hoje uma reabertura gradual e confusa de sua economia, com decretos a permitir algumas atividades e decisões judiciais limitando as …

Reembolsos de IRS. Finanças não se comprometem com prazo avançado por Siza Vieira

As Finanças não se comprometem com o prazo avançado esta terça-feira pelo ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira, para o pagamento integral dos reembolsos de IRS aos contribuintes portugueses. Nesta terça-feira, Pedro …

Governo retira exigência polémica do formulário dos recibos verdes

A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, revelou esta terça-feira que a Segurança Social vai retirar a exigência até agora pedida aos trabalhadores independentes (recibos verdes) para que conseguissem um apoio extraordinário durante a pandemia …

De Bíblia na mão, Trump ameaça manifestantes com os militares (e pode invocar Lei com 200 anos)

Donald Trump apareceu de Bíblia na mão, em frente à histórica Igreja de St. John, em Washington, depois de ter dito que ia mobilizar "milhares e milhares de soldados altamente armados" para as ruas, para …