Eurocéticos do Parlamento Europeu estão entre os que mais ganham com atividades paralelas

A ONG Transparency International concluiu que quase um terço do total de deputados ao Parlamento Europeu (PE), de praticamente todos os grupos políticos, aufere rendimentos que acumula com o salário de eurodeputado.

O britânico Partido do Brexit e a italiana Liga, eurocéticos, são os partidos representados no Parlamento Europeu cujos eurodeputados mais rendimentos obtêm de atividades externas, segundo uma análise da secção europeia da organização não-governamental Transparency International.

A ONG analisou as declarações de interesses que os eurodeputados têm de entregar quando iniciam o mandato e concluiu que quase um terço do total de deputados ao Parlamento Europeu (PE), de praticamente todos os grupos políticos, aufere rendimentos que acumula com o salário de eurodeputado.

Do total de 748 deputados (os 751 que compõem o PE menos os três eurodeputados catalães impedidos de tomar posse), 521 declararam atividades paralelas que, combinadas, representam um rendimento global de pelo menos 6,3 milhões a 16,2 milhões de euros, segundo o estudo, publicado no final de setembro no site Integrity Watch.

Entre eles, 48 eurodeputados declararam um rendimento anual com outras atividades superior ao salário bruto anual que recebem como eurodeputados (cerca de 105 mil euros).

Os eurodeputados podem exercer atividades remuneradas durante o mandato desde que as declarem, mas a ONG lamenta que o PE aceite uma descrição vaga dessas atividades – como “consultor independente”, “advogado” ou “parceiro numa sociedade registada” -, na medida em que dificulta a avaliação de potenciais conflitos de interesses.

A Transparency assinala por outro lado que os rendimentos são declarados por escalões, o mais comum de 1.001 a 5.000 euros, o que cria grandes discrepâncias entre o rendimento mínimo e máximo declarado.

Entre os dez deputados que mais rendimentos obtêm de atividades extraparlamentares, entre 240 mil e 960 mil euros ao ano, cinco pertencem ao recém-criado Partido do Brexit, incluindo o líder, Nigel Farage. Entre os 50 primeiros da lista, 12 são do Partido do Brexit e 5 da Liga.

O primeiro português surge na 36.ª posição na lista: Álvaro Amaro (PSD), com rendimentos externos de entre 24 mil e 120 mil anuais, auferidos enquanto presidente das assembleias-gerais de três empresas. Seguem-se, em 72.º, 73.º e 74.º lugar, o social-democrata Paulo Rangel, o socialista Manuel Pizarro e o comunista João Ferreira, todos com rendimentos anuais entre 12.024 e 65.988 euros por ano, e o socialista Pedro Silva Pereira, em 93.º, com 12.012 a 60 mil euros anuais.

Nuno Melo (CDS-PP), Francisco Guerreiro (PAN) e Carlos Zorrinho (PS) declararam entre 12 a 5.988 euros por ano e todos os restantes eurodeputados portugueses 0 euros.

Para a Transparency International, o sistema do PE em matéria de remunerações externas é “permissivo” e precisa de uma “reforma urgente”, porque “assenta exclusivamente na vontade do presidente do Parlamento Europeu de fazer respeitar o código de conduta”. “A falta de poderes de investigação e de mecanismos de sanções credíveis leva a um sistema permissivo que corre o risco de não ser levado a sério”, escreve a ONG.

Segundo os dados da organização, na última legislatura, foram reportadas 24 violações do código de conduta, mas nenhuma sanção foi aplicada.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Figura em pedra com mais de dois mil anos descoberta em Miranda do Douro

O acaso colocou a descoberto em Duas Igrejas, no concelho de Miranda do Douro, uma figura zoomórfica que representa um berrão (porco) e que os arqueólogos datam entre os séculos IV e I a.C., foi …

FBI prende Ghislaine Maxwell, ex-namorada de Jeffrey Epstein

A ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi esta quinta-feira detida pelo FBI. A mulher de 58 anos é acusada de ajudar a montar uma rede de tráfico de mulheres. O FBI deteve, esta quinta-feira, Ghislaine …

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …

Líderes catalães vão poder sair da prisão aos fins de semana

Uma decisão dos estabelecimentos prisionais faz com que os líderes independentistas catalães possam sair da prisão aos fins de semana, passando para um dos regimes de detenção menos restritivos. Em outubro do ano passado, nove líderes …

Mais oito mortos e 328 infetados. Câmara de Lisboa tem 33 casos "ativos"

Há mais oito mortos e 328 casos positivos em Portugal nas últimas 24 horas. A Câmara de Lisboa regista atualmente 33 casos de infeção por covid-19 “ativos”. Portugal regista, esta quinta-feira, mais oito mortos e 328 …