Cientistas descobrem causas da extinção dos mamutes

Um grupo de cientistas norte-americanos diz que a razão para a extinção dos mamutes foi uma “explosão mutacional” – um aumento acentuado do número de mutações negativas no ADN provocado pela diminuição da espécie.

“Ficamos muito surpreendidos quando encontramos um grande número de mutações prejudiciais nos genomas de mamutes recentemente divulgados por colegas, e encontramos um número semelhante de mudanças negativas no ADN de outros mamutes da Ilha de Wrangel”, disse Rebekah Rogers, da Universidade da Califórnia em Berkeley.

“Esta degeneração rápida é coerente com a teoria que prevê uma forte redução da diversidade genética desses animais”, acrescentou a investigadora.

Até hoje, alguns cientistas acreditam que os mamutes se extinguiram devido às mudanças climáticas, enquanto que alguns paleontólogos defendem que a “contribuição” do homem levou ao desaparecimento desses animais gigantes na Ásia e América. Outros cientistas observaram também indícios de que estes animais poderiam ter morrido de sede.

Rebekah Rogers e o seu colega Montgomery Slatkin dizem ter ficado interessados nos indícios de degenerescência no ADN dos mamutes e decidiram ver a velocidade com que as mutações se acumularam nos últimos mil anos da sua existência na Terra.

No novo estudo, publicado na Biblioteca Pública de Ciência, os cientistas examinaram alguns fósseis de animais que viveram na época do auge de mamutes em Yakutia, na Sibéria, há cerca de 45 mil anos atrás, e de outros que viveram em Chukotka e na Ilha de Wrangel há 4,3 mil anos.

A ameaça secreta da extinção

Ao comparar os genomas dos mamutes uns com os outros, os cientistas observaram várias mutações prejudiciais — “quebras” de genes, genes com grandes áreas remotas do código genético e vários danos leves.

Assim, os especialistas concluíram que o genoma do mamute da ilha de Wrangel continha uma quantidade desproporcional de mutações que se acumularam mais do que era suposto.

Segundo os cientistas, os últimos mamutes da Terra perderam uma grande quantidade de recetores olfativos e os genes associados à síntese de vitaminas e outras moléculas vitais.

Além disso, o pelo dos animais ficou muito mais fino devido à perda do gene FOXQ1 – o que, nas condições polares da Ilha de Wrangel, significou uma maior dificuldade de resistência ao frio.

As peculiaridades na distribuição destas mutações revela que os mamutes sofreram uma espécie de “explosão mutacional” que acelerou a extinção de mamutes e levou à sua morte quando o clima da ilha de Wrangler começou a mudar.

“A população era demasiado pequena, e as más mutações que normalmente seriam eliminadas não foram removidas por causa da redução da espécie”, adiantou Rebekah Rogers.

Os especialistas dizem que, curiosamente, foram observados traços semelhantes no genoma de elefantes indianos, cujo número diminuiu nos últimos anos.

PARTILHAR

RESPONDER

Matteo Salvini considera que pode ser candidato à Comissão Europeia

Matteo Salvini, líder da extrema-direita italiana disse que deveria ser candidato à presidência da Comissão Europeia caso se verifique a vitória de "uma coligação soberanista" nas próximas eleições europeias. “É verdade. Amigos de diferentes países europeus …

Ryanair revela vídeo. Fotografia de tripulantes a dormir no chão foi encenada

Um vídeo divulgado pela Ryanair confirmou que a fotografia dos tripulantes portugueses a dormir no chão foi encenada. A imagem foi denunciada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC). De acordo com …

Jornalista saudita. Arábia transferiu 100 milhões para os Estados Unidos

A Arábia Saudita transferiu 100 milhões de dólares para os EUA nesta terça-feira, no mesmo dia em que o secretário de estado norte-americano Mike Pompeo chegou à capital Riade para discutir os contornos da morte …

Benfica contratou russos para investigar e-mails

O Benfica contratou uma empresa de cibersegurança e um escritório de advogados russos para identificar os responsáveis das empresas onde estão alojados os e-mails confidenciais divulgados pelos blogues anónimos. De acordo com a página de jornal …

Demissão de Rovisco Duarte terá sido imposta por novo ministro da Defesa

Rovisco Duarte apresentou a sua demissão ao ministro da Defesa, tendo sido João Gomes Cravinho quem o "empurrou" para a saída, avança o Observador. Esta quarta-feira de manhã, o Chefe de Estado Maior do Exército, Rovisco …

Centeno pode ter mais 150 milhões para aumentos na função pública

O ministro das Finanças já disse e repetiu que só tem 50 milhões de euros para aumentar os salários da função pública em 2019. No entanto, esta verba faz plano de um plano mais generoso, …

Governo muda as regras do jogo. Reforma antecipada só para quem aos 60 tem 40 anos de descontos

O Governo quer limitar, a partir de outubro do próximo ano, o acesso à reforma antecipada aos trabalhadores que começaram a descontar para a Segurança Social antes dos 20 anos. O Governo vai alterar o regime …

Vistos Gold representam um "sério risco de segurança" para a União Europeia

A comissária europeia da Justiça, Vera Jourova, criticou esta terça-feira os Estados-membros que têm a prática de atribuir 'vistos gold' a cidadãos extracomunitários ricos, instando-os a assegurar que a cidadania europeia não é concedida a …

Espanha em alerta vermelho por uma das piores tempestades da última década

Espanha está em alerta vermelho por causa da aproximação de duas tempestades, uma oriunda do Mediterrâneo e outra do Atlântico. O instituto de meteorologia espanhol prevê acumulação de chuva que pode ultrapassar os 100 litros …

Governo quer substituir manuais gratuitos depois de três utilizações

Os manuais escolares gratuitos, que no próximo ano serão distribuídos a um 1,2 milhões de alunos do 1.º ao 12.º ano, deverão ser utilizados três vezes e depois substituídos por novos, afirmou o secretário de …