/

EUA querem vender armas a Taiwan. China responde com ameaça

1

ovbelov / Canva

Os Estados Unidos estão a planear vender um sistema de mísseis de médio alcance, mísseis terra-ar e sensores para caças F-16 a Taiwan. Pequim respondeu com um aviso para que Washington não negociasse com Taipei.

A tensão entre China e Taiwan tem escalado recentemente. Pequim acusa vários cidadãos da ilha separatista de espionagem e o facto de os Estados Unidos estarem a planear vender três pacotes de armamento militar a Taipei não ajuda. Esta terça-feira, escreve o Expresso, a China lançou um aviso aos EUA.

O vice-diretor do Departamento de Informação do Ministério de Relações Exteriores da China disse que o país vai ripostar com uma resposta “legítima e necessária” caso Washington aprove a venda do armamento. A China argumenta que os Estados Unidos devem travar o fornecimento militar a Taiwan.

O assunto já chegou ao Congresso norte-americano, estando em causa a venda de um sistema de mísseis de médio alcance, além de mísseis terra-ar e sensores para caças F-16.

Esta não seria a primeira vez que os Estados Unidos venderiam armamento a Taiwan. Só na última década, faturaram cerca de 20 mil milhões de dólares neste tipo de transações.

Nos últimos dois meses, a Casa Branca enviou dois secretários de Estado a Taiwan. Enquanto isso, a China tem intensificado os exercícios militares nas proximidades da ilha.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.