Fisco está de mãos atadas no caso Swissleaks

O Fisco recebeu uma lista com mais de 600 clientes com ligações a Portugal mas pouco ou nada pode fazer uma vez que muitos destes dados já prescreveram.

São 611 nomes de clientes portugueses ou com ligações a Portugal que constam da lista recebida pelo Fisco, na sequência do caso Swissleaks, o escândalo financeiro revelado pelo Consórcio Internacional de Jornalistas no ano passado.

De acordo com um documento assinado pelo ministro das Finanças, a que o jornal Público teve acesso, o Ministério das Finanças está de mãos atadas relativamente a estes dados.

Os documentos que chegaram à Autoridade Tributária remontam a contas e transações de 2005 e 2006 e, por isso, existe um grande entrave uma vez que o direito à liquidação de impostos passados tem um limite de quatro anos.

Esta foi a resposta do ministério a uma pergunta colocada pelo Bloco de Esquerda sobre os clientes portugueses do banco HSBC que, através da sua filial na Suíça, conseguiram esconder dinheiro e fugir aos impostos.

“A informação constante das fichas apenas incide sobre o período temporal de 2005 e 2006. Importa referir que, relativamente a este período, já se encontra vedado, por caducidade, o direito à liquidação por parte da AT (quatro anos)”, pode ler-se no documento, assinado por Mário Centeno, a que o jornal teve acesso.

O ministério alega ainda que a informação enviada pelas autoridades suíças é insuficiente para se perceber se ocorreram, de facto, crimes fiscais.

“A informação isolada não permite concluir pela existência de esquemas de evasão fiscal e branqueamento de capitais, nem tão pouco pela omissão de rendimentos”, cita o Público.

Devido a esta falta de informação, o fisco decidiu enviar a informação recebida para o Ministério Público mas, a partir daqui, surgem prazos que abrem vários caminhos.

Segundo o jornal, a AT afirma que só poderá liquidar o imposto relativamente ao período entre 2011 e 2014. Para anos anteriores, é necessário avançar com um “pedido de indemnização cível, para os casos em que seja instaurado processo penal fiscal”.

Em relação aos dados de 2014, foram pedidas informações às autoridades suíças para “identificar situações de omissão ou eventual fraude” mas ainda não chegou a resposta.

As revelações do SwissLeaks têm por base documentos da chamada “Lista Lagarde”, dados confidenciais que foram entregues a França em 2008 e que depois foram partilhadas com outros países quando a atual presidente do FMI, Christine Lagarde, era ainda ministra das Finanças francesa.

Esses documentos davam conta de que mais de 180 mil milhões de euros terão circulado neste esquema fraudulento entre 2006 e 2007, envolvendo 106 mil clientes de 203 países e 20 mil offshores.

Na altura, Portugal aparecia no 45º lugar da lista, com um total de 856 milhões de euros depositados no HSBC da Suíça.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

"Lavar as mãos". Vídeo da DGS é o mais popular do ano no YouTube

2020 foi um ano atípico em vários aspetos do quotidiano, obrigando à introdução de novas rotinas e ao reforço de outras por muitos já descuradas. Reflexo dessa disrupção é o ranking anual do YouTube, divulgado esta …

Drenthe falido: "Não é muito importante"

Antigo futebolista do Real Madrid não está preocupado com a declaração feita por um tribunal dos Países Baixos. Drenthe joga numa equipa da terceira divisão nacional. Royston Ricky Drenthe foi, enquanto adolescente, considerado um dos melhores …

Sonda espacial chinesa conclui recolha de amostras da superfície lunar

A sonda chinesa Chang'e 5 concluiu a recolha e armazenamento de rochas e detritos da superfície lunar, e prepara-se para voltar à Terra, informou esta quinta-feira a Administração Espacial Nacional da China. "Às 22 horas de …

Seca obriga Namíbia a por à venda 170 elefantes

A Namíbia, que se encontra em risco de seca, pôs à venda 170 elefantes vivos para reduzir o seu número no território, em parte devido ao crescente conflito entre humanos e animais desta espécie ameaçada …

Benfica 4 - 0 Lech Poznań | “Saco cheio” rumo ao apuramento

Um, dois, três e quatro. Foram estes os golos – apontados por Vertonghen, Darwin Núñez, Pizzi e Weigl – que o Benfica marcou na goleada que aplicou na noite desta quinta-feira ao Lech Poznań, num …

Cientistas encontram evidências de uso de drogas psicadélicas numa caverna com arte rupestre

Uma flor vermelha redemoinhada rabiscada numa parede de uma caverna há cerca de 400 anos é a primeira evidência definitiva de que os nativos norte-americanos consumiam drogas psicadélicas em locais de arte rupestre. Descoberta na caverna …

Musk queria batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas o México disse que não

O multimilionário Elon Musk, CEO da Tesla e da Space X, quis batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas as autoridades mexicanas impediram a utilização do nome, invocando os direitos do uso da palavra e …

Namíbia acaba de eleger um deputado chamado Adolf Hitler. É ativista e "anti-apartheid"

A Namíbia acaba de eleger nas eleições regionais um deputado chamado Adolf Hitler, um conhecido ativista e "anti-apartheid" em Uunona, a sua cidade natal, localizada no norte do país africano. "Adolf Hitler teve uma vitória …

Empresário de media pró-democracia preso por acusação de fraude em Hong Kong

O dono do jornal antigoverno Apple Daily, Jimmy Lai, conhecido pela luta pela democracia em Hong Kong, foi detido sem fiança, acusado de irregularidades no contrato de 'leasing' do edifício onde está o órgão de …

Novos drones de resgate usam Inteligência Artificial para encontrar pessoas perdidas na floresta

Em situações em que as pessoas se perdem na floresta, o tempo é essencial para resgatá-las, pois quanto mais tempo ficam perdidas mais perigosa a situação se torna. Mas será que existem todas as ferramentas …