EUA e China tentam retomar negociações para acabar com guerra comercial

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o seu homólogo chinês, Xi Jinping

Washington e Pequim estão a tentar ativamente retomar as negociações para pôr fim à guerra comercial. A afirmação é Larry Kudlow, o principal assessor económico do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump.

“Se as negociações recomeçarem ativamente, levaremos a China a Washington para uma reunião dos chefes negociadores para continuar as negociações”, disse Larry Kudlow na Fox News, citada pela agência Lusa no domingo.

Segundo Larry Kudlow, são os altos funcionários dos dois países que devem falar ao telefone “durante os próximos 10 dias”.

As declarações do assessor levantam dúvidas sobre a chegada de uma delegação chinesa a Washington durante o mês de setembro, após uma visita a Xangai do representante de Comércio Robert Lighthizer e do secretário de Estado do Tesouro, Steven Mnuchin.

Larry Kudlow realçou, porém, que a conversa telefónica que ocorreu em meados de agosto entre Robert Lighthizer e Steven Mnuchin e os negociadores chineses Liu He e Zhong Shan obteve resultados “muito mais positivos do que aqueles que os media noticiaram”.

As negociações entre a China e os EUA começaram em janeiro mas, em maio, o Presidente norte-americano terminou abruptamente as negociações, acusando Pequim de recuar em compromissos feitos anteriormente.

Donald Trump anunciara a imposição de taxas alfandegárias suplementares de 10% sobre um total de 300 mil milhões de dólares (270 mil milhões de euros) de importações da China (incluindo telemóveis, computadores portáteis ou consolas para jogos), a partir de 01 de setembro. Mas, depois decidiu adiar até 15 de dezembro a imposição dessas taxas.

Segundo relatou a CNN, citada pela Rádio Observador, para impedir que Donald Trump avançasse com tarifas sobre alguns produtos chineses, os conselheiros para o Comércio Externo apelaram ao espírito natalício do Presidente.

A equipa do presidente fez o aviso durante uma reunião na semana passada: as taxas adicionais poderiam “arruinar o Natal”, contaram fontes próximas do processo. O alerta veio na sequência da pressão que as grandes cadeias de distribuição estão a fazer para impedir uma medida que pode, muito provavelmente, provocar o aumento do preço de produtos de consumo bastante populares.

De acordo com a CNN, Donald Trump e os seus conselheiros estão ativamente a tentar evitar que as “ansiedades económicas” cheguem aos norte-americanos antes das próximas eleições presidenciais.

Por outro lado, no domingo, Donald Trump voltou a deixar um aviso à China sobre a sua ação em Hong Kong, afirmando que uma repressão dos protestos em Hong Kong semelhante ao massacre na praça de Tiananmen, em 1989, poderia prejudicar as negociações sobre um acordo comercial.

“Acho que seria muito difícil chegar a um acordo se houver violência, (…) se for outra Praça Tiananmen”, afirmou aos jornalistas, em Nova Jersey. “Acho que seria muito difícil se houvesse violência”, reforçou.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas explicam porque trabalhar à noite faz mal aos intestinos

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta …

Marinha dos EUA admite que vídeos de OVNI's são verdadeiros (e não era suposto ninguém saber)

A Marinha dos EUA confirmou que imagens de OVNIs que surgiram nos últimos anos são reais e que nunca pretenderam que o vídeo fosse visto pelo público. As imagens que apareceram pela primeira vez online em …

O Pólo Norte vai ter um hotel de luxo (iluminado pelas auroras boreais)

https://vimeo.com/360873720 O hotel "mais a norte do mundo" só existirá durante um mês e o glamping de luxo será para muito poucos: o custo é de 95 mil euros por pessoa por três dias. Em 2020, o …

Whitney Houston vai regressar aos palcos (em holograma)

Whitney Houston vai "regressar" aos palcos, em formato holograma. Foi anunciada uma digressão da cantora por várias salas do Reino Unido, em 2020. Os planos para uma digressão de holograma de Whitney Houston têm sido discutidos …

Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não …

Par de patinadores no gelo mais medalhado de sempre anuncia fim da carreira

Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram esta quarta-feira o fim da carreira. “Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos …

Elon Musk é o líder mais inspirador da tecnologia da atualidade

Elon Musk foi nomeado o líder mais inspirador no setor da tecnologia, de acordo com um estudo publicado pela Hired, uma plataforma para contratação de pessoal em 14 cidades em todo o mundo. O estudo, chamado …

De portas abertas para quem precisa. Frigoríficos solidários crescem em Paris

A Cantina do 18.º bairro parisiense foi o primeiro espaço deste projeto solidário, inaugurado há dois anos. Atualmente existem 38 restaurantes em França que acolhem os frigoríficos solidários. Em dois anos, o projeto dos frigoríficos solidários …

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …