Explosão nuclear dispara radiação. Rússia mantém silêncio e evacua aldeia

A Rússia mantém o secretismo à volta do acidente nuclear, apesar de os dados divulgados detetarem uma grande subida da radiação. Os habitantes de Nyonoksa, perto da zona da explosão, foram convidados a evacuar a aldeia.

Uma explosão num local de testes de mísseis, no extremo norte da região de Arkhangelsk, matou cinco funcionários. O ensaio deixou os níveis de radiação em valores 4 a 16 vezes mais elevados do que o normal, levando a que uma aldeia perto da zona da explosão tivesse de ser evacuada. Os russos estavam a testar um motor a jato de propelente líquido.

“Recebemos uma notificação sobre as atividades planeadas das autoridades militares. Assim sendo, os moradores de Nyonoksa foram convidados a deixar o território da aldeia a partir de 14 de agosto”, disseram as atividades, de acordo com a agência de notícias Interfax.

De acordo com a nota, a equipa da agência nuclear Rosatom estava a fornecer suporte técnico e engenharia para a “fonte de energia isotópica” do motor que estava a ser testado. O local de testes de Nyonoksa, no Mar Branco, é usado para testar mísseis instalados em submarinos e navios nucleares desde a era soviética.

Segundo a agência russa TASS, os médicos que trataram das vítimas do acidente foram enviadas para Moscovo para serem examinadas. Uma fonte anónima revelou que os médicos assinaram um acordo de confidencialidade, de forma a não serem divulgadas informações em relação ao acidente.

O diretor da Rosatom, Alexei Likhachev disse que as vítimas foram “verdadeiros heróis” e que o progresso na criação de novas armas será um tributo a eles.

O Independent diz ainda que as autoridades russas fecharam parte da Dvina Bay, no Mar Branco, para que a recuperação dos destroços do míssil fossem feitos com o maior secretismo possível. Por outro lado, o The Guardian sugere que a água possa estar contaminada.

Vários grupos ambientalistas russos já pediram ao Governo para divulgar mais informações em relação à explosão, mas as autoridades continuam praticamente em silêncio total.

Apesar de não ter sido mencionado qual era o tipo de míssil, os media especulam que se possa tratar do Burevestnik, revelado em março de 2018 por Vladimir Putin. Alegadamente, a arma nuclear tem um alcance ilimitado, permitindo passar pelas defesas do inimigo sem ser detetado.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Ainda bem que foi na democrática Rússia: é inofensivo! Se tivesse sido nos Estados Unidos ou Brasil isso é que era perigoso por causa das ditaduras!

    • Mas esses não são todos amigos?!
      Se dependesse apenas do Bolsonaro ou do Trump, achas que seriam muito diferentes do Putin?
      Claro que, em inteligência, não lhe chegam aos calcanhares…

RESPONDER

Consumo moderado de álcool pode estar associado a um maior risco de cancro

Um novo estudo sugere que até mesmo o consumo leve ou moderado de álcool pode estar associado a um maior risco de cancro. No entanto, as conclusões não são consensuais na comunidade científica. Nem só o …

Fim da guerra comercial à vista. Estados Unidos e China chegam a acordo

Falta apenas a assinatura do presidente dos Estados Unidos para que o entendimento possa pôr um ponto final na guerra comercial entre os Estados Unidos e a China. De acordo com a Bloomberg, os negociadores …

Recuperados seis dos oito corpos das vítimas de erupção de vulcão na Nova Zelândia

Uma equipa militar neozelandesa recuperou esta sexta-feira seis dos oito corpos dos turistas que permaneciam desaparecidos após a erupção, na segunda-feira, do vulcão Whakaari, numa ilha desabitada da Nova Zelândia. A operação, que envolveu oito membros …

Plantas também "gritam" quando estão sob stress

À semelhança do que acontece com o Homem, algumas plantas também podem "gritar" quando enfrentam situações de stress, como a falta de água ou o corte do seu caule, concluíram cientistas da Universidade de Tel …

ESA declara guerra ao lixo espacial com um robô de quatro braços

https://vimeo.com/379011028 A Agência Espacial Europeia (ESA) acaba de assinar um contrato com a startup suíça ClearSpace para levar a cabo tarefas de limpeza de lixo orbital. Em comunicado, a agência espacial aponta que a empresa vai …

O "Asteróide do Apocalipse" está a cuspir rochas para o Espaço

A sonda OSIRIS-REx da NASA chegou ao Bennu, o "Asteróide do Apocalipse", em dezembro de 2018 e, apenas uma semana depois, descobriu algo incomum: o asteróide estava a lançar partículas para o Espaço. A câmara de …

Projeções dão vitória esmagadora de Boris Johnson

O partido Conservador venceu as eleições legislativas no Reino Unido com uma maioria absoluta de 368 deputados, segundo uma sondagem comum divulgada hoje pelas três estações televisivas britânicas BBC, ITV e Sky, segundo a qual …

Encontrada a obra de arte mais antiga da Humanidade

Um grupo de arqueólogos da universidade australiana de Griffith descobriu numa caverna na Indonésia a pintura rupestre de caça mais antiga do mundo, com cerca de 44 mil anos. A investigação, publicada na revista Nature, descreve …

Há uma petição para tornar o "Baby Yoda" num emoji

Mais de 18.500 pessoas assinaram uma petição online, na qual pedem à Apple que transforme o "Baby Yoda", uma das personagens da série The Mandalorian da plataforma de streaming Disney +, num emoji. A petição, …

Milagres e crucificação. Novo videojogo permite encarnar a pele de Jesus Cristo

Um novo videojogo permite aos jogadores viverem a vida de Jesus Cristo. Neste polémico jogo, poderá realizar alguns dos milagres mais célebres da bíblia e até combater contra Satanás. "I Am Jesus Christ" é um novo …