Ferro Rodrigues tentou “abafar” auditoria que revela ilegalidades no Parlamento

Tiago Petinga / Lusa

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues

Ferro Rodrigues, o presidente da Assembleia da República, ficou “furioso” com a divulgação das conclusões da auditoria do Tribunal de Contas que aponta várias ilegalidades e irregularidades no Parlamento.

A auditoria realizada pelo Tribunal de Contas (TdC) às finanças da Assembleia da República (AR) concluiu que os deputados recebem um Seguro de Saúde ilegal, apontando ainda diversas irregularidades e o risco de fraude fiscal, nomeadamente com pagamentos indevidos de viagens a deputados, o controlo desadequado das presenças e a desactualização de dados no âmbito das moradas de residência.

A divulgação do relatório na semana que findou deixou Ferro Rodrigues “furioso” como aponta o semanário Sol, frisando que o presidente da AR pretendia “abafar” o documento, pelo menos até à “conferência de líderes que antecipou as respostas às recomendações dos conselheiros” do TdC.

O documento do TdC estará a ser analisado pelo Ministério Público que pode vir a abrir um processo de inquérito, segundo o Sol.

Nesta sexta-feira, Marcelo Rebelo de Sousa deixou elogios a Ferro Rodrigues, referindo que o presidente da AR fez uma “intervenção muito clara e corajosa” sobre a polémica do registo de presenças no Parlamento.

No final de uma cerimónia no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, o Presidente da República realçou “como é fundamental o papel central do Parlamento na democracia portuguesa” e defendeu que foi precisamente isso que Ferro Rodrigues transmitiu aos portugueses com a sua intervenção.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. Um indivíduo coerente na rapidez de acção. Parabéns!
    .
    Muito lesto a encontrar o autor moral dos ataques à Academia de Alcochete, que pertence a apenas um clube de futebol, e depois, e segundo esta notícia, também muito lesto a abafar as ilegalidades e irregularidades cometidas num órgão de soberania, que supostamente pertence e representa toda uma Nação.
    .
    Chamem a Ana Gomes, que sendo do mesmo partido, talvez tenha a mesma lata para lhe repetir alto e bom som, aquilo que gritou ao PM de Malta: VERGONHA, VERGONHA!

  2. Esta corja devia ter vergonha. Porque razão não há controle e cada um faz o que quer e rouba para seu lado? Tudo culpa dessa quadrilha que nos representa e nos rouba. Depois vem o feijão frade ainda apoiar esse trambolho como se tivesse algum mérito. Pela vontade dele tinha sido tudo abafado. É pena o Tribunal de Contas não ser um tribunal a sério. Tudo não passará de um “faz de conta” e tudo ficará como dantes, quartel em Abrantes. A conversa desse feijão frade faz-me lembrar a do almeida santos, quando um dia um da mesma quadrilha (44?) aumentou fortemente os impostos e a austeridade e depois esse, que já foi para o Inferno, ainda veio dizer que tinha tido muita coragem.

  3. Não deixa de ser muito grave, até porque se trata do Presidente da Assembleia, que Ferro Rodrigues tenha tentado abafar a auditoria às ilegalidades.

  4. mas alguém espera algo diferente desta gentinha, uns protegem os outros (o sr PR deveria ter vergonha na cara) e este sr nem sequer deveria ocupar o lugar que ocupa, este sr afirmou algo como “estou-me cagando para o segredo de justiça”, ou seja está-se a cagar para a República, para as leis do país, para todos nós quando os segredinhos e interesses desta corja ficam em perigo.
    https://www.youtube.com/watch?v=8FPLhDFaylc

    no vídeo acima ficam a saber quem actualmente nos desgoverna.

  5. O Dr. Paulo Morais foi à AR corajosamente chamar aquela corja de gatunos e corruptos, na cara deles e ninguém o processou!

  6. O mal é nosso, somos demasiado mansos, comparado com outros. Triste cena, dos deputados que se protegem, e se governam bem.Corrupçao imensa, num Pais pobre; impoem impostos como o petrolifero e ninguem protesta, deve ser para dar para estes abonos, ilegais, imaginarios etc etc. Acho que cada Povo, se calhar, tem o governo que merece e mais nao digo.

  7. Ferro Rodrigues tenha tentado abafar a auditoria às ilegalidades, é natural que assim aconteça pois também abafou o caso da CASA PIA

  8. Pena que os atentados sejam nós locais onde há civis inocentes era bom que houvesse um bem certeiro e caísse bem no centro do parlamento em dia que estivessem todos estes cromos e abutres lá dentro morte a todos… Só uma limpeza a bomba nos safava desta Ceita de fdp

  9. Se os partidos não ensinarem e incentivarem com o (MAU)exemplo, como irão ter seguidores?
    Foram os miúdos, foram os outros “abafanços” e agora mais esta presidencial vergonha, SEM VERGONHA.

  10. O Sr. Ferro Rodrigues já devia ter percebido que os tempos são outros, apesar da sua provecta idade. Essa provecta idade que já lhe permitiu ter a sabedoria (se fosse inteligente) para perceber que hoje nada se esconde e tudo se sabe. Qualquer ilegalidade (e ao que parece são muitas) deve ser punida. Assim como os últimos responsáveis, ou seja o Presidente da AR e os líderes das bancadas.

    Chegámos ao triste, mas prometedor, momento em que não é o estado a vigiar e fazer cumprir o povo, mas o povo que tem vigiar os representantes desse estado. E O Sr. PR, por quem tenho estima pelo trabalho e esforço que tem feito em prol do povo, não pode pôr-se ao lado dos amigos só por fidelidade e amizade, quando estes têm deveres e obrigações a cumprir.

RESPONDER

Federação Portuguesa de Futebol condena jogadores por viciação de resultados

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol condenou dois futebolistas e dois treinadores por manipulação de resultados no âmbito do caso "Jogo Duplo". O Público chama-lhe "uma decisão histórica". No âmbito do caso "Jogo …

Diferendo entre Galp/REN e ERSE pode custar 179 milhões de euros aos consumidores

As empresas de gás da Galp e da REN Portgás voltaram a impugnar as tarifas reguladas publicadas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) e avançaram com o décimo processo judicial. Caso vençam, os clientes …

Salário mínimo de 700 euros "é perfeitamente razoável", diz líder da CIP

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, considerou que é "perfeitamente razoável" que o salário mínimo nacional (SMN) alcance os 700 euros durante a próxima legislatura. “Parece-me tão razoável como pode parecer outro …

Descoberto caminho de peregrinos mandado construir por Pôncio Pilatos em Jerusalém

Um caminho em pedra que terá sido usado há cerca de 2000 anos por peregrinos e mandado construir por Pôncio Pilatos foi descoberto perto do Monte do Templo, em Jerusalém, com uma centena de moedas …

Canadá. Trudeau luta por segundo mandato depois de meses de casos polémicos

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, corre o risco de perder a maioria nas legislativas de segunda-feira, tornando-se o primeiro chefe de governo canadiano apoiado por uma maioria parlamentar a falhar a reeleição desde 1935. Para …

Exumação de Francisco Franco já tem data marcada

Os restos mortais do ditador espanhol serão trasladados, esta quinta-feira, da Basílica do Vale dos Caídos, em Madrid, para o cemitério Pardo, nos subúrbios da capital espanhola. Em comunicado, o Governo espanhol adianta que, esta quinta-feira, …

"Sabe a muito pouco." Costa não tem "um Governo de combate"

No habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes disse que o novo Governo de António Costa não é novo, mas antes um "remodelação do anterior". "O primeiro erro político de António Costa" é, para …

A terceira eliminatória da Taça de Portugal deixou a sua "elite" ainda mais reduzida

Sete equipas da I Liga de futebol tombaram na terceira eliminatória da Taça de Portugal. A próxima ronda vai ter mais equipas do Campeonato de Portugal do que da "elite". A terceira eliminatória da Taça de …

Brexit volta a jogar-se no Parlamento. Presidente dos Comuns poderá travar nova votação

O Governo britânico, liderado pelo primeiro-ministro Boris Johnson, vai tentar aprovar o acordo alcançado para o Brexit no Parlamento esta segunda-feira, mas o Presidente da Câmara dos Comuns pode bloquear a nova votação. O sábado passado …

Ministério Público sabia quem era o informador do caso de Tancos (mas não disse a Ivo Rosa)

O Ministério Público pediu ao juiz de instrução Ivo Rosa que autorizasse escutas telefónicas a dois suspeitos de um assalto que ainda não tinha acontecido, mas omitiu um facto. O MP, de acordo com o semanário …