Praticar exercício físico ao frio pode ajudar a queimar gordura com mais facilidade

Um novo estudo descobriu que enfrentar o frio pode ser uma boa maneira de ajudar a queimar calorias. O tamanho da amostra pode ser pequeno, mas a pesquisa sugere que a temperatura ambiente durante o exercício pode ter uma grande influência no metabolismo.

A pesquisa foi realizada por cientistas da Universidade Laurentian e concentrou-se no treino de alta intensidade, também conhecido como HIIT, onde exercícios curtos e intensos são intercalados com sessões de baixa intensidade.

A popularidade deste formato cresceu recentemente devido aos benefícios na queima de gordura. Agora, a equipa começou a explorar de que forma a temperatura ambiente pode influenciar e ajudar a trazer mais resultados.

Os investigadores analisaram pesquisas anteriores que demonstram como os exercícios de HIIT são benéficos para o metabolismo lipídico, ou a quebra e armazenamento de gorduras. Um outro fator relevante que foi descoberto foi o facto de a temperatura ambiente ser um ponto importante no metabolismo durante o exercício e depois, no período de repouso. Isso levou a equipa a elaborar um estudo que investiga de que forma o HIIT, o metabolismo e a temperatura ambiente podem estar relacionados.

O estudo, publicado no Journal of Applied Physiology a 3 de dezembro, envolveu 11 adultos ativos, mas com excesso de peso, que participaram em duas sessões de HIIT com o intervalo de uma semana.

Um deles foi realizado num ambiente “termo-neutro” com temperaturas por volta dos dos 21°C, e o outro com uma temperatura de cerca de 0°C. As sessões consistiam em dez sprints de ciclismo com 90% de esforço e com uma duração de um minuto cada, seguidos por períodos de 90 segundos de “recuperação” de ciclismo com 30% de intensidade.

Após cada sessão, os participantes pedalaram ou caminharam suavemente, comeram uma barra nutricional antes de dormir e tomaram um pequeno-almoço com alto teor de gordura na manhã seguinte.

Durante as sessões, os cientistas monitorizaram a temperatura da pele, a temperatura corporal central, a frequência cardíaca, a quantidade de oxigénio, os níveis de glicose, o oxigénio geral, os níveis de dióxido de carbono e os níveis de troca gasosa. Também foram recolhidas amostras de sangue para ajudar a calcular as taxas de queima de gordura.

“O estudo descobriu que exercícios de alta intensidade no frio aumentaram a oxidação de lipídios em 358% durante a sessão de exercícios, em comparação com exercícios de alta intensidade num ambiente termo-neutro”, escreveu a equipa.

Como avança o New Atlas, apesar das conclusões apresentadas, a ideia de que as temperaturas mais frias podem ajudar a queimar mais gordura durante o exercício precisa de uma investigação mais detalhada, embora o estudo indique que esta é uma possibilidade que vale a pena estudar.

Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Alto funcionário da EMA sugere deixar de administrar vacina da AstraZeneca

Um alto funcionário da Agência Europeia do Medicamento (EMA) disse numa entrevista, este domingo, que seria melhor deixar de administrar a vacina da AstraZeneca a todos os grupos etários quando houver alternativas disponíveis. Marco Cavaleri, responsável …

707 casos de covid-19 e duas mortes em Portugal. Maior número de internados desde abril

Portugal registou este domingo mais duas mortes e 707 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Uma das duas mortes por covid-19 registadas este domingo em …

Líderes do G7 apresentam alternativa à Nova Rota da Seda. China já respondeu

Os líderes do G7 acordaram, este sábado, lançar a iniciativa "reconstruir melhor para o mundo" para "responder às tremendas necessidades nos países de renda média e alta", anunciou a Casa Branca, em comunicado. O plano, dirigido …

Eriksen continua hospitalizado, mas já enviou cumprimentos aos colegas

O jogador dinamarquês, vítima de um súbito problema cardíaco este sábado, durante o jogo com a Finlândia, mantém-se hospitalizado num estado estável, revelou a Federação Dinamarquesa de Futebol (DBU). "Esta manhã, falámos com Christian Eriksen, que …

Marcelo afasta retrocesso no desconfinamento. SNS "sem pressão grave"

O Presidente da República afastou, este sábado, um retrocesso no desconfinamento a nível nacional, alegando que os serviços de saúde estão longe de uma pressão grave. Marcelo Rebelo de Sousa assumiu esta posição no final de …

Venezuela com 11 casos de covid-19 na véspera do jogo com o Brasil

A seleção venezuelana de futebol chamou 15 novos jogadores para a Copa América, depois de vários elementos da comitiva, entre os quais jogadores, estarem infetados com o coronavírus. Depois de a Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol) …

Rui Pereira demite-se da Mesa da Assembleia-Geral do Benfica em choque com Vieira

Rui Pereira demitiu-se do cargo de presidente da Mesa de Assembleia-Geral (MAG) do Benfica, por sentir que não tem o apoio dos corpos sociais na marcação de uma reunião magna extraordinária. Numa carta enviada ao presidente …

Rui Moreira recandidata-se à Câmara Municipal do Porto

O atual presidente da Câmara Municipal do Porto vai recandidatar-se à presidência da autarquia para um terceiro mandato, confirmou, este domingo, o presidente da direção da associação cívica – Porto, o Nosso Movimento. "É com enorme …

Cancelo testou positivo à covid-19 e será substituído por Dalot

Diogo Dalot vai substituir João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, nos convocados de Portugal, a dois dias da estreia no Euro 2020, informou, este domingo, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "Diogo Dalot, internacional …

Já é possível prever quais as mulheres que poderão ter complicações graves na gravidez

Os métodos atuais para diagnosticar complicações numa gravidez não são sensíveis nem confiáveis ​​o suficiente para identificar todas as gestações de risco. Agora, cientistas descobriram uma forma de testar os níveis hormonais na placenta para …