EUA impõem sanções ao ministro iraniano das Relações Exteriores

Michael Buholzer / swiss-image.ch / World Economic Forum

Mohammad Javad Zarif, Ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos (EUA) anunciou na quarta-feira sanções sobre o ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohammad Javad Zarif, por este agir em nome do ayatollah Ali Khamenei.

“Javad Zarif implementa a agenda imprudente do líder supremo do Irão e é o principal porta-voz do regime em todo o mundo”, disse o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, em comunicado, segundo revelou o Expresso.

O chefe da diplomacia iraniana reagiu no Twitter, defendendo que a medida revela que Washington o vê como uma “ameaça”.

“A razão dos Estados Unidos para me designar é que sou o ‘principal porta-voz [do Irão] em todo o mundo’. A verdade é assim tão dolorosa? Não tem qualquer efeito sobre mim ou a minha família, uma vez que não tenho propriedades ou interesses fora do Irão. Obrigado por me considerarem uma enorme ameaça à vossa agenda”, escreveu.

O porta-voz do Ministério iraniano das Relações Exteriores, Abbas Mousavi, foi mais longe na reação. “O pico de estupidez e inconsistência dos líderes americanos está num ponto em que não reconhecem o doutor Zarif como influente na política do Irão mas, com definitiva ignorância, sancionam-no! Os americanos têm um enorme medo da lógica do doutor Zarif e das suas capacidades negociais”, disse.

A Administração Trump esclareceu que decidirá caso a caso se concede ao ministro iraniano um visto de viagem para os EUA, designadamente para deslocações à sede das Nações Unidas, em Nova Iorque. Um alto funcionário norte-americano sublinhou que Donald Trump está aberto a conversações com o Irão mas não considera Javad Zarif um decisor importante.

A medida altamente invulgar de penalizar o chefe da diplomacia de outro país acontece depois de, em junho, o Presidente norte-americano ter assinado uma ordem executiva a impor sanções ao líder supremo do Irão.

O “terrorismo económico” e as violações do acordo

As tensões entre Washington e Teerão aumentaram desde que, no ano passado, o Presidente dos EUA retirou unilateralmente o país do acordo histórico de 2015, assinado com potências mundiais, que se destinava a reduzir as ambições nucleares de Teerão em troca da suspensão das sanções económicas.

Depois de Washington voltar a impor sanções, no que o regime iraniano apelida de “terrorismo económico”, Teerão recomeçou nas últimas semanas a enriquecer urânio além do limite de 3,67% estabelecido no acordo e ultrapassou igualmente o limite de 300 quilogramas das reservas de urânio enriquecido.

Em junho, Donald Trump cancelou, em cima da hora, ataques aéreos de retaliação depois de o Irão ter abatido um drone não tripulado dos EUA. Washington também acusa Teerão de uma série de ataques a petroleiros no Golfo Pérsico.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

França inicia vacinação contra a covid-19 em jovens com 12 anos

Perceval Gete, um adolescente francês de 12 anos, foi uma das pessoas mais jovens na Europa a receber a vacina contra a covid-19, na terça-feira. O adolescente deslocou-se a um centro de vacinação perto de Paris, …

Cidade na Florida vendeu (por engano) o seu depósito de água

O empresário Bobby Read comprou um prédio municipal numa pequena cidade da Florida, Brooksville. Mas não estava à espera de receber um "bónus": a torre do depósito de água. Em abril, Bobby Read, um personal trainer …

Atleta norte-americana testou positivo num controlo antidoping (e culpou um burrito)

Shelby Houlihan foi afastada das competições durante quatro anos, após ter testado positivo num controlo antidoping. A atleta Shelby Houlihan diz-se "devastada" depois de ter sido afastada das competições durante quatro anos, avança a Sky News. Após …

Netanyahu recusa-se a deixar residência oficial. Bennett não se quer mudar para lá (pelo menos, para já)

No domingo, o Parlamento de Israel aprovou o Governo de coligação do novo primeiro-ministro Naftali Bennett, mas Benjamin Netanyahu, que esteve no poder cerca de 12 anos, não parece disposto a entregar-lhe as chaves da …

Noah foi encontrado com vida

O pequeno Noah, de dois anos, foi encontrado com vida depois de ter estado desaparecido em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, desde quarta-feira de manhã.  O menino de dois anos desaparecido em Proença-a-Velha foi encontrado com vida …

Hong Kong. Polícia detém responsáveis de jornal, acusados de conspiração

A polícia de Hong Kong deteve esta quinta-feira o chefe de redação e outros quatro responsáveis do jornal Apple Daily por alegado conluio com um país estrangeiro ou com elementos externos para pôr em perigo …

Dinamarca 1-2 Bélgica | Magia colectiva anula furacão nórdico

A Bélgica somou hoje o segundo triunfo no Euro2020 de futebol, ao bater a Dinamarca por 2-1, com reviravolta, em encontro da segunda jornada do Grupo B, e juntou-se à Itália nos oitavos de final. Em …

Tigre siberiano mata funcionário em parque de animais na África do Sul

Na quarta-feira, um tratador foi morto por um tigre siberiano num parque de vida selvagem na África do Sul, depois de o animal ter saltado uma cerca elétrica que havia sido desligada para conserto. Um funcionário …

Australiana que terá sido violada em Airbnb recebeu 7 milhões para ficar em silêncio

Uma australiana, que terá sido violada num apartamento do Airbnb em Nova Iorque, recebeu 7 milhões de dólares para ficar calada sobre o incidente. A reportagem da Bloomberg Businessweek revela que a australiana, de 29 anos, …

Super Ticão. Sete juízes juntam-se a Ivo Rosa e Carlos Alexandre

Os juízes Carlos Alexandre e Ivo Rosa vão deixar de ser os únicos juízes do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), que passa agora a contar com nove magistrados. O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, …