Fóssil “incrivelmente raro” pode revolucionar tudo o que sabemos sobre o reino vegetal

Peter Wilf / Penn State University

Fóssil raro de fruto do género Physalis encontrado na Patagónia argentina.

Fóssil raro de fruto do género Physalis encontrado na Patagónia argentina.

O fóssil de um fruto “incrivelmente” raro, com 52 milhões de anos, pode ajudar os cientistas a encontrar pistas “revolucionárias” sobre a origem e a evolução de vegetais como os tomates, os pimentões e as batatas.

Descoberto na Patagónia argentina, este fóssil de um fruto “incrivelmente raro”, conforme descreve o cientista Peter Wilf, citado pela BBC, será um ancestral das batatas, dos pimentões e dos tomates, situando a origem destes produtos no tempo dos dinossauros.

O achado foi descoberto numa floresta fossilizada na Patagónia, na Argentina, por uma equipa chefiada por Peter Wilf, que é professor de Geociências na Universidade da Pensilvânia, nos EUA, e pertence ao género botânico Physalis, da família das Solanaceae que inclui a beringela, a batata, o tomate, o pimento, o tabaco e flores como a petúnia.

A casca envolve um fruto pequeno, carnoso, de sementes múltiplas e comestíveis.

Peter Wilf / Penn State University

Fóssil com 52 milhões de anos inclui a estrutura exterior da planta e vestígios do fruto.

Fóssil com 52 milhões de anos inclui a estrutura exterior da planta e vestígios do fruto.

“Um fóssil impossível”

“É como um fóssil impossível. Que se consiga preservar algo tão delicado – esta pequena estrutura de papel. É inédito“, destaca Peter Wilf na revista Science News.

Já em declarações à BBC, o cientista repara que se trata do “único fóssil de fruta encontrado que pertence a este grupo de plantas”.

A fruta descoberta na Argentina é um parente muito próximo dos tomates mexicanos e das fisális.

Acreditava-se que os tomates mexicanos e a fisális teriam evoluído mais recentemente, coincidindo com o período do aparecimento da Cordilheira dos Andes.

Há 50 milhões de anos, a América do Sul estava mais próxima da Antárctida e da Austrália do que está hoje e a temperatura do planeta também era muito mais alta.

“Analisamos exaustivamente cada detalhe destes fósseis, em comparação com todos os potenciais parentes vivos, e não há dúvida de que representam os primeiros fósseis de fisális, em todo o mundo, e os primeiros fósseis de frutos da família da erva-moura”, uma planta relacionada com a batata, conforme explica Peter Wilf em declarações divulgadas pelo site Heritage Daily.

Esta ideia leva o investigador a constatar que, “contrariamente ao que se pensava”, as batatas, os tomates e os pimentões “são muito mais velhos do que 52 milhões de anos”, conforme se esclarece no artigo científico publicado na Science.

Pistas da evolução

Os cientistas acreditam que vão descobrir mais fósseis de plantas na região da Patagónia argentina.

“As descobertas na Patagónia vão, provavelmente, revolucionar algumas visões tradicionais sobre a origem e a evolução do reino vegetal”, realça na BBC Rubén Cuneo, investigador do Museu Palentológico Egídio Ferulgio, em Chubut, na Argentina.

Peter Wilf lembra, por seu turno, que “muita da história evolutiva, especialmente das plantas, é em grande parte desconhecida porque é raro encontrá-las como fósseis”. A “descoberta destes fósseis incrivelmente raros e delicados” é assim, uma pista fundamental para ampliar esse conhecimento.

ZAP // BBC

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Só para dizer que o pepino e a pimenta não são desta família das Solanaceas. O pepino é uma Cucurbitacea e certamente queriam escrever pimento e não pimenta.

RESPONDER

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …