Eurodeputados pedem investigação à nomeação de Durão Barroso no Goldman Sachs

European Parliament / Flickr

O ex-presidente da Comissão Europeia Durão Barroso

Mais de 50 deputados do Parlamento Europeu, incluindo quatro portugueses, pediram à Provedora de Justiça Europeia que investigue se a nomeação do antigo presidente da Comissão Europeia para a Goldman Sachs viola as regras comunitárias.

A carta, com a data de hoje, e à qual a Lusa teve acesso, é uma iniciativa da deputada italiana do Grupo de Esquerda Unitária (GUE) Barbara Spinelli – filha de Altiero Spinelli, considerado um dos pais fundadores da União Europeia, e que dá nome precisamente a um dos edifícios do Parlamento Europeu, em Bruxelas.

O documento foi subscrito por outros 52 deputados, entre os quais Ana Gomes e Maria João Rodrigues (PS), Marisa Matias (Bloco de Esquerda) e Marinho e Pinto.

Na missiva enviada a Emily O’Reilly, os eurodeputados argumentam que o artigo 245 do Tratado sobre o Funcionamento da UE e o próprio código de conduta para os Comissários aponta que o “dever de integridade e discrição” exigido aos comissários deve aplicar-se mesmo passado o período de 18 meses após cessarem funções, respeitado por Durão Barroso (presidente da Comissão entre 2004 e 2014) até aceitar o cargo de presidente não-executivo da Goldman Sachs International.

“Tendo em consideração o papel proeminente desempenhado, à época, pela Comissão Europeia na resposta às consequências da crise económica e financeira à escala europeia, pedimos à Provedora de Justiça Europeia que investigue se a nomeação do Sr.Barroso (…) pode constituir uma violação” da carta de direitos fundamentais da UE.

Por outro lado, os eurodeputados perguntam a O’Reilly se não considera discriminatório o facto de o código de conduta dos comissários prever que os mesmos podem assumir cargos sem necessidade de autorização prévia uma vez atingido o período de 18 meses desde que terminaram funções, quando o regulamento para todo o restante pessoal das instituições contempla um prazo de dois anos (24 meses).

“Finalmente, reiteramos o pedido, já formulado à Provedora de Justiça Europeia, de uma revisão do Código de Conduta dos Comissários, de forma a reforçar a sua transparência e colocá-lo em conformidade com as regras dos Tratados”, concluem os eurodeputados.

A nomeação de José Manuel Durão Barroso para o grupo norte-americano foi alvo de muitas críticas, tendo diversos sindicatos representativos de funcionários das instituições europeias deplorado em cartas abertas a ida do antigo presidente da Comissão para o banco, considerada “moralmente inaceitável” pelo Presidente francês, François Hollande.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Pelos vistos a Raquel não deve saber o que é a Goldman Sachs… Ou que a dor de cotovelo não é uma doença, pois não se encontra em nenhum manual de medicina.
    Ele que se “deite com o inimigo”. A máscara caiu. Só demonstrou não ter qualquer ética nem moral. Tudo por amor ao dinheiro.

RESPONDER

Presidente do Afeganistão reeleito para segundo mandato

O Presidente do Afeganistão foi reeleito para um segundo mandato com 50,64% dos votos, anunciou a comissão eleitoral independente afegã, esta terça-feira, ao divulgar os resultados definitivos das eleições realizadas em setembro passado. "A comissão eleitoral …

Mário Ferreira torna-se o segundo maior acionista da Cofina

O empresário português vai investir 20 milhões de euros no aumento de capital da Cofina, o suficiente para tornar-se o segundo maior acionista da empresa. De acordo com o semanário Expresso, o empresário Mário Ferreira deverá …

Índia dá às mulheres direitos iguais aos dos homens em cargos militares

O Supremo Tribunal indiano decidiu que as mulheres têm os mesmos direitos que os homens para assumir funções de liderança no exército da Índia e criticou os argumentos do Governo que considera perpetuarem "estereótipos de …

Identificado 12.º caso suspeito de coronavírus em Portugal

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou, esta terça-feira, que foi validado um novo caso suspeito de infeção por novo coronavírus (Covid-19) em Portugal. De acordo com o comunicado da Direção-Geral da Saúde (DGS), citado pelo jornal …

Autoridade Tributária alerta contribuintes para novo e-mail fraudulento

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou, esta terça-feira, para um e-mail que está a ser enviado aos contribuintes, solicitando-lhes que regularizem dívidas fiscais e avisa que a mensagem é falsa e deve ser apagada. Num …

União Europeia acrescenta quatro paraísos fiscais à "lista negra"

Ilhas Caimão, Palau, Panamá e Seicheles juntam-se a Samoa Americana, Fiji, Guame, Samoa, Omã, Trindade e Tobago, Vanuatu e Ilhas Virgens Americanas na lista de não respeitadores das regras comunitárias. O Conselho da União Europeia (UE) …

"Relação estava cristalizada". PS satisfeito com retoma do "diálogo cordial" com CDS

O presidente do PS saudou, esta terça-feira, a "retoma" de um relacionamento "cordial" com a nova direção do CDS-PP em torno de matérias de interesse nacional, considerando que se verificou uma transição e acabou uma …

Ministra espanhola não pensa "nem um segundo" em substituir Centeno

A ministra dos Assuntos Económicos de Espanha, Nadia Calviño, assegurou que não dedica “nem um segundo” a pensar numa candidatura à presidência do Eurogrupo, apontando que Mário Centeno “está a fazer um excelente trabalho”. A cerca …

Grupo alemão de extrema-direita tinha planos "assustadores" para atacar mesquitas

Um grupo alemão de extrema-direita, em que 12 elementos foram detidos na semana passada, é suspeito de planear ataques em larga escala "assustadores e chocantes" contra muçulmanos, semelhantes aos realizados na Nova Zelândia no ano …

Novo Banco deverá pedir perto de mil milhões de euros ao Fundo de Resolução

O Novo Banco prepara-se para pedir uma nova injeção ao Fundo de Resolução a rondar os mil milhões de euros. Com este montante, o banco atinge o teto definido na venda ao fundo Lone Star. O …