“Vejo uma tempestade a formar-se nos céus.” FMI antecipa nova crise

imfphoto / Flickr

Diretor-adjunto do Fundo Monetário Internacional (FMI), David Lipton

O braço direito de Christine Lagarde no Fundo Internacional Monetário, David Lipton, antecipa uma nova crise financeira global e defende que nenhum país se preparou devidamente para lidar com isso.

David Lipton, primeiro diretor-geral adjunto do Fundo Monetário Internacional (FMI), citado pelo The Guardian, expressou a sua preocupação face à possibilidade de uma nova crise financeira global.

“Como costumamos dizer, devemos compor o telhado quando está sol. Mas como muitos de vocês, vejo uma tempestade a formar-se nos céus e receio que o trabalho na prevenção de crises esteja incompleto”, afirmou.

Para o braço direito de Christine Lagarde, cada país, individualmente, continua a não dispor dos meios de combate necessários para enfrentar uma nova recessão mundial. Assim, Lipton apelou a um trabalho conjunto para abordar problemas que possam conduzir a essa eventual recessão.

Além disso, adianta o Expresso, David Lipton mostrou-se preocupado com a capacidade da Reserva Federal dos Estados Unidos e dos bancos centrais para lidar com este problema, isto porque teme que se recorra à diminuição dos juros para impulsionar a economia no caso de se verificar uma nova recessão.

Neste seguimento, avisou que o peso das dívidas públicas detidas pelas autoridades monetárias reduz a sua capacidade para cortes adicionais aos juros e para reforços dos gastos.

Lembrando que o FMI enfrentou a última recessão desprovido dos recursos necessários até receber cerca de 880 mil milhões de dólares por parte dos governos de todo o mundo, afirmou ser “importante” que todos os líderes mundiais tenham concordado com uma revisão total dos fundos financeiros no próximo ano.

“Uma das lições que retirámos da última crise é que o FMI a enfrentou sem os recursos necessários, algo que devemos evitar que aconteça de novo”, declarou.

Em relação à China, o diretor-geral adjunto afirmou que o país deveria diminuir as suas barreiras ao comércio internacional e impor medidas mais duras para regular a propriedade intelectual, um pedido que vai ao encontro de um já feito por Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos.

No entanto, e dirigindo-se especificamente aos EUA, David Lipton recomendou que não lancem um ataque cerrado ao país. “Há muitas reformas que a China poderia fazer, que seriam não só do seu interesse, como dos restantes países do mundo. Mas a China não conseguir fazê-lo enquanto sentir uma arma apontada à cabeça e no meio de tanta tensão comercial.”

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Também já me cheira que tudo isto irá terminar mal, olhando para o caso português apenas e com um governo armado em Pai Natal com promessas de mãos largas para todos vai-se verificando agora que muitos ficaram para trás e agora fazem barulho e greves diariamente e com alguma razão desestabilizando ainda mais a precária situação do país e como o dinheiro não irá chegar para tanto é notório cada vez mais a má prestação dos serviços desde a saúde passando pelo ensino e segurança, pela restante Europa a situação não parece ir melhor!.

Responder a Lidor Cancelar resposta

Morreu Marie Fredriksson, vocalista dos Roxette

A cantora sueca Marie Fredriksson, dos Roxette, morreu segunda-feira aos 61 anos, anunciou esta terça-feira a sua manager em comunicado. Marie Fredriksson, vocalista e co-fundadora da banda Roxette, faleceu esta segunda-feira, aos 61 anos. A morte …

Taxa de sucesso no ensino profissional atinge os 63%. É o valor mais alto de sempre

No ano letivo de 2017/2018, 63% dos alunos inscritos no ensino profissional concluíram os seus cursos no tempo previsto, mais dez pontos percentuais do que quatro anos antes, avança o jornal Público. De acordo com um …

Regra para filhos de pais separados em casas alternadas divide partidos

A lei já prevê que os filhos de pais separados possam ficar em residência alternada se o tribunal assim o decidir. Porém, as regras não são claras e vai ser discutida a melhor forma de …

Helicóptero do INEM avariou durante missão. Vítima que ia socorrer acabou por morrer

Um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), localizado em Loulé, teve uma avaria a meio de uma missão de socorro, sendo obrigado a abortar a viagem que visava ajudar uma mulher de 22 …

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …