Explosão em fábrica de pirotecnia destruiu família (6 mortos confirmados)

Nuno André Ferreira / Lusa

Quatro pessoas morreram hoje na sequência de várias explosões numa fábrica de pirotecnia

Várias explosões numa fábrica de pirotecnia em Lamego fizeram oito vítimas.

Aumentou para seis o número de mortes confirmadas depois da explosão numa fábrica de pirotecnia em Avões, Lamego, no distrito de Viseu. Ainda há duas pessoas desaparecidas nos escombros num acidente que vitimou um total de 8 pessoas, seis das quais da mesma família.

A família Egas Sequeira, que era proprietária da fábrica de pirotecnia que explodiu, em Avões, nesta terça-feira, 4 de Abril, está destroçada depois do acidente fatal. Seis das oito vítimas do acidente pertencem a esta família e a tragédia só não foi maior porque a “mulher e uma das filhas do proprietário tinham saído do paiol minutos antes”, refere o Diário de Notícias.

Entre as vítimas mortais confirmadas estão Egas Sequeira, o dono da fábrica, a filha Susana e o genro Samuel. Os funcionários Vítor Costa e David Miguel terão também morrido. A identidade da sexta vítima ainda não foi divulgada.

Entre os desaparecidos estão o genro do dono da fábrica, Joaquim Pereira que era casado com Susana, e a sobrinha de Egas Sequeira, Ana Sofia Baptista.

“Os corpos estão irreconhecíveis”

A esposa de Vítor Costa, uma das vítimas mortais da explosão, conta à TSF que “rebentou tudo ao mesmo tempo”. “Os corpos estão irreconhecíveis, (os bombeiros) não sabem dizer quem são”, lamenta Fernanda Costa.

Setenta e cinco operacionais continuam no terreno “a fazer pesquisas numa área bastante grande”, revela o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, citado pela Lusa.

“A explosão foi de uma dimensão fora do normal e obriga a que tenha de ser batida uma área bastante grande para tentarmos ver se encontramos as pessoas desaparecidas”, refere o governante.

O Diário de Notícias adianta que o perímetro das buscas foi alargado dos 600 para os 800 metros, depois de a sexta vítima ter sido encontrada “a 200 metros do local da explosão”.

Autoridade para as Condições de Trabalho está a investigar

A Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) informou que já está a decorrer um inquérito à explosão que deixou a fábrica totalmente destruída.

Os bombeiros retomaram nesta quarta-feira de manhã trabalhos de pesquisa, procura e levantamento para perceber as causas do acidente. E a Polícia Judiciária também já foi chamada a investigar o caso.

No local estão também elementos dos Institutos de Medicina Legal de Coimbra e do Porto para proceder à identificação dos corpos.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, solidarizou-se com as famílias das vítimas e já está em Lamego, onde expressou “o pesar de todos os portugueses” pelo acidente que define como “uma desgraça”.

O primeiro-ministro António Costa expressou as condolências à família através do Twitter, notando que já telefonou ao presidente da Câmara Municipal de Lamego a lamentar o incidente e a disponibilizar “todo o apoio necessário” do governo.

A Câmara de Lamego anunciou ter decretado três dias de luto municipal pelas vítimas da explosão.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Penso que além do que já se fez há ainda muito a fazer no que toca a segurança nesta arte e até no hábito dos portugueses no lançamento de foguetes quanto a mim coisa desnecessária e perigosa e para que não tenhamos de andar toda a vida a lamentar mortes desnecessárias.

  2. Concordo plenamente Sr. Vasco, é uma arte perigosa a pirotecnia, há grandes riscos de morte em diversos lugares nessa produção, a fiscalização deve ser com maior rigor, para evitar outros acidentes.

RESPONDER

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …