Cientistas descobrem causas da extinção dos mamutes

Um grupo de cientistas norte-americanos diz que a razão para a extinção dos mamutes foi uma “explosão mutacional” – um aumento acentuado do número de mutações negativas no ADN provocado pela diminuição da espécie.

“Ficamos muito surpreendidos quando encontramos um grande número de mutações prejudiciais nos genomas de mamutes recentemente divulgados por colegas, e encontramos um número semelhante de mudanças negativas no ADN de outros mamutes da Ilha de Wrangel”, disse Rebekah Rogers, da Universidade da Califórnia em Berkeley.

“Esta degeneração rápida é coerente com a teoria que prevê uma forte redução da diversidade genética desses animais”, acrescentou a investigadora.

Até hoje, alguns cientistas acreditam que os mamutes se extinguiram devido às mudanças climáticas, enquanto que alguns paleontólogos defendem que a “contribuição” do homem levou ao desaparecimento desses animais gigantes na Ásia e América. Outros cientistas observaram também indícios de que estes animais poderiam ter morrido de sede.

Rebekah Rogers e o seu colega Montgomery Slatkin dizem ter ficado interessados nos indícios de degenerescência no ADN dos mamutes e decidiram ver a velocidade com que as mutações se acumularam nos últimos mil anos da sua existência na Terra.

No novo estudo, publicado na Biblioteca Pública de Ciência, os cientistas examinaram alguns fósseis de animais que viveram na época do auge de mamutes em Yakutia, na Sibéria, há cerca de 45 mil anos atrás, e de outros que viveram em Chukotka e na Ilha de Wrangel há 4,3 mil anos.

A ameaça secreta da extinção

Ao comparar os genomas dos mamutes uns com os outros, os cientistas observaram várias mutações prejudiciais — “quebras” de genes, genes com grandes áreas remotas do código genético e vários danos leves.

Assim, os especialistas concluíram que o genoma do mamute da ilha de Wrangel continha uma quantidade desproporcional de mutações que se acumularam mais do que era suposto.

Segundo os cientistas, os últimos mamutes da Terra perderam uma grande quantidade de recetores olfativos e os genes associados à síntese de vitaminas e outras moléculas vitais.

Além disso, o pelo dos animais ficou muito mais fino devido à perda do gene FOXQ1 – o que, nas condições polares da Ilha de Wrangel, significou uma maior dificuldade de resistência ao frio.

As peculiaridades na distribuição destas mutações revela que os mamutes sofreram uma espécie de “explosão mutacional” que acelerou a extinção de mamutes e levou à sua morte quando o clima da ilha de Wrangler começou a mudar.

“A população era demasiado pequena, e as más mutações que normalmente seriam eliminadas não foram removidas por causa da redução da espécie”, adiantou Rebekah Rogers.

Os especialistas dizem que, curiosamente, foram observados traços semelhantes no genoma de elefantes indianos, cujo número diminuiu nos últimos anos.

PARTILHAR

RESPONDER

Vibrações provocadas por "estrelamotos" permitem precisar a idade da Via Láctea

Os tremores estelares registados pelo telescópio espacial Kepler, da NASA, ajudaram a responder a um antigo enigma sobre a idade do "disco espesso" da Via Láctea. Uma equipa de cientistas, liderada por investigadores do Centro de …

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …