“Lamento profundamente.” Ex-diretor da BBC pede desculpas ao Príncipe William pela entrevista com Diana

Tony Hall, ex-diretor geral da BBC, lamentou “profundamente a dor” que a entrevista feita em 1995 a Diana de Gales causou ao príncipe William.

O ex-diretor geral da rede BBC Tony Hall expressou, esta terça-feira, “profundo pesar” ao príncipe William pela “dor” causada pela entrevista feita em 1995 à sua mãe, Diana de Gales.

O duque de Cambridge emitiu recentemente uma declaração criticando duramente a estação pelos métodos usados pelo jornalista Martin Bashir, como documentos bancários falsos, e o efeito psicológico que a princesa sofreu após a entrevista, transmitida em 1995.

Falando perante a comissão parlamentar de Cultura, Hall, que liderou em 1996 uma investigação sobre o trabalho de Bashir, disse que não falou diretamente com o duque, filho do príncipe Carlos e neto da Rainha Isabel II, para expressar os remorsos.

“Fizemos o que pensámos ser a coisa certa a fazer na altura, investigando Martin Bashir não uma, mas duas vezes. Tenho um respeito enorme pelo príncipe [William], trabalhei com ele em várias coisas e lamento profundamente a dor que isto lhe causou”, afirmou aos deputados.

Questionado pelos membros da comissão sobre se havia falado com o príncipe, Hall disse que gostaria de testemunhar perante o Parlamento antes de decidir sobre os seus próximos passos.

Hall era chefe de redação da BBC na altura da entrevista e foi responsável por uma investigação interna em 1996 sobre como Bashir conseguiu a entrevista antes de assumir as funções de presidente executivo entre 2013 e 2020.

Após um período fora, Bashir voltou à BBC em 2016 para se tornar editor de assuntos religiosos, uma posição que o repórter deixou em maio passado invocando problemas de saúde relacionados com a covid-19.

Uma investigação interna da BBC rejeitou na segunda-feira que a nova contratação de Bashir pela estação pública em 2016 pretendesse encobrir as práticas fraudulentas reveladas em maio após um inquérito interno independente.

A entrevista de Bashir com Diana foi transmitida no programa “Panorama” da BBC em novembro de 1995, quando a princesa de Gales estava separada, mas não divorciada, do príncipe Charles.

Nela, a princesa, que morreu num acidente de viação em Paris em 31 de agosto de 1997, falou pela primeira vez sobre a infidelidade do marido, alegando que havia “três pessoas” no seu casamento, uma referência a Camilla Parker-Bowles, na altura amante de Carlos.

Camilla casou-se com o príncipe Carlos em 2005 e é atualmente duquesa da Cornualha.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Lista de destinos a "evitar". Estados Unidos desaconselham viagens para Portugal

O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos desaconselha os cidadãos norte-americanos a viajarem para Portugal. Os Estados Unidos incluíram novamente Portugal na lista de países em que recomenda a "evitar viajar", …

Tudo alinhado para a reunião no Infarmed. A ordem é para desconfinar

Governo, Presidente da República, partidos e especialistas voltam a sentar-se na sede do Infarmed para decidirem os passos seguintes. Atualização da matriz de risco, alívio no uso de máscara e fim das medidas e horários …

As camas têm tantos germes que são basicamente uma placa de Petri

Apesar de serem confortáveis e nos fazerem sentir relaxados, as camas não são muito diferentes de uma placa de Petri: há bactérias, fungos, vírus e até pequenos insetos. A combinação de suor, saliva, caspa, células mortas …

Astrónomo amador descobre mais uma lua de Júpiter

Kai Ly revisitou dados captados em 2003 pelo Telescópio Canadá-França-Havai (CFHT) e descobriu uma nova lua na órbita de Júpiter, que ganhou o nome provisório de EJc0061. Segundo a União Astronómica Internacional (IAU), Júpiter tem 79 …

Nova tecnologia microondas permite "ver" através das paredes

Investigadores do US National Institute of Standards and Technology (NIST), nos Estados Unidos, desenvolveram um novo sistema de radar que pode produzir imagens em tempo real de objetos que se encontram atrás de paredes ou …

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …