Proposta polémica do PP: Se derem os filhos para adoção, imigrantes não serão expulsas

ZIPI / EPA

Pablo Casado

Para combater a descida da natalidade, o Partido Popular (PP) espanhol propõe que as imigrantes ilegais em Espanha que deem os seus filhos para adoção não sejam expulsas. Pablo Casado desmente e diz-se vítima de “fake news”.

Segundo o jornal La Vanguardia, se uma mulher que estiver em Espanha sem documentação decidir entregar o seu filho para adoção, passa a ficar protegida da deportação, ainda que por tempo limitado. No futuro, poderá vir a ser mandada para o seu país de origem.

Esta medida, que está já a causar polémica em Espanha, faz parte da estratégia do Partido Popular (PP) para combater a descida da natalidade no país.

Atualmente, a lei prevê um mecanismo que conduz automaticamente as mulheres para fora do país caso, estando em situação irregular, entregue o seu filho. É este mecanismo que o PP quer desativar se vencer as eleições, avança a TSF.

Apesar de argumentar que a medida está a ser bem sucedida na Comunidade de Madrid e que deve ser alargada a nível nacional, o PP rejeita que esteja a propor às mulheres que entreguem os seus filhos para adoção em troca de permanecer no país.

“Isso seria literalmente uma barbaridade”, disseram ao jornal espanhol fontes do partido.

No último sábado, durante o encerramento da Convenção sobre Igualdade e Família do PP, em Cartagena, Pablo Casado explicou as diretrizes do seu projeto de apoio à maternidade. O líder do partido explicou que o seu objetivo é apoiar as mulheres a decidirem “livremente” serem mães, caso vença as eleições gerais, a 28 de abril.

Contudo, esta proposta causou muitas reações polémicas ao longo desta quinta-feira. Carmen Calvo, a número dois de Pedro Sánchez, questionou no Twitter: “Que tipo de maternidade se defende quando se propõe que os filhos sejam separados das suas mães a troco de algo?

Também Ada Colau, presidente da Câmara de Barcelona, se manifestou, optando por uma abordagem mais agressiva. “Machistas. Racistas. Classicistas. Só nos faltava sequestradores de crianças. Fascistas.”

Pablo Casado veio a público reagir, classificando de “fake news” as informações veiculadas acerca desta proposta. De acordo com o líder do PP, a abordagem de “troca” de crianças pela manutenção no país é uma “barbaridade”.

Segundo Casado, o que o PP propõe é que as mulheres imigrantes que estejam em condição irregular e que queiram dar os seus filhos para adoção não sofram consequências de não terem documentos nem que sejam alvo de procedimentos legais por verem exposta a sua condição ilegal.

Na prática, se derem os seus filhos para adoção, não será iniciado um procedimento legal de expulsão do país.

O objetivo do partido é, segundo Pablo Casado, proteger as mulheres que estejam em situação irregular e resguardar os bebés para que não sejam abandonados.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

João Loureiro já tem bilhete para regressar a Portugal

João Loureiro já tem bilhete para regressar a Portugal. A Polícia Federal brasileira reitera que, no caso do jato privado que transportava droga para Portugal, “todos são suspeitos”. O Jornal de Notícias avança, esta sexta-feira, que …

Carlos Moedas "tem uma costela liberal". IL pondera apoio ao candidato à câmara de Lisboa

O líder da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim de Figueiredo, disse que Carlos Moedas, candidato à câmara de Lisboa apoiado pelo PSD, tem um "perfil liberal", mas que o partido precisa de perceber projeto do …

Primeiro-ministro da Arménia acusa militares de tentativa de golpe de Estado

O primeiro-ministro da Arménia referiu-se hoje a "tentativa de golpe de Estado" depois de o Estado Maior ter pedido o afastamento do governo num contexto de protestos por causa da derrota no último conflito com …

EUA condenam Coreia do Norte a indemnizar militares torturados em 1968

A Justiça dos Estados Unidos (EUA) condenou Pyongyang a indemnizar em 2,3 mil milhões de dólares (cerca de dois mil milhões de euros) os tripulantes de um navio da Marinha norte-americana, que foram capturados e …

Ex-gestores do Novo Banco seguem para Banco do Fomento e para CGD

Os gestores Vítor Fernandes e Jorge Freire Cardoso, que saíram do Novo Banco em divergência com a estratégia da Lone Star, vão desempenhar as funções de presidente do Banco de Fomento e de administrador na Caixa …

EUA acusado de prometer contrapartidas a Cabo Verde pela extradição de testa-de-ferro de Maduro

O antigo juiz espanhol Baltasar Garzón, que coordena a defesa de Alex Saab, detido em Cabo Verde e considerado testa-de-ferro do Presidente venezuelano Nicolás Maduro, acusou na quinta-feira os Estados Unidos (EUA) de prometerem contrapartidas …

Bispo italiano sugeriu a padre que pagasse 20 mil euros a vítima de pedofilia

O bispo católico de Como, em Itália, afirmou ter sugerido a um jovem padre suspeito de pedofilia que pagasse 20 mil euros à suposta vítima para encerrar uma investigação interna ao caso ocorrido numa residência …

Governo reforça financiamento de projetos LGBTI com 50 mil euros

O Governo vai reforçar em 50 mil euros o financiamento de projetos de organizações que atuem na defesa dos direitos das pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo (LGBTI), anunciou o gabinete da secretária de …

CDS pede ao Governo "um plano de desconfinamento controlado, à inglesa"

Francisco Rodrigues dos Santos quer que o Executivo apresente um plano de desconfinamento que permita a retoma da atividade de alguns setores. Esta sexta-feira, o presidente do CDS-PP insistiu na necessidade de o Governo apresentar um …

Para os idosos que estão em lares, visitar a família sem isolamento poderá acontecer em maio

A CNIS estima que, com todos os idosos residentes em lares vacinados, maio possa ser o mês da libertação depois de mais de um ano de pandemia, confinamentos e restrições apertadas. DGS diz que orientações …