Explosão suspeita em complexo de edifícios na Suécia causa mais de 20 feridos

Mais de 20 pessoas ficaram feridas, três delas com gravidade, após uma explosão num complexo de edifícios no centro de Gotemburgo, na Suécia. A polícia está a investigar as causas do incidente e admite a hipótese de um atentado terrorista.

A explosão, cuja origem e localização ainda não foram determinadas, provocou um incêndio por volta das 5 da manhã, horário local (4 da manhã em Lisboa), que obrigou parte dos residentes a saírem das suas casas, informaram os serviços de emergência.

Centenas de pessoas foram evacuadas dos edifícios e há mais de 20 feridos.

O número de pessoas que foram transferidas para um centro hospitalar é de 23, das quais cinco foram de ambulância e três estão gravemente feridas, todas mulheres e com idades entre os 60 e os 80 anos, detalhou o Hospital Universitário Sahlgrenska.

A polícia abriu uma investigação sobre o caso, enquanto no local continuam os trabalhos para apagar o incêndio.

Um morador disse a um jornal sueco que a explosão parece ter tido lugar no pátio interno do complexo, cuja porta foi destruída, conforme transcreve a ABC News.

As autoridades estão a considerar várias teorias, incluindo a possibilidade de uma explosão de gás, mas também um eventual engenho explosivo deixado junto ao portão, como reporta a ABC News.

“Acreditamos que alguma coisa que não tem causas naturais explodiu“, refere o porta-voz da polícia Christer Fuxborg a um jornal sueco, como cita a ABC News.

“Uma explosão numa zona de habitações, ou uma explosão em geral, não têm, normalmente, origens naturais”, refere ainda o chefe das operações de socorro, John Pile, citado pelo Le Figaro.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.