Fóssil “incrivelmente raro” pode revolucionar tudo o que sabemos sobre o reino vegetal

Peter Wilf / Penn State University

Fóssil raro de fruto do género Physalis encontrado na Patagónia argentina.

Fóssil raro de fruto do género Physalis encontrado na Patagónia argentina.

O fóssil de um fruto “incrivelmente” raro, com 52 milhões de anos, pode ajudar os cientistas a encontrar pistas “revolucionárias” sobre a origem e a evolução de vegetais como os tomates, os pimentões e as batatas.

Descoberto na Patagónia argentina, este fóssil de um fruto “incrivelmente raro”, conforme descreve o cientista Peter Wilf, citado pela BBC, será um ancestral das batatas, dos pimentões e dos tomates, situando a origem destes produtos no tempo dos dinossauros.

O achado foi descoberto numa floresta fossilizada na Patagónia, na Argentina, por uma equipa chefiada por Peter Wilf, que é professor de Geociências na Universidade da Pensilvânia, nos EUA, e pertence ao género botânico Physalis, da família das Solanaceae que inclui a beringela, a batata, o tomate, o pimento, o tabaco e flores como a petúnia.

A casca envolve um fruto pequeno, carnoso, de sementes múltiplas e comestíveis.

Peter Wilf / Penn State University

Fóssil com 52 milhões de anos inclui a estrutura exterior da planta e vestígios do fruto.

Fóssil com 52 milhões de anos inclui a estrutura exterior da planta e vestígios do fruto.

“Um fóssil impossível”

“É como um fóssil impossível. Que se consiga preservar algo tão delicado – esta pequena estrutura de papel. É inédito“, destaca Peter Wilf na revista Science News.

Já em declarações à BBC, o cientista repara que se trata do “único fóssil de fruta encontrado que pertence a este grupo de plantas”.

A fruta descoberta na Argentina é um parente muito próximo dos tomates mexicanos e das fisális.

Acreditava-se que os tomates mexicanos e a fisális teriam evoluído mais recentemente, coincidindo com o período do aparecimento da Cordilheira dos Andes.

Há 50 milhões de anos, a América do Sul estava mais próxima da Antárctida e da Austrália do que está hoje e a temperatura do planeta também era muito mais alta.

“Analisamos exaustivamente cada detalhe destes fósseis, em comparação com todos os potenciais parentes vivos, e não há dúvida de que representam os primeiros fósseis de fisális, em todo o mundo, e os primeiros fósseis de frutos da família da erva-moura”, uma planta relacionada com a batata, conforme explica Peter Wilf em declarações divulgadas pelo site Heritage Daily.

Esta ideia leva o investigador a constatar que, “contrariamente ao que se pensava”, as batatas, os tomates e os pimentões “são muito mais velhos do que 52 milhões de anos”, conforme se esclarece no artigo científico publicado na Science.

Pistas da evolução

Os cientistas acreditam que vão descobrir mais fósseis de plantas na região da Patagónia argentina.

“As descobertas na Patagónia vão, provavelmente, revolucionar algumas visões tradicionais sobre a origem e a evolução do reino vegetal”, realça na BBC Rubén Cuneo, investigador do Museu Palentológico Egídio Ferulgio, em Chubut, na Argentina.

Peter Wilf lembra, por seu turno, que “muita da história evolutiva, especialmente das plantas, é em grande parte desconhecida porque é raro encontrá-las como fósseis”. A “descoberta destes fósseis incrivelmente raros e delicados” é assim, uma pista fundamental para ampliar esse conhecimento.

ZAP // BBC

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Só para dizer que o pepino e a pimenta não são desta família das Solanaceas. O pepino é uma Cucurbitacea e certamente queriam escrever pimento e não pimenta.

RESPONDER

Arquitetura óssea pode inspirar asas de aeronaves mais fortes

Uma nova descoberta na estrutura interna do osso pode levar a um melhor tratamento da osteoporose e a componentes de aeronaves mais duráveis. A densidade tem sido a referência para medir a força óssea. No entanto, …

Até as estrelas têm auroras (e já as podemos ver)

Uma equipa internacional de astrónomos observou sinais de rádio estranhos vindos de uma anã vermelha. Estas ondas bizarras estavam a ser produzidas pela interação com um exoplaneta que orbitava a estrela, criando uma aurora. Apesar de …

Tiroteios em dois bares fazem oito mortos na Alemanha

Pelo menos oito pessoas morreram hoje em dois tiroteios em dois bares na cidade alemã de Hanau, no centro do país, indicou a polícia local, sem precisar o número. O primeiro tiroteio ocorreu num bar de …

Descobertos sarcófago e altar dedicado ao fundador de Roma do século VI a.C.

Os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria, foi anunciado esta terça-feira. Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, …

40 anos depois, cientistas identificam falha fundamental na eficiência dos painéis solares

Os painéis solares são uma das invenções mais impressionantes, mas é emergente descobrir como torná-los ainda mais eficientes. Recentemente, uma equipa de cientistas resolveu um mistério de 40 anos em torno de um dos principais …

SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

A SIC vai avançar para uma plataforma de streaming ainda em 2020. A "Netflix à portuguesa" ainda não tem nome, mas tem como objetivo "encontrar mais e novas audiências". Em entrevista ao jornal Público, o CEO …

Dagmar Turner tocou violino enquanto lhe era removido um tumor do cérebro

Uma paciente do King's College Hospital, no Reino Unido, tocou violino enquanto os médicos lhe removiam um tumor do cérebro. Desta forma, foi possível preservar a sua capacidade de tocar e a sua paixão de 40 …

"Não é aceitável". Tribunal de Contas refuta acusações de Manuel Heitor

O Tribunal de Contas (TdC) refutou as acusações do ministro do Ensino Superior sobre a auditoria ao modelo de financiamento do setor, considerando-as inaceitáveis e infundadas. "O tribunal tem o máximo respeito pela opinião dos auditados, …

"Lava que se farta". Isabel dos Santos recorre da absolvição de Ana Gomes

A empresária angolana recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa por causa das publicações no Twitter nas quais a antiga eurodeputada acusa a empresária, por exemplo, de "lavar que se farta". Em janeiro, o Tribunal …

Ministro considera "inaceitável" que TAP pague prémios em ano de prejuízos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação considerou "inaceitável" que a TAP, empresa que "tem 100 milhões de euros de prejuízos" em 2019, atribua prémios a uma minoria de trabalhadores. "É uma falta de respeito para …