Ex-cientista da NASA está a ser investigado por praticar medicina sem licença

(cv) Josiah Zayner / YouTube

O bio ativista Josiah Zayner

Josiah Zayner, um ex-cientista da NASA que se tornou empresário e celebridade – tendo conquistado apoiantes em todo o mundo devido à defesa da ciência ‘anti-establishment’ – está a ser investigado por praticar medicina sem licença para tal.

O cientista ganhou seguidores através das suas várias experiências, incluindo injetar uma CRISPR – ferramenta de edição de genoma – no antebraço e realizar um transplante fecal para tratar os seus problemas digestivos. Segundo uma notícia do Gizmodo divulgada esta sexta-feira, a sua empresa, Odin, visa tornar a engenharia genética mais acessível aos investigadores de garagem.

Num encontro de 2017 de biohackers, Josiah Zayner explicou o seu ‘ethos’ citando o “Manifesto Hacker” de 1986. “Sim, eu sou um criminoso”, disse, comparando-se aos ‘hackers’ de outrora. “E meu crime é o da curiosidade”.

O estado da Califórnia está atualmente a considerar se concorda com parte dessa “confissão”. Na quarta-feira, Josiah Zayner publicou uma carta da Divisão de Investigação do Departamento de Defesa do Consumidor da Califórnia (Estados Unidos). A carta afirma que os responsáveis, bem como o Consultor Médico Distrital, estão “a averiguar uma queixa de prática de medicina não licenciada” contra o cientista.

“Fui acusado de praticar medicina sem licença por causa da auto-experimentação genética e mostrar às pessoas como aceder ao conhecimento disponível publicamente”, escreveu Josiah Zayner numa publicação no Instagram.

E acrescentou: “Eu nunca dei nada a alguém para injetar ou usar, nunca vendi qualquer material destinado a tratar uma doença e não pretendo oferecer tratamentos ou curas porque sabia que esse dia chegaria”.

O cientista aproveitou para criticar a  passou a criticar a Food and Drug Administration (FDA) e a sua recusa “para permitir que as pessoas tenham acesso a tratamentos de ponta ou, em alguns casos, até mesmo cuidados básicos de saúde”, indicando que, apesar disso, é “o único ameaçado de prisão”.

Como a MIT Technology Review relatou na sua cobertura da investigação, praticar medicina sem licença na Califórnia pode ser um delito grave ou punível com uma multa de 10 mil dólares (cerca de 8,9 mil euros) e até três anos de prisão.

Josiah Zayner não respondeu imediatamente ao pedido do Gizmodo para comentar. O Departamento de Assuntos do Consumidor da Califórnia também não respondeu a um pedido de comentário.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo russo exige 1,8 mil milhões de euros a empresa mineira por poluição no Ártico

A agência russa de defesa do ambiente exigiu uma indemnização de 147,8 mil milhões de rublos (1,8 mil milhões de euros) ao conglomerado mineiro Norilsk Nickel, pela grave poluição do Ártico com hidrocarbonetos. Em comunicado, a …

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …