Europeias: António Costa pede voto para quem apresenta soluções (e não para “excêntricos”)

Tiago Petinga / Lusa

O primeiro-ministro António Costa

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou este domingo essencial o voto no PS nas eleições europeias, porque elege quem defende a solução de Governo em Portugal, quem tem “peso efetivo” em Bruxelas e não quem integra grupos “excêntricos”.

Estas palavras, avançou o DN, foram proferidas por António Costa na sessão de apresentação da lista europeia do PS, num discurso em que procurou traçar diferenças entre os candidatos socialistas e os do PSD e CDS-PP, mas, também, em relação ao Bloco de Esquerda e PCP.

Depois de terem discursado os 12 primeiros candidatos da lista socialista ao Parlamento Europeu, o secretário-geral abriu a sua intervenção com a referência ao facto de, “felizmente”, o PS ter “muitos bons quadros e, como tal, não” precisar “de apresentar os mesmos [cabeças de lista] pela terceira vez”.

“Temos também uma lista absolutamente paritária. E destaco o absolutamente. É que somos pela paridade de género por convicção e não por obrigação”, declarou o socialista.

De acordo com o DN, num plano mais político – e numa tentativa de “voto útil” à esquerda -, o secretário-geral do PS defendeu que é importante que se elejam candidatos para grupos com peso no Parlamento Europeu, que contem efetivamente no Parlamento Europeu e que não sejam marginais ou excêntricos no Parlamento Europeu”.

Miguel A. Lopes / Lusa

O secretário Geral do PS, António Costa e o cabeça de lista do PS às eleições Europeias, Pedro Marques

“É preciso que seja um grupo que pese na decisão política no Parlamento Europeu, na escolha da Comissão Europeia e na negociação dos grandes processos legislativos. Por isso, integrar o grupo socialista, que é o primeiro ou o segundo do Parlamento Europeu, é uma condição essencial para podermos ter força”, frisou.

A seguir, o secretário-geral do PS referiu-se especificamente às consequências nacionais em resultado das eleições de 26 de maio próximo, ponto em que atacou indiretamente o PSD e o CDS-PP.

“Há outro requisito fundamental”, que “é ter peso político dentro desse grande grupo, porque se não tivermos peso também não contamos para fazer a diferença”, afirmou, sem nunca se referir diretamente ao PSD ou ao CDS-PP

Segundo António Costa, para o país ter “uma nova agenda social e uma Europa mais amiga do emprego e do crescimento, para ter uma Europa que não combata a mudança política que iniciada há três anos em Portugal, é absolutamente essencial ter no Parlamento Europeu quem possa fazer a diferença, ou seja, os candidatos e candidatas do PS”.

Outra diferença que o líder socialista procurou estabelecer, designadamente com o PSD, foi no que respeita à cobertura territorial da lista de candidatos do PS ao Parlamento Europeu.

“A Madeira e os Açores podem ser regiões ultraperiferias na União Europeia, mas na lista do PS têm representantes ultraelegíveis”, declarou, numa alusão ao quinto lugar de André Bradford (Açores) e ao sexto lugar de Sara Cerdas (Madeira).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …