Ex-porta-voz da PJ Militar colocou apartamento das Forças Armadas no Airbnb

Paulo Cunha / Lusa

Guarita abandonada no complexo militar de Tancos

O ex-porta-voz da PJ MIlitar, Vasco Brazão, terá colocado no Airbnb para utilização como alojamento local um apartamento do Instituto de Ação Social das Forças Armas (IASFA) que estaca arrendada ao seu filho.

Vasco Brazão, que investigou o roubo de armas em Tancos e que está detido no âmbito da Operação Húbris, tinha uma casa das Forças Armadas arrendada para o filho, mas colocou-a no Airbnb para fazer dinheiro. A notícia é avançada pela TSF, que cita um relatório do Instituto de Ação Social das Forças Armadas (IASFA).

A casa, localizada na Rua da Aliança Operária, na Ajuda, em Lisboa, estava supostamente arrendada ao filho do antigo porta-vos da Polícia Judiciária Militar para habitação própria.

“O Instituto de Ação Social das Forças Armadas recebeu uma denúncia de que um fogo habitacional arrendado ao Senhor Vasco de Almeida Esteves Cavaleiro Brazão (filho do Major Vasco Cavaleiro Cunha Brazão), para habitação própria, na Ajuda, estava a ser utilizado para alojamento local, com violação da finalidade constante do respetivo contrato”, lê-se na nota do Ministério da Defesa.

No entanto, o imóvel foi colocado pelo oficial na plataforma Airbnb, segundo o IASFA, que poderá agora pedir uma indemnização por arrendamento ilegal daquele apartamento do Estado.

Segundo a TSF, o arrendatário mostrou-se surpreendido, remetendo as explicações para o pai. O major Vasco Brazão confirmou que o filho “não estava a par da situação”, porque não habitava naquele apartamento, situado na Rua Aliança Operária.

A denúncia foi apresentada por um dos inquilinos do prédio e, na sequência desta investigação, o filho do major denunciou o contrato a 1 de outubro, comprometendo-se a entregar o apartamento no final do mês.

O IASFA está agora a estudar se avança ou não com um pedido de indemnização aos responsáveis pelo arrendamento ilegal do apartamento que pertence ao Estado.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Pois, mais do mesmo…
    É porque passei uma vida inteira a ver que a coisa pública é muito mal gerida que acho que quanto mais pequena for a coisa pública melhor ficamos. Pelo menos são menores as oportunidades paga roubos, desvios, má gestão, compadrios, cunhas e afins…

    • Valente Pois!!!
      Finalmente alguém que concorda comigo, porque neste país, quanto mais estado temos, mais gatunagem e corruptos temos à pendura de nós todos que pagamos (cada vez mais) impostos.
      Quando digo que o estado deveria ser o mais pequeno possível, apenas para cumprir o estritamente necessário, há muita gente que fica chocada e diz que, pelo contrário, deveria aumentar.
      No entanto, ninguém faz contas ao que pagamos de impostos e ao que temos em troca, que é cada vez menos…
      Esse dinheiro todo que circula pelo “estado”, infelizmente só serve para alimentar a pandilha e os amigos, não é para servir o País ou os cidadãos!!!

Ucrânia quer aderir à NATO. Rússia opõe-se, mas EUA apoiam

O ministro da Defesa da Ucrânia anunciou esta terça-feira que pretende iniciar o processo de adesão à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla em inglês) no próximo ano, apesar da oposição de …

Abstenção do PCP no OE serve para "evitar" crescimento das forças "antidemocráticas", diz João Oliveira

O líder parlamentar dos comunistas, João Oliveira, indiciou que a "arrumação" da direita, com o aparecimento do Chega e da Iniciativa Liberal (IL), pesou na definição da estratégia política do PCP, embora não "condicione" o partido. Na …

"Bolhas domésticas" e celebrações online. As sugestões de Bruxelas para o Natal

A Comissão Europeia pediu esta quarta-feira aos países da União Europeia (UE) para definirem “critérios claros” relativamente ao Natal, devendo estipular um número máximo de pessoas por ajuntamento, incentivar “bolhas domésticas” para passar as festividades …

PSD ouviu empresários em greve de fome e apela a Governo que os receba

O líder do grupo parlamentar do PSD apelou esta quarta-feira ao Governo para que receba os empresários da restauração e da animação noturna em greve de fome em frente ao Parlamento, depois de se ter …

China acusada de violar sanções à Coreia do Norte. EUA oferecem recompensa de 5 milhões

A China está a ser acusação de uma “violação flagrante” da obrigação de aplicar sanções internacionais à Coreia do Norte. Os Estados Unidos estão a oferecer uma recompensa de cinco milhões de dólares por informações. De …

Fabricante de aeronaves Embraer revela ter sido vítima de ataque informático

A fabricante aeronáutica brasileira Embraer informou esta terça-feira, em comunicado, que sofreu um ataque informático aos seus sistemas. A Embraer frisou, em comunicado divulgado aos acionistas, que o ataque “resultou na divulgação de dados supostamente atribuídos …

Filho de Michael Schumacher ascende à Fórmula 1 em 2021

O alemão Mick Schumacher, filho do antigo piloto Michael Schumacher, ascende à Fórmula 1 na próxima temporada, para pilotar um dos carros da escuderia Haas, anunciou esta quarta-feira a equipa norte-americana. Atual líder do campeonato de …

Costa diz que ilegalização do Chega não é resposta, mas sim solucionar problemas

O primeiro-ministro considerou esta terça-feira que a resposta política mais eficaz ao Chega não passa pela sua ilegalização, mas por solucionar os problemas sociais que alimentam o populismo e explicam a existência do partido. António Costa …

Após atropelamento que fez 5 mortos na Alemanha, polícia exclui hipótese de terrorismo

O condutor que ontem provocou cinco mortes ao atropelar várias pessoas numa zona pedonal, em Trier, mostra sinais de "distúrbios psiquiátricos", afirmou o procurador dessa cidade do oeste da Alemanha, com a polícia a descartar …

Sonangol admite sair do Millennium BCP se surgir uma "boa oportunidade"

A petrolífera angolana Sonangol, segundo maior acionista do Millennium BCP com cerca de 20%, admitiu aproveitar alguma “boa oportunidade” que surja para vender a sua participação. A informação foi transmitida pela Sonangol de Sebastião Gaspar Martins, …