Falta de candidatos a concurso público atrasa obras na ferrovia

Sem candidatos para responder aos concursos públicos, a Infraestruturas de Portugal vai subir o preço destas empreitadas para evitar novos atrasos.

Cinco obras do plano de investimento Ferrovia 2020 não ficarão prontas no prazo previsto porque não há candidatos a responderem aos concursos públicos lançados, este ano, pela Infraestruturas de Portugal. De acordo como o Dinheiro Vivo, a solução passará por subir os preços das empreitadas.

O plano Ferrovia começou há quatro anos, mas tem apenas 5% das obras concluídas. O orçamento total é de 2.171 milhões de euros, e mais de 50% provêm de fundos comunitários ao abrigo do Portugal 2020.

No entanto, apesar de haver financiamento, há atrasos na realização das obras. A linha mais afetada é a do Algarve: a eletrificação dos troços entre Tunes e Lagos e entre Faro e Vila Real de Santo António ficará pronta apenas no terceiro trimestre de 2023, face à anterior previsão de início de 2023.

Segundo o jornal, a IP reconhece que não considerou o tempo necessário para a avaliação de impacte ambiental dos dois troços, mas que estão também a ocorrer “dificuldades dos projetos, do mercado de obras públicas na fase de contratação e na articulação com as autarquias das soluções a desenvolver”, numa apresentação feita na Assembleia da República.

As dificuldades do mercado de obras públicas obrigaram a IP a mudar, novamente, a data de conclusão da eletrificação do troço entre Marco de Canaveses e Régua. Em fevereiro de 2016, a empresa previa que o trabalho ficasse pronto no último trimestre deste ano, mas a revogação do contrato com os projetistas deixou a obra parada. Segundo o Dinheiro Vivo, a nova previsão aponta que os comboios elétricos possam chegar à Régua no final de 2023.

Na linha do Norte também há atrasos. No troço entre Válega e Espinho, por causa de um novo projeto de execução, a renovação integral de via só estará terminada no final de 2023, mais de quatro anos depois do prazo previsto inicialmente.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Julgamento de Rui Pinto arranca dia 4 de setembro

O pirata informático português Rui Pinto vai a julgamento no dia 4 de setembro, escreve a Sábado. O alegado autor do Football Leaks responde por 90 crimes de acesso indevido, violação de correspondência, acesso ilegítimo, …

PCP anuncia voto contra no Orçamento Suplementar

Apesar da abstenção na votação inicial, o PCP anunciou que vai votar contra o Orçamento Suplementar na votação final marcada para esta sexta-feira. "Concluída a votação na especialidade verifica-se que os aspetos negativos da proposta do …

Figura em pedra com mais de dois mil anos descoberta em Miranda do Douro

O acaso colocou a descoberto em Duas Igrejas, no concelho de Miranda do Douro, uma figura zoomórfica que representa um berrão (porco) e que os arqueólogos datam entre os séculos IV e I a.C., foi …

FBI prende Ghislaine Maxwell, ex-namorada de Jeffrey Epstein

A ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi esta quinta-feira detida pelo FBI. A mulher de 58 anos é acusada de ajudar a montar uma rede de tráfico de mulheres. O FBI deteve, esta quinta-feira, Ghislaine …

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …