/

Fim do impeachment a Trump. Senado absolve Presidente norte-americano

Michael Reynolds / EPA

O Presidente dos EUA, Donald Trump

É o fim do impeachment a Donald Trump. O Senado dos Estados Unidos absolveu esta quarta-feira o Presidente norte-americano das acusações de abuso de poder e obstrução que sustentavam o processo de destituição do chefe de Estado.

Dos 100 senadores que compõem o Senado norte-americano, 52 votaram “inocente” e 48 votaram “culpado”, absolvendo o Presidente norte-americano de abuso de poder.

Apenas o senador republicano pelo estado do Utah Mitt Romney votou a favor da destituição de Donald Trump neste artigo, frisa o jornal Público.

Quanto à acusação de obstrução ao Congresso, o Donald Trump foi absolvido com os votos de todos os republicanos, 53 a favor e 47 contra. Os democratas acusavam o Presidente de ter obstruído o funcionamento do Congresso ao impedir funcionários e ex-funcionários da Casa Branca de testemunharem na fase de inquérito do processo de destituição.

Seriam necessários dois terços do Senado, isto é, 67 votos, para condenar Donald Trump em qualquer das acusações, nota o semanário Expresso.

Após as votações, o presidente do Supremo Tribunal dos Estados Unidos, John Roberts, anunciou formalmente a absolvição de Donald Trump das acusações de que era alvo.

“Tendo o Senado julgado Donald John Trump, Presidente dos Estados Unidos, sobre dois Artigos de Destituição avançados contra ele pela Câmara de Representantes, e tendo dois terços do senadores presentes considerado que não é culpado das acusações ali contidas: é, assim, ordenado e decretado que o dito Donald John Trump seja, e é a partir de agora, absolvido das acusações nos referidos artigos”, leu o juiz John Roberts.

Pouco depois da absolvição, Donald Trump revelou no Twitter que vai fazer uma declaração ao país esta quinta-feira, pelas 12h00 (17h00 em Lisboa), na Casa Branca.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE