Descoberta filmagem que pode desfazer mistério da morte de Amelia Earhart

AD / Wikimedia

A lendária aviadora Amelia Earhart junto ao seu Lockheed Electra, 6 de junho 1937

A morte da aviadora norte-americana Amelia Earhart é um dos maiores mistérios da história da aviação. Earhart queria tornar-se na primeira mulher a completar uma volta completa ao mundo.

Porém, a mulher morreu em 1937 após descolar da Papua Nova Guiné em direção à ilha de Howland, no meio do Oceano Pacífico, onde nunca chegou a aterrar.

Pouco se sabe sobre as circunstâncias da sua morte a meio daquela etapa do percurso, mas, ao longo das últimas décadas, várias teorias têm sido estudadas por investigadores e curiosos. Uma filmagem recentemente descoberta poderá acabar com as dúvidas.

Para os historiadores, estavam em cima da mesa pelo menos três teorias principais: ou o avião de Earhart se despenhou no mar assim que descolou da Papua Nova Guiné e a aviadora morreu na queda; ou foi capturada pelos japoneses, que na altura dominavam aquela região; ou acabou numa ilha deserta, onde viria a morrer.

A descoberta de um conjunto de ossos humanos na ilha de Nikumaroro, em pleno Oceano Pacífico, que correspondia à morfologia de uma mulher com características semelhantes às de Earhart, fez com que os cientistas concentrassem os esforços de investigação naquele local. Foi ali que descobriram utensílios que podem ter pertencido à aviadora.

Mas a prova mais concreta foi um pedaço de alumínio que os investigadores acreditavam ter pertencido ao avião de Earhart. O fragmento foi encontrado por sonar em 1991 e, em 2014, foi identificado como fazendo parte do avião de Earhart, tendo, alegadamente, servido para remendar uma janela.

“Esta é a primeira vez que se prova que um objeto encontrado em Nikumaroro tem uma ligação direta a Amelia Earhart”, afirmou na altura o diretor do GIRAH (Grupo Internacional de Recuperação de Aeronaves Históricas) de acordo com o Observador.

Uma gravação agora descoberta poderá desfazer as dúvidas. Segundo o The Independent, trata-se de uma filmagem que mostra a aviadora a reabastecer a aeronave antes de descolar de Papua Nova Guiné. Seria uma imagem inédita do avião antes da partida para a etapa fatal que, se mostrar o tal remendo de alumínio, comprovará que Earhart acabou mesmo por morrer na ilha de Nikumaroro

Datada de 1937, a gravação tem uma qualidade de imagem muito fraca e foi feita por um engenheiro de minas de Papua Nova Guiné. Estava na posse de uma mulher que tinha ficado com a película num processo de separação de bens após o divórcio

Em 2008, a mulher contactou o GIRAH e, durante uma década, negociou o preço antes de a vender aos investigadores. Agora, a instituição está a tentar angariar dois mil dólares (1.767 euros) para digitalizar o vídeo em alta resolução e poder analisar as imagens em busca do remendo de alumínio.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O melhor professor do mundo é queniano e doa 80% do seu salário

Peter Tabichi é queniano, tem 36 anos e doa 80% do salário para desenvolver a sua comunidade local, numa remota vila no Quénia. Este domingo foi eleito, no Dubai, o melhor professor do mundo. Em Pwani, …

Pentágono autoriza mil milhões de dólares para construção de muro de Trump

O secretário da Defesa interino norte-americano, Patrick Shanahan, anunciou na segunda-feira o desbloqueio de mil milhões de dólares para a construção de um muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México. Shanahan “autorizou o …

Advogados de Rui Pinto recorrem da prisão preventiva

Os advogados de Rui Pinto, colaborador do "Football Leaks", confirmaram esta segunda-feira que vão recorrer da medida de prisão preventiva aplicada sexta-feira ao seu cliente pelo Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa. A decisão de recorrer …

Se a corrida continuar a três, McLaren ameaça deixar a Fórmula 1

A McLaren, a segunda equipa mais antiga da Fórmula 1, ameaça desistir da modalidade caso os regulamentos elaborados para 2021 não a tornem numa competição justa. A visão da Fórmula 1, a modalidade de automobilismo mais …

México quer que rei da Espanha peça perdão pela conquista colonial

Obrador diz que esta é a única forma possível de obter a reconciliação plena entre os países. O pedido foi feito por carta. O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, anunciou ter enviado uma carta ao …

"O Vieira pediu-me para dar uma coça a Francisco J. Marques"

Vítor Catão, diretor desportivo do S. Pedro da Cova, afirmou que o Benfica, através do seu presidente Luís Filipe Vieira, lhe deu 200 mil euros para colocar uma "lapa" no carro de Pinto da Costa, …

"Governo saudita deu a ordem" para matar Khashoggi

Em entrevista ao El Mundo, a namorada do jornalista saudita Jamal Khashoggi afirma que a ordem que determinou a sua morte foi dada pelo Governo da Arábia Saudita. Em entrevista ao diário espanhol El Mundo, a …

Já há água, eletricidade e estradas abertas na cidade da Beira

Começam a ver-se pequenos avanços na Beira, em Moçambique, que inicia o lento caminho da reconstrução, após a passagem do ciclone Idai, que matou pelo menos 446 pessoas e destruiu cerca de 90% dos edifícios …

"Um erro desculpável". Governante sem castigo após violar a Lei no caso dos mirtilos

O Tribunal Constitucional decidiu arquivar o caso das incompatibilidades envolvendo o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, que, durante dois anos, acumulou o cargo com a função de gerente numa empresa …

Erros em perguntas de exame obrigam a mudar notas de médicos estrangeiros

O exame feito por médicos estrangeiros para ter equivalência ao curso de Medicina em Portugal teve neste ano mais de 700 candidatos, a esmagadora maioria brasileiros. É uma procura histórica, admitem médicos e serviços académicos, por …