Florida aprova lei para professores terem armas nas salas de aula

O parlamento estadual da Florida aprovou na quarta-feira uma lei que permite que professores carreguem uma arma de fogo na sala de aula.

O objetivo da nova lei, que deve ser promulgada sem hesitação pelo governador republicano da Florida, Ron DeSantis, é evitar mais assassinatos em escolas como o ataque, em fevereiro de 2018, no liceu em Parkland, na Florida, onde um jovem de 19 anos abateu a tiro 17 alunos e funcionários.

O texto foi aprovado na quarta-feira por 65 votos a favor e 47 contra na Câmara dos Deputados da Florida, que já tinha recebido luz verde, na semana passada, do Senado local. A lei prevê que os professores possam carregar armas, voluntariamente, depois de 144 horas de formação.

Antes da aprovação da nova legislação, funcionários escolares em 40 dos 67 condados da Flórida já se tinham matriculado – ou declarado que planeavam fazê-lo – no curso de treino, que segue os padrões de formação policial, segundo um porta-voz do presidente da Câmara estadual.

Os defensores da medida, incluindo o presidente dos EUA, Donald Trump, e a Associação Nacional do Rifle (NRA), argumentam que os professores armados representam a melhor resposta rápida a incidentes que envolvem atiradores em escolas.

Os opositores argumentam que a solução para a violência armada não pode ser permitir mais armas de fogo. Defendem ainda que armas não têm lugar em salas de aula, lembram dos perigos de um disparo acidental e argumentam que a polícia poderia erroneamente abater um professor se o confundir com um atirador.

“Armar professores é a receita para uma tragédia“, disse o ex-chefe de polícia da cidade de Orlando e representante democrata na Florida, Val Demings. “A verdadeira solução é manter as armas fora do alcance das mãos nocivas”, sublinhou.

Os sindicatos de professores estão contra à nova legislação e os conselhos escolares de alguns dos condados mais populosos do estado votaram contra a adesão ao programa.

Depois do massacre em Parkland, os legisladores da Florida aprovaram uma lei que exige que as escolas coloquem pelo menos um funcionário armado ou polícia no compus. A lei permitiu que alguns funcionários de escolas portassem armas, mas continuavam proibidas em salas de aula.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. nao vejo nenhuma razao pela qual um professor nao possa portar arma de fogo ,mas deve estar dissemulada de forma a nao ser uma forma de intimidaçao, acho mais razoavel os detetores de metais nas entradas e acessos e ( continuos ) armados e com formaçao especifica ,as soluçoes baratas as vezes !

RESPONDER

Ministro holandês faz mea culpa. "Não fomos suficientemente empáticos" com o sul da Europa

O ministro das Finanças holandês reconheceu que foi infeliz nas posições que assumiu sobre a resposta económica à pandemia de covid-19, assumindo que mostrou pouca “empatia” com os países do sul da Europa. Em declarações à …

Estados Unidos admitem possibilidade de novo surto no outono

O diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos disse haver a possibilidade de o país enfrentar um novo surto depois do verão, mas lembrou que nessa altura "várias coisas vão …

Mortes em Portugal estão a aumentar desde o início do mês (sem contar com a Covid-19)

Já morreram mais pessoas em Portugal, neste ano, do que em igual período do ano passado, com especial destaque para o  mês de Março, onde a taxa de mortalidade aumentou, mesmo sem contar com as vítimas de …

PCP quer reabrir camas e decretar preços máximos nos combustíveis para enfrentar pandemia

O PCP apresentou um pacote extenso de propostas para fazer face aos impactos do surto de covid-19. Entre elas está a reabertura do Hospital Militar. O PCP apresentou um conjunto de medidas para fazer face ao …

Houseparty nega pirataria e oferece recompensa milionária a quem provar "campanha difamatória"

A aplicação favorita de quem está em quarentena está sob acusação de piratear contas de outras apps. A Houseparty nega e oferece uma recompensa de 1 milhão de dólares a quem provar a "campanha de …

"Agricultura não pára". Há trabalho no campo para os trabalhadores em lay-off

Com a época das colheitas à porta e a falta de braços no campo, a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) vai propor ao Governo a criação de plataformas de emprego temporário para permitir aos …

Covid-19. Cerimónias fúnebres proibidas em Espanha

As cerimónias fúnebres foram hoje proibidas em Espanha, o segundo país mais afetado pela covid-19 no mundo, e os funerais não podem ter mais do que três pessoas presentes, para impedir a propagação da pandemia …

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …

Crise poderá levar a Juve a vender Ronaldo por 70 milhões

A crise financeira causada pela pandemia de covid-19 poderá "obrigar" a Juventus a vender Cristiano Ronaldo por 70 milhões de euros, avança a imprensa italiana, frisando que existem mais dois cenários em cima da mesa. O …