FMI duvida da força da economia global para enfrentar tensões comerciais

International Monetary Fund / Flickr

Christine Lagarde, diretora-geral do FMI

Esta quarta-feira, a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou duvidar da capacidade da economia global para enfrentar a atual escalada de tensões comerciais e as divergências monetárias entre as economias avançadas e emergentes.

À margem da assembleia anual do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, que decorre até domingo, em Bali, na Indonésia, Christine Lagarde, diretora do FMIR, disse que “a economia é forte, o crescimento é forte, mas será a economia suficientemente forte? Eu não tenho certeza disso, o crescimento está a estagnar e está distribuído de forma desigual”.

Em conferência de imprensa, a responsável do FMI indicou que a combinação entre a incerteza sobre o quadro regulamentar do comércio internacional, os elevados custos de financiamento nos países emergentes e a normalização da política monetária nos Estados Unidos envolvem riscos “sem precedentes”.

Christine Lagarde insistiu na necessidade de reduzir as tensões comerciais, especialmente entre os EUA e a China, argumentando que uma escalada da tensão será prejudicial para vários países. Lagarde deixou um conselho, dividido em três partes: “Abrandem a escalada da tensão. Consertem o sistema. Não o destruam”.

A responsável disse acreditar que até agora não se registou “um contágio” e grandes danos causados pelas tarifas sobre as exportações impostas por Pequim e Washington, mas sublinhou existir o risco de se prejudicarem “atores internacionais passivos”.

Na terça-feira, o FMI publicou as novas projeções macroeconómicas, que apontam para uma redução na expansão da economia global (3,7% em 2018 e 2019), como consequência das dúvidas provocadas pelas tensões económicas entre Washington e Pequim.

Também à margem desta assembleia anual, o presidente do Banco Mundial (BM) afirmou estar a trabalhar com os países em desenvolvimento para se prepararem para uma possível deterioração do conflito comercial. Se as taxas continuarem a subir haverá uma “clara desaceleração da economia e o impacto nos países em desenvolvimento será maior”, avisou Jim Yong Kim.

“O comércio é fundamental porque foi isso que tirou as pessoas da pobreza extrema”, argumentou o responsável. “Eu sou um globalista. Esta é a nossa única alternativa para acabar com a pobreza extrema. Precisamos de mais comércio e não menos comércio”, concluiu.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Afinal, anéis de Saturno podem ser quase tão antigos como o Sistema Solar

Um novo estudo sugere que os anéis de Saturno podem ser quase tão antigos como o Sistema Solar, depois de uma pesquisa anterior ter dito que tinham apenas 100 milhões de anos. Os anéis de Saturno …

Cientistas explicam porque trabalhar à noite faz mal aos intestinos

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta …

Marinha dos EUA admite que vídeos de OVNI's são verdadeiros (e não era suposto ninguém saber)

A Marinha dos EUA confirmou que imagens de OVNIs que surgiram nos últimos anos são reais e que nunca pretenderam que o vídeo fosse visto pelo público. As imagens que apareceram pela primeira vez online em …

O Pólo Norte vai ter um hotel de luxo (iluminado pelas auroras boreais)

https://vimeo.com/360873720 O hotel "mais a norte do mundo" só existirá durante um mês e o glamping de luxo será para muito poucos: o custo é de 95 mil euros por pessoa por três dias. Em 2020, o …

Whitney Houston vai regressar aos palcos (em holograma)

Whitney Houston vai "regressar" aos palcos, em formato holograma. Foi anunciada uma digressão da cantora por várias salas do Reino Unido, em 2020. Os planos para uma digressão de holograma de Whitney Houston têm sido discutidos …

Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não …

Par de patinadores no gelo mais medalhado de sempre anuncia fim da carreira

Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram esta quarta-feira o fim da carreira. “Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos …

Elon Musk é o líder mais inspirador da tecnologia da atualidade

Elon Musk foi nomeado o líder mais inspirador no setor da tecnologia, de acordo com um estudo publicado pela Hired, uma plataforma para contratação de pessoal em 14 cidades em todo o mundo. O estudo, chamado …

De portas abertas para quem precisa. Frigoríficos solidários crescem em Paris

A Cantina do 18.º bairro parisiense foi o primeiro espaço deste projeto solidário, inaugurado há dois anos. Atualmente existem 38 restaurantes em França que acolhem os frigoríficos solidários. Em dois anos, o projeto dos frigoríficos solidários …

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …