Explosão nuclear dispara radiação. Rússia mantém silêncio e evacua aldeia

A Rússia mantém o secretismo à volta do acidente nuclear, apesar de os dados divulgados detetarem uma grande subida da radiação. Os habitantes de Nyonoksa, perto da zona da explosão, foram convidados a evacuar a aldeia.

Uma explosão num local de testes de mísseis, no extremo norte da região de Arkhangelsk, matou cinco funcionários. O ensaio deixou os níveis de radiação em valores 4 a 16 vezes mais elevados do que o normal, levando a que uma aldeia perto da zona da explosão tivesse de ser evacuada. Os russos estavam a testar um motor a jato de propelente líquido.

“Recebemos uma notificação sobre as atividades planeadas das autoridades militares. Assim sendo, os moradores de Nyonoksa foram convidados a deixar o território da aldeia a partir de 14 de agosto”, disseram as atividades, de acordo com a agência de notícias Interfax.

De acordo com a nota, a equipa da agência nuclear Rosatom estava a fornecer suporte técnico e engenharia para a “fonte de energia isotópica” do motor que estava a ser testado. O local de testes de Nyonoksa, no Mar Branco, é usado para testar mísseis instalados em submarinos e navios nucleares desde a era soviética.

Segundo a agência russa TASS, os médicos que trataram das vítimas do acidente foram enviadas para Moscovo para serem examinadas. Uma fonte anónima revelou que os médicos assinaram um acordo de confidencialidade, de forma a não serem divulgadas informações em relação ao acidente.

O diretor da Rosatom, Alexei Likhachev disse que as vítimas foram “verdadeiros heróis” e que o progresso na criação de novas armas será um tributo a eles.

O Independent diz ainda que as autoridades russas fecharam parte da Dvina Bay, no Mar Branco, para que a recuperação dos destroços do míssil fossem feitos com o maior secretismo possível. Por outro lado, o The Guardian sugere que a água possa estar contaminada.

Vários grupos ambientalistas russos já pediram ao Governo para divulgar mais informações em relação à explosão, mas as autoridades continuam praticamente em silêncio total.

Apesar de não ter sido mencionado qual era o tipo de míssil, os media especulam que se possa tratar do Burevestnik, revelado em março de 2018 por Vladimir Putin. Alegadamente, a arma nuclear tem um alcance ilimitado, permitindo passar pelas defesas do inimigo sem ser detetado.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Ainda bem que foi na democrática Rússia: é inofensivo! Se tivesse sido nos Estados Unidos ou Brasil isso é que era perigoso por causa das ditaduras!

    • Mas esses não são todos amigos?!
      Se dependesse apenas do Bolsonaro ou do Trump, achas que seriam muito diferentes do Putin?
      Claro que, em inteligência, não lhe chegam aos calcanhares…

RESPONDER

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …

Descobertas sete novas aranhas-pavão. E uma parece um quadro de Van Gogh

Foram encontradas sete novas espécies de aranha do género Maratus. E há uma que se destaca por se parecer com "A Noite Estrelada", famoso quadro de Vincent Van Gogh. Nos últimos anos, as aranhas-pavão (do género Maratus) …

Estado de emergência no México suspende produção de cerveja Corona

Nem toda a publicidade é boa publicidade. Que o diga a cerveja mexicana Corona que, em tempos de pandemia, partilha o nome com o vírus de que já ninguém quer ouvir falar. Segundo o jornal The …

Gás natural pode transformar Moçambique no "Qatar de África" (se os jihadistas deixarem)

A descoberta de gás natural em Moçambique é vista como uma grande esperança para o país que, à boleia dos avultados investimentos que está a receber de grandes multinacionais, sonha tornar-se no "Qatar de África". …

Afinal, os 1.000 ventiladores doados por Elon Musk podem não ser completamente inúteis

Elon Musk, CEO da Tesla, doou mil ventiladores do tipo errado a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Agora, afinal, os ventiladores vão poder ser usados em casos de …

Cientistas preveem quatro grandes furacões no Atlântico em 2020

Cientistas da Universidade Estadual do Colorado, nos Estados Unidos, preveem que se formem quatro grandes furacões no Oceano Atlântico em 2020. De acordo com os especialistas, estes quatro furacões serão de categoria 3 a 5 na …

Neymar doa 870 mil euros para luta contra a pandemia no Brasil

O futebolista internacional brasileiro Neymar doou cerca de 870 mil euros para a luta contra a pandemia covid-19 no seu país, revelou esta sexta-feira o canal SBT. Segundo a estação de televisão brasileira, o contributo de …

França confiscou quatro milhões de máscaras destinadas a Espanha e Itália

As autoridades francesas apreenderam quatro milhão de máscaras que uma empresa sueca transportava da China para a Espanha e Itália no início do mês. A disputa diplomática foi revelada na quarta-feira pela revista francês L'Express. Segundo …

Sobe para 52 o número de elementos da PSP infetados

Subiu esta sexta-feira para 52 o número de elementos da PSP infetados com covid-19, revelou esta força de segurança, dando conta que está a ser assegurado apoio psicológico a todos os polícias com 30 profissionais. Em …

A curvatura do espaço-tempo vai ajudar o WFIRST a encontrar exoplanetas

O WFIRST (Wide Field Infrared Survey Telescope) da NASA irá procurar planetas para lá do nosso Sistema Solar na direção do centro da nossa Galáxia, a Via Láctea, onde estão a maioria das estrelas. O …