Estados Unidos impõem taxas alfandegárias ao México para travar imigrantes ilegais

Cristobal Herrera / EPA

Os Estados Unidos vão impor, a partir de 10 de junho, “taxas alfandegárias de 5% sobre todos os bens provenientes do México”, enquanto imigrantes ilegais continuarem a atravessar a fronteira mexicana.

“As taxas alfandegárias vão aumentar progressivamente enquanto o problema da imigração clandestina não for resolvido. Nessa altura, as taxas alfandegárias serão levantadas”, explicou, na quinta-feira, Donald Trump.

O México considerou a decisão norte-americana “desastrosa” e indicou estar pronto a “reagir energicamente”. “Isto é desastroso, esta ameaça posta em prática seria muito grave (…) Se isto acontecer, devemos reagir energicamente”, declarou à imprensa o subsecretário para a América do Norte mexicano, Jesus Seade.

“Em 10 de junho, os Estados Unidos vão impor uma taxa alfandegária de 5% a todos produtos que venham do México, até ao momento em que os migrantes ilegais que vêm do México para o nosso país parem”, anunciou Trump.

“A taxa vai aumentar gradualmente até que o problema da imigração ilegal registe melhorias, altura em que as taxas serão eliminadas”, acrescentou.

Numa declaração divulgada pela Casa Branca, o Presidente norte-americano definiu um calendário para o aumento gradual das taxas alfandegárias, caso o fluxo de migrantes ilegais, a partir do México, não pare.

“Se a crise [na fronteira] continuar, as taxas aumentarão 10% em 1 de julho de 2019. Da mesma maneira, se o México não atuar para reduzir drasticamente ou eliminar o número de estrangeiros ilegais que atravessam o seu território em direção aos Estados Unidos, as taxas alfandegárias sofrerão um novo aumento de 15% em 01 de agosto de 2019, de 20% em 1 de setembro de 2019 e de 25% em 1 de outubro de 2019″, indicou.

O Presidente norte-americano acrescentou que os agravamentos serão mantidos nos 25% “a menos e até que o México trave substancialmente o fluxo ilegal de extrangeiros que chegam [aos Estados Unidos] através do seu território”. Donald Trump assinalou que se a crise dos migrantes “for aliviada”, através de medidas efetivas por parte das autoridades mexicanas, as taxas alfandegárias serão eliminadas.

Sobre a possibilidade de aplicar reciprocamente taxas alfandegárias idênticas, o responsável mexicano considerou que essa seria “uma reação intuitiva”.

“Tomar uma represália semelhante é normal, uma medida espelho, mas trata-se de algo tão maciço que me espanta porque estamos a falar de uma guerra comercial e aquilo que queremos é diálogo intenso e esperamos que não se aplique uma medida destas”, sublinhou Jesus Seade.

O Presidente mexicano, Andres Manuel Lopez Obrador, enviou esta sexta-feira uma carta ao homólogo norte-americano para dialogarem sobre imigração. “Não quero a confrontação (…) proponho que aprofundemos o diálogo, na procura de alternativas para o problema da imigração”, escreveu o chefe de Estado mexicano.

Lopez Obrador disse também que uma delegação mexicana se desloca esta sexta-feira, a Washington.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O exemplo do que é um governante que defende o seu país, coisa que não existe em Portugal.
    Trump, brilhante mais uma vez

    • Brilhantissimo, bom talvez brilhante, a bem ver … moderadamente brilhante, uma faisca … vamos lá ver, estupido.

      Ele não esta a defender o pais, esta a tentar roubar os americanos para talvez poder pagar o muro, ou então é suficientemente ignorante para não saber que ao aplicar taxas ao que vem do Mexico só vai prejudicar quem importa. A procura nos produtos continua a existir, o México vai continuar a exportar, vender e cobrar taxas.
      Os distribuidores Americanos continuam importar, apenas 5% mais caro, e depois passam esse valor ao cliente (que é americano).

      Economia 101 ou 102

RESPONDER

Cortes de água, luz, gás e telecomunicações regressam esta quinta-feira

A partir desta quinta-feira, regressam os cortes de água, eletricidade, gás natural e telecomunicações para todos os consumidores em situação de desemprego, com uma quebra de rendimentos de, pelo menos, 20% ou que estejam infetados …

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …

Vinícius perto do Tottenham de Mourinho

O avançado brasileiro deverá ser confirmado como reforço do Tottenham ainda esta quinta-feira, saindo do Benfica por empréstimo e com opção de compra que ronda os 40 milhões de euros. De acordo com o jornal Record, …