EUA investiga se cigarros eletrónicos provocam convulsões

As autoridades de saúde dos Estados Unidos informaram que estão a investigar a possibilidade de os cigarros eletrónicos provocarem convulsões, após 35 casos relatados envolvendo especialmente jovens.

A Food and Drug Administration (FDA), agência federal da área da saúde e segurança alimentar, divulgou na quarta-feira que está a analisar 35 relatos de convulsões entre utilizadores de cigarros eletrónicos, especialmente de jovens.

A entidade informou que ainda não é claro se os cigarros eletrónicos estão ou não na origem das convulsões, e pede que a população relate qualquer informação sobre o assunto. A maioria dos cigarros eletrónicos funciona com o aquecimento de uma solução aromatizada que contém nicotina e que produz um vapor inalável.

O envenenamento por nicotina pode causar convulsões, vómitos e danos cerebrais. A FDA já tinha alertado para o envenenamento por nicotina em crianças que acidentalmente engoliram as soluções usadas para os cigarros eletrónicos.

Quase 30 milhões de europeus experimentaram cigarros eletrónicos em 2012, sendo que a maioria tinha entre 15 e 24 anos, fumava tabaco tradicional regularmente e já tinha tentado deixar o vício. Contudo, a investigação não conseguiu determinar com que frequência se fuma os cigarros eletrónicos nem durante quanto tempo o fez quem os experimentou nos 12 meses que foram analisados.

Em 2014, recorreram aos cigarros eletrónicos mais de 20% dos atuais fumadores europeus, 4,7% dos ex-fumadores e 1,2% dos que nunca fumaram tabaco. Entre os fumadores, o cigarro eletrónico é mais utilizado por jovens entre os 15 e os 24 anos e entre os que têm hábitos tabágicos mais frequentes.

A Organização Mundial de Saúde recomendou, no mesmo ano, proibir a venda de cigarros eletrónicos a menores de idade, por considerar que o consumo acarreta “ameaças graves” para os adolescentes e fetos. Os peritos aconselharam também proibir-se o consumo de cigarros eletrónicos em espaços públicos fechados.

“As provas mostram” que os cigarros eletrónicos “não são simples vapor de água“, como argumentam frequentemente os fabricantes e o seu consumo em espaços públicos fechados deve ser proibido “a menos que seja provado que esse vapor exalado não é perigoso para quem está mais próximo”, afirmou.

De acordo com a OMS, existem provas suficientes para fazer uma advertência para “crianças, adolescentes, grávidas e mulheres em idade fértil” relativa às consequências a longo prazo que pode ter o consumo do cigarro eletrónico no “desenvolvimento do cérebro”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Bebé encontrado no lixo já está com uma família de acolhimento

O bebé encontrado num ecoponto, no início do mês, e que esteve até quinta-feira hospitalizado, já está com uma família de acolhimento, informou a Santa da Misericórdia de Lisboa esta sexta-feira. A instituição refere numa nota …

Fisco vai controlar declarações de IRS de beneficiários do programa "Regressar"

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai desenvolver mecanismos para verificar se os contribuintes abrangidos pelo regime fiscal do programa "Regressar" reúnem as condições exigidas, prevendo-se que parte desse controlo ocorra com a entrega da declaração …

Greta Thunberg vai de Lisboa a Madrid num carro elétrico emprestado por Espanha

A Junta da Extremadura, região espanhola, disponibilizou um carro elétrico à jovem ativista sueca Greta Thunberg para que possa viajar de Lisboa para Madrid para assistir à Cimeira do Clima respeitando o meio ambiente, adiantou …

Enfermeiros garantem voltar à luta com os 200 mil que sobraram do crowdfunding

Os enfermeiros, que no ano passado iniciaram o "Movimento Greve Cirúrgica", pretendem voltar às ações de protestos com os cerca de 200 mil euros que restaram da campanha de crowdfunding. A intenção é revelada por …

OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e …

O cofre da rica mãe, heranças às dúzias e a vida "sem luxos". O que Sócrates disse a Ivo Rosa

Foram cerca de 20 horas de interrogatório no âmbito da Operação Marquês, em que José Sócrates manteve, perante o juiz Ivo Rosa, a versão de que as avultadas quantias de dinheiro que gastou nos últimos …

Associados podem ser chamados a resolver "buraco" do Montepio

Os cerca de 630 mil associados e pensionistas da Associação Mutualista Montepio Geral correm o risco de virem a ser chamados para resolver as perdas da instituição financeira, escreve o jornal Público. De acordo com o …

Bolívia divulga vídeo que sugere que Morales incitou bloqueios à entrada de alimentos

Arturo Murillo, ministro do Governo da Bolívia, divulgou na manhã de quarta-feira um vídeo que sugere que o antigo presidente do país, Evo Morales, incitou os bloqueios à entrada de alimentos que fragiliza o país. Os …

Christine Lagarde foi conselheira de duas empresas sediadas em paraísos fiscais

Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu (BCE) desde outubro, foi conselheira de duas filiais da empresa de advocacia Baker & McKenzie (BM) entre 2003 e 2005, ambas sediadas em países considerados à data paraísos …

Provas contra Trump "são claras". "Ele usou o cargo para fins pessoais", diz Nancy Pelosi

A presidente da Câmara dos Representantes e líder da maioria democrata na câmara norte-americana, Nancy Pelosi, declarou na quinta-feira que considera já haver provas suficientes para afirmar que o Presidente deve ser destituído. Contudo, segundo avançou …