Cientistas descobrem causas da extinção dos mamutes

Um grupo de cientistas norte-americanos diz que a razão para a extinção dos mamutes foi uma “explosão mutacional” – um aumento acentuado do número de mutações negativas no ADN provocado pela diminuição da espécie.

“Ficamos muito surpreendidos quando encontramos um grande número de mutações prejudiciais nos genomas de mamutes recentemente divulgados por colegas, e encontramos um número semelhante de mudanças negativas no ADN de outros mamutes da Ilha de Wrangel”, disse Rebekah Rogers, da Universidade da Califórnia em Berkeley.

“Esta degeneração rápida é coerente com a teoria que prevê uma forte redução da diversidade genética desses animais”, acrescentou a investigadora.

Até hoje, alguns cientistas acreditam que os mamutes se extinguiram devido às mudanças climáticas, enquanto que alguns paleontólogos defendem que a “contribuição” do homem levou ao desaparecimento desses animais gigantes na Ásia e América. Outros cientistas observaram também indícios de que estes animais poderiam ter morrido de sede.

Rebekah Rogers e o seu colega Montgomery Slatkin dizem ter ficado interessados nos indícios de degenerescência no ADN dos mamutes e decidiram ver a velocidade com que as mutações se acumularam nos últimos mil anos da sua existência na Terra.

No novo estudo, publicado na Biblioteca Pública de Ciência, os cientistas examinaram alguns fósseis de animais que viveram na época do auge de mamutes em Yakutia, na Sibéria, há cerca de 45 mil anos atrás, e de outros que viveram em Chukotka e na Ilha de Wrangel há 4,3 mil anos.

A ameaça secreta da extinção

Ao comparar os genomas dos mamutes uns com os outros, os cientistas observaram várias mutações prejudiciais — “quebras” de genes, genes com grandes áreas remotas do código genético e vários danos leves.

Assim, os especialistas concluíram que o genoma do mamute da ilha de Wrangel continha uma quantidade desproporcional de mutações que se acumularam mais do que era suposto.

Segundo os cientistas, os últimos mamutes da Terra perderam uma grande quantidade de recetores olfativos e os genes associados à síntese de vitaminas e outras moléculas vitais.

Além disso, o pelo dos animais ficou muito mais fino devido à perda do gene FOXQ1 – o que, nas condições polares da Ilha de Wrangel, significou uma maior dificuldade de resistência ao frio.

As peculiaridades na distribuição destas mutações revela que os mamutes sofreram uma espécie de “explosão mutacional” que acelerou a extinção de mamutes e levou à sua morte quando o clima da ilha de Wrangler começou a mudar.

“A população era demasiado pequena, e as más mutações que normalmente seriam eliminadas não foram removidas por causa da redução da espécie”, adiantou Rebekah Rogers.

Os especialistas dizem que, curiosamente, foram observados traços semelhantes no genoma de elefantes indianos, cujo número diminuiu nos últimos anos.

PARTILHAR

RESPONDER

China proíbe a venda de vários modelos de iPhone (e as ações da Apple caem)

As ações da gigante norte-americana Apple sentiram uma queda de 1,7% na bolsa de Nova Iorque depois de o Tribunal de Fuzhou, na China, ter proibido a venda de alguns modelos de iPhone no país. …

Suspeito da morte de Maëlys admite ter filmado agressões sexuais a crianças

O principal suspeito da morte da jovem lusodescendente Maëlys de Araújo admitiu ter filmado agressões sexuais contra a afilhada e a prima, de quatro e seis anos de idade, respetivamente, antes de, alegadamente, matar a …

Preço do bilhete para visitar o Taj Mahal sobe 400% (para os indianos)

Os especialistas alertam que o fluxo de pessoas está a causar danos irreversíveis ao monumento emblemático mais importante da Índia. O preço do bilhete para os visitantes indianos do Taj Mahal foi aumentado em 400%, na …

Morreu Gérman, o último habitante das ilhas Ciés

Germán Luaces Freijeiro, de 54 anos, instalou-se no arquipélago de Cíes, localizado na foz do estuário de Vigo, em meados dos anos 90 e nunca mais se voltou a mudar. Vivia sozinho naquelas ilhas onde acolhia …

Atentado no Mercado de Natal de Estrasburgo faz quatro mortos e nove feridos

Um tiroteio que ocorreu esta terça-feira na cidade francesa de Estrasburgo, no local onde ocorre o Mercado de Natal, fez pelo menos quatro mortos e nove feridos, anunciou a autarquia local. A Câmara Municipal de Estrasturgo …

Galatasaray vs Porto | Eficácia dá vitória e record de pontos

O FC Porto não abranda e somou a 12ª vitória consecutiva em todas as competições. Na deslocação ao terreno do Galatasaray, em jogo da sexta jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, os “dragões” tiveram …

"O luxo do século XXI vai ser o interior de Portugal"

O Turismo está "a cumprir bem" o seu papel no combate ao despovoamento, considera o presidente da Turismo Centro, Pedro Machado, que vaticina que "o luxo do século XXI vai ser o Interior de Portugal". O …

Mãe tenta vender virgindade da filha na Internet por 21 mil euros

Uma mãe pôs à venda a virgindade da filha de 13 anos na Internet por 21.200 euros. A mulher chegou a enviar fotografias de carácter sexual da filha ao comprador, mas não esperava o desfecho …

Há polícias a dormir no carro devido aos preços dos quartos

Sem dinheiro para arrendar quartos, face aos preços praticados, "há polícias a dormir dentro de carros", denuncia o Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP). Acabados de formar na Escola Prática de Polícia, em Torres Novas, os …

António Lobo Antunes lamenta que Portugal e Espanha não sejam o mesmo país

O escritor António Lobo Antunes lamentou que portugueses e espanhóis não sejam cidadãos do mesmo país, numa entrevista dada ao jornal catalão La Vanguardia no âmbito da Feira Internacional do Livro de Guadalajara e publicada …