Justiça francesa avança com processo contra Fillon

ump-photos / Flickr

François Fillon

O candidato presidencial francês, François Fillon, disse que vai ser acusado de ter criado empregos falsos para a mulher e os filhos, mas que mantém a candidatura às eleições de 23 de abril.

O candidato presidencial francês François Fillon adiou, esta quarta-feira, uma visita à Feira de Agricultura de Paris sem prestar qualquer justificação, o que levantou suspeitas que poderia desistir das presidenciais. No entanto, o conservador promete que irá levar a campanha presidencial até ao fim.

“Tenho um encontro marcado com a democracia e só ela nos pode levar a escolher o futuro. Eu estarei lá com determinação renovada, e não vou permitir que a escolha dos eleitores seja entre uma aventura louca com a extrema direita e a continuação do hollandismo “, afirmou Fillon.

“Não cederei, não me renderei, não me retirarei. Peço-vos que me sigais”, garantiu esta quarta-feira, na sede de campanha do seu partido, em Paris.

François Fillon nega todas as acusações e revelou que “vai encontrar-se com os magistrados” no próximo dia 15 de março. A sua mulher, Penelope, também terá sido notificada para prestar declarações no dia 18 de março.

O candidato presidencial diz que está a ser alvo de um inquérito judicial tendencioso, que devido à escolha do calendário tem como consequência o seu “assassinato político”.

“Muitos dos meus apoiantes e aqueles que me apoiaram nas primárias e os quatro milhões de eleitores, falam de um assassinato político. Este é um assassinato, de facto. Com a escolha deste calendário para o inquérito judicial, não sou apenas eu que estou a ser assassinado é a eleição presidencial”, acrescentou Fillon.

O conservador é suspeito de desvio de fundos públicos por ter alegadamente criado empregos fictícios para a mulher e os dois filhos.

Os dois filhos de Fillon terão ganho perto de 85 mil euros com vários trabalhos parlamentares, e Penelope terá recebido cerca de 900 mil euros ao trabalhar como assistente parlamentar e como colaboradora de uma revista literária.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam algoritmo para identificar covid-19 a partir do som da tosse

Investigadores de vários países criaram um algoritmo que afirmam poder identificar se uma pessoa tem covid-19 a partir do som da sua tosse. Cientistas do México, Estados Unidos, Espanha e Itália, liderados por uma equipa do …

Para proteger o fundo do mar, novo sistema permite atracar vários barcos com uma só "âncora"

Quando vários barcos se amontoam numa enseada durante a noite, cada um deles lança uma âncora que pode potencialmente danificar os corais e a vida marinha no fundo do mar. O sistema Seafloat foi criado …

Japão e Estados Unidos assinam acordo de cooperação para exploração da Lua

O Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) assinaram um acordo de colaboração entre os dois países no programa Artemis, para a exploração da …

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …