Florida aprova lei para professores terem armas nas salas de aula

O parlamento estadual da Florida aprovou na quarta-feira uma lei que permite que professores carreguem uma arma de fogo na sala de aula.

O objetivo da nova lei, que deve ser promulgada sem hesitação pelo governador republicano da Florida, Ron DeSantis, é evitar mais assassinatos em escolas como o ataque, em fevereiro de 2018, no liceu em Parkland, na Florida, onde um jovem de 19 anos abateu a tiro 17 alunos e funcionários.

O texto foi aprovado na quarta-feira por 65 votos a favor e 47 contra na Câmara dos Deputados da Florida, que já tinha recebido luz verde, na semana passada, do Senado local. A lei prevê que os professores possam carregar armas, voluntariamente, depois de 144 horas de formação.

Antes da aprovação da nova legislação, funcionários escolares em 40 dos 67 condados da Flórida já se tinham matriculado – ou declarado que planeavam fazê-lo – no curso de treino, que segue os padrões de formação policial, segundo um porta-voz do presidente da Câmara estadual.

Os defensores da medida, incluindo o presidente dos EUA, Donald Trump, e a Associação Nacional do Rifle (NRA), argumentam que os professores armados representam a melhor resposta rápida a incidentes que envolvem atiradores em escolas.

Os opositores argumentam que a solução para a violência armada não pode ser permitir mais armas de fogo. Defendem ainda que armas não têm lugar em salas de aula, lembram dos perigos de um disparo acidental e argumentam que a polícia poderia erroneamente abater um professor se o confundir com um atirador.

“Armar professores é a receita para uma tragédia“, disse o ex-chefe de polícia da cidade de Orlando e representante democrata na Florida, Val Demings. “A verdadeira solução é manter as armas fora do alcance das mãos nocivas”, sublinhou.

Os sindicatos de professores estão contra à nova legislação e os conselhos escolares de alguns dos condados mais populosos do estado votaram contra a adesão ao programa.

Depois do massacre em Parkland, os legisladores da Florida aprovaram uma lei que exige que as escolas coloquem pelo menos um funcionário armado ou polícia no compus. A lei permitiu que alguns funcionários de escolas portassem armas, mas continuavam proibidas em salas de aula.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. nao vejo nenhuma razao pela qual um professor nao possa portar arma de fogo ,mas deve estar dissemulada de forma a nao ser uma forma de intimidaçao, acho mais razoavel os detetores de metais nas entradas e acessos e ( continuos ) armados e com formaçao especifica ,as soluçoes baratas as vezes !

RESPONDER

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Itália | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …