Ex-presidente do parlamento do Brasil condenado a 15 anos de prisão por corrupção

Antônio Cruz / Agência Brasil

Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados brasileira

Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados brasileira

O antigo presidente da câmara baixa (parlamento) do Brasil, Eduardo Cunha, que desempenhou uma função crucial na controversa destituição da ex-Presidente Dilma Rousseff, foi hoje condenado a 15 anos de prisão por corrupção.

A decisão do juiz anticorrupção Sérgio Moro foi anunciada pelo procurador de Curitiba (sul), no âmbito de um vasto inquérito sobre a rede de pagamentos ilícitos que envolvem o gigante petrolífero Petrobras.

Eduardo Cunha, membro do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), formação a que pertence o atual Presidente da República, Michel Temer, que sucedeu no final de agosto a Dilma Rousseff, foi detido em outubro de 2016.

Cunha, todo-poderoso até há poucos meses, foi suspenso a 05 de maio das suas funções pelo Supremo Tribunal Federal.

Este deputado evangélico ultraconservador, de 58 anos, foi acusado de “mentir” aos seus pares, após negar possuir contas bancárias na Suíça, alimentadas por milhões de reais correspondentes a subornos pagos à margem dos contratos da Petrobras no estrangeiro, segundo indicaram os investigadores.

Personagem extremamente influente, e que federou os setores mais conservadores do parlamento, Cunha representava a “ala dura” do PMDB.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Fugitivo promete entregar-se se tiver 15.000 "gostos". Polícia dos EUA aceita

A Polícia de Connecticut, nos Estados Unidos, informou esta quarta-feira que um fugitivo com vários mandados de prisão concordou entregar-se, mas com uma condição insólita: arrecadar 15.000 "gostos" no Facebook. De acordo com a Esquadra …

Há um pequeno satélite a revolucionar o setor espacial. Chama-se CubeSat

Apesar das pequenas dimensões do CubeSat, o satélite é capaz de efeitos extraordinários que estão a revolucionar o setor espacial. Os avanços da microeletrónica das últimas décadas permitiram desenvolver sistemas espaciais eficazes, de forma mais rápida …

Guardiola já terá chegado a acordo com a Juventus

O treinador espanhol Pep Guardiola já terá chegado a acordo com a Juventus para ser o próximo treinador dos bianconeri, avança a agência italiana AGI.  De acordo com a mesma fonte, Guardiola, de 48 anos, prepara-se …

Porto quer declarar guerra às gaivotas. "É uma questão de saúde"

Vários organismos reclamam que é necessário tomar medidas para controlar o excesso de gaivotas nas zonas urbanas, que se tem tornado num problema de saúde pública. São várias as queixas na zona do Porto por incidentes …

Esta cigarra é a mais ameaçada em Portugal. Só existe em dois ou três sítios do Alentejo

A Euryphara contentei - há quem lhe chame só cigarrinha e há quem diga cigarrinha-verde - resiste apenas em alguns locais exíguos da planície alentejana. É a mais ameaçada das 13 espécies de cigarras que …

EUA anunciam ajuda de 16 mil milhões de dólares a agricultores prejudicados pela disputa comercial com a China

A administração Trump disponibilizará 16 mil milhões de dólares (cerca de 14 mil milhões de euros) para manter os agricultores à tona durante a guerra comercial entre os Estados Unidos (EUA) e a China, anunciou …

Perdeu a família e foi violada. Quase duas décadas depois, recebeu a maior indemnização de sempre na Índia

Na primavera de 2002, uma jovem de 19 anos, grávida de cinco meses, foi violada por 11 homens que lhe mataram a família. Teve que fingir-se de morta para escapar. Agora, 17 anos depois, o …

Ivo Rosa questiona legalidade de provas da ​Operação Marquês

O juiz de instrução criminal da Operação Marquês, Ivo Rosa, tem dúvidas sobre a legalidade de algumas provas recolhidas na investigação, tendo assinado um despacho que enviou para os advogados dos arguidos para se pronunciarem. Segundo …

"Desprezo" do Governo terá "consequências terríveis" no futuro, avisa Fenprof

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, argumentou que o Governo “desrespeita, desvaloriza e até chega a manifestar desprezo pelos professores”, o que terá “consequências terríveis para o futuro”, como a falta de docentes. “O que temos …

Berardo admite que se excedeu no Parlamento. "Tenho servido de bode expiatório"

O empresário José Berardo, mais conhecido por Joe Berardo, admitiu esta quinta-feira que se excedeu durante a sua audição na comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos, mas disse que não tinha a …