EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

Dan Scavino / Wikimedia

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o presidente da China, Xi Jinping

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país foi superando todas as outras grandes economias mundiais. Agora, a situação segura do país também lhe dá vantagem na guerra comercial que mantém com os Estados Unidos.

De acordo com dados oficiais da alfândega, a segunda maior economia do mundo fechou 2020 com um excedente comercial de 78 mil milhões de dólares.

No ano passado, o excedente geral da China atingiu o recorde de 535 mil milhões de dólares, cerca de 27% a mais do que em 2019. Perante este cenário, as exportações atingiram um recorde histórico.

“No meio de tantas discussões sobre desglobalização, a pandemia acabou por aprofundar ainda mais os laços entre a China e o resto do mundo”, escreveu Larry Hu, economista da Macquarie Capital na China, num relatório de pesquisa.

Louis Kuijs, diretor de economia asiática da Oxford Economics, atribuiu os ganhos da China em grande parte à gestão do país em relação à pandemia, que eclodiu na cidade chinesa de Wuhan há pouco mais de um ano. O especialista acredita que Pequim beneficiou de uma grande procura por equipamentos de proteção e eletrónicos, já que grande parte da população mundial se encontrava em trabalho remoto.

Assim, e num cenário de ascensão crescente, a relação comercial da China com os Estados Unidos, tornou-se mais desequilibrada, uma vez que o excedente comercial de Pequim com Washington subiu cerca de 317 mil milhões de dólares em 2020, um aumento de 7% em relação ao ano anterior e o segundo maior valor já registado, segundo Iris Pang, economista no ING.

Kujis sugere que “a julgar pelo aumento das importações dos EUA à China em 2020, parece justo dizer que a guerra comercial de Trump com o país falhou“.

Os analistas esperam que o crescimento económico da China se recupere ainda mais. De acordo com a Reuters, vários economistas esperam que o PIB chinês cresça 2,1%.

“Como a China desempenha um papel crítico em muitas cadeias de abastecimento, e continua a ser um país fundamentalmente muito competitivo para produzir, é muito mais fácil falar do que realmente cortar laços”, disse Kuijs.

Ainda assim, os especialistas sublinham que o futuro da China terá vários desafios, sendo um deles o mandato do presidente eleito Joe Biden, que provavelmente não irá reverter parte da pressão sobre o país depois de assumir o cargo na próxima semana, recorda a CNN.

“A administração de Joe Biden irá adotar uma abordagem diferente, menos competitiva, mas mais firme em relação à China”, considera Kuijs, acrescentando que “mesmo assim, não é possível que Biden remova as tarifas sobre produtos chineses tão cedo”.

Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …