“O golpe do século”. EUA e Alemanha espiaram 120 países através de empresa de encriptação

Os serviços secretos norte-americanos e alemães espiaram, durante várias décadas, mais de 120 países através de uma empresa suíça especializada na encriptação de dados.

Depois da II Guerra Mundial, a empresa suíça Crypto AG tornou-se líder de mercado na área dos equipamentos de encriptação (conversão ou transmissão de dados em código), concretizando contratos de fornecimento no valor de “milhões de dólares” com mais de 120 países em todo o mundo, noticiou o Washington Post, com base numa investigação jornalística conduzida conjuntamente com a televisão alemã ZDF e a estação suíça SRF.

“Por mais de meio século, Governos de todo o mundo confiaram numa única empresa para manter em segredo as comunicações dos seus espiões, militares e diplomatas”, escreve o jornal norte-americano, referindo que esta situação esteve em vigor até há pouco tempo, ou seja, já em pleno século XXI.

Entre os clientes da suíça Crypto AG constavam “o Irão, juntas militares na América Latina, os rivais nucleares Índia e Paquistão e até o Vaticano”, refere o diário norte-americano.

Mas, segundo avançaram os três media, a Crypto AG foi comprada secretamente em 1970 pela Central Intelligence Agency (CIA), os serviços secretos norte-americanos, no âmbito de uma “parceria altamente confidencial” com a sua congénere alemã BND.

As duas agências “manipulavam os equipamentos da empresa para que pudessem facilmente decifrar os códigos que os países usavam para enviar mensagens encriptadas”, relatam os três órgãos de comunicação social.

Através da Crypto AG, a CIA e o BND conseguiram, por exemplo, monitorizar a crise de reféns na Embaixada dos EUA em Teerão, no Irão, em 1979; fornecer informações sobre o exército argentino ao Reino Unido durante a Guerra das Malvinas, em 1982; acompanhar as campanhas de assassínio de ditadores sul-americanos e intercetar as mensagens de regozijo de responsáveis líbios após um atentado numa discoteca em Berlim Ocidental, em 1986, que matou dois soldados norte-americanos, especifica o artigo publicado pelo Washington Post.

“O golpe do século”

A CIA chegou a congratular-se, num relatório com data de 2004, com esta operação, denominada como “Thesaurus” e, mais tarde, “Rubicon”. Foi “o golpe do século” em matéria de serviços de informações, referiram os serviços secretos norte-americanos.

“Governos estrangeiros estavam a pagar bom dinheiro aos EUA e à Alemanha Ocidental pelo privilégio de ter as suas comunicações mais secretas lidas por pelo menos dois (e possivelmente até cinco ou seis) países estrangeiros”.

Segundo o Expresso, que cita o jornal norte-americano, apesar da operação montada, havia algumas limitações como, por exemplo, o facto de os principais adversários dos EUA, como a União Soviética e a China, nunca terem sido clientes desta empresa suíça.

Ainda assim, de acordo com a documentação da CIA consultada pelos órgãos de comunicação, os norte-americanos conseguiram reunir bastante informação sobre os seus adversários ao monitorizar as interações de outras nações com Moscovo e Pequim.

No início da década de 1990, o serviço alemão concluiu que os riscos associados à operação eram elevados e decidiu desativá-la. A CIA comprou a participação dos alemães e continuou a espiar até 2018, ano em que vendeu os ativos da Crypto AG.

Nem a CIA e nem o BND quiseram comentar o conteúdo da investigação jornalística, sem negar, no entanto, a autenticidade dos documentos consultados, diz o Washington Post.

Já o antigo coordenador dos serviços de informações alemães, Bernd Schmidbauer, confirmou, por sua vez, em declarações à ZDF, a existência desta operação, afirmando acreditar que a “Rubicon” permitiu “tornar o mundo um pouco mais seguro”.

A empresa sueca Crypto International, que comprou a Crypto AG, admitiu que esta investigação jornalística era “muito alarmante”, assegurando, no entanto, que a atual empresa “não tem qualquer ligação com a CIA ou com o BND”.

“Se o que estão a dizer é verdade, sinto-me completamente traído, a minha família sente-se traída e sinto que haverá muitos funcionários que se sentirão traídos, para além dos clientes”, lamenta Andreas Linde, chairman da Crypto International.

Contactadas pela agência France Presse (AFP), as autoridades suíças afirmaram que abriram uma “investigação” sobre este dossiê a 15 de janeiro. No entanto, o jornal norte-americano alega que estas saberiam há décadas dos laços da empresa com os serviços secretos norte-americanos e alemães.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. mas mas somos todos tão amigos e da NATO e o raio que os parta.

    aguarda-se o que o mr SELFIE e camaradas têm a dizer sobre o assunto!

    P.S. esperemos que os meninos da esquerda mais extrema nem tenham o desplante de abrir a boca!

      • não creio ter escrito nada em contrário, pois não?

        chamei foi à atenção para a hipocrisia e cinismo que o leitor abaixo de forma tão simples demonstrou….ao ter mencionado o caso Huawei!

        o problema é que o nosso país na mão dos cromos que o vão desgovernando, do PS ao PSD e CDS (os outros pior ainda seriam) não se dão ao respeito nestes e noutros caso que colocam a nossa Soberania em causa.

        [Europa, a “colónia digital” dos EUA | Investigação | PÚBLICO](https://www.publico.pt/2017/04/09/politica/investigacao/europa-a-colonia-digital-dos-eua-1767844)

        mas percebe-se, afinal nunca deram aos portugueses sequer a decisão final de aceitarmos ou não a nova URSS, perdão, UE.

        nem nunca levam a sério a afirmação, não há países amigos mas sim interesses e o nosso/deles interesse é por e simplesmente serem lambe-botas.

  2. Há 2 tipos de países: 1) os que espiam; 2) os que não têm capacidade para espiar. É tão simples quanto isto. Quem não espia, é porque não tem capacidade para o fazer. De entre os que espiam, há 2 tipos: 1) os que escondem tudo e não se sabe de nada (imprensa não é livre, etc.) – ex: Rússia, China; 2) os que têm imprensa livre e as coisas vão-se sabendo – ex: EUA.

RESPONDER

"Decisão histórica". Supremo confirma anulação das sentenças contra Lula da Silva

O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve, esta quinta-feira, a anulação das condenações ao ex-Presidente na Lava Jato de Curitiba, por corrupção, rejeitando um recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR). Por oito votos contra três, o Supremo …

Houve "um erro de contagem". Presidente da Câmara de Beja quer que a decisão do Governo seja revertida

Esta quinta-feira, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou que Beja é um dos sete concelhos que não passam para a terceira fase do desconfinamento. Paulo Arsénio, presidente da Câmara Municipal de Beja, alega que os dados …

A análise dos olhos de um peixe acabou numa impressionante descoberta evolucionária

A rede de nervos que conecta os olhos ao cérebro é muito sofisticada. Uma equipa de cientistas mostrou agora que evoluiu muito antes do que se pensava. A sofisticada rede de nervos que conecta os olhos …

Juiz liberta autarca de Vila Real de Santo António, mas proíbe-a de contactar outros arguidos

A autarca de Vila Real de Santo António, em Faro, e outros três arguidos da “Operação Triângulo” saíram esta quinta-feira em liberdade, com proibição de contactos entre si e com o deputado António Gameiro. No final …

Clubes acham que conseguem mais lucro do que a UEFA

Reunião da Associação Europeia de Clubes marcada para esta sexta-feira. Emblemas europeus pretendem maior controlo sobre os direitos televisivos e os patrocinadores. A "novela" prolonga-se: a Liga dos Campeões deverá mesmo sofrer uma grande alteração no …

Antes de nascerem, as estrelas "saem do casulo" e mostram-se como bolas amarelas

Um descoberta acidental por cientistas cidadãos forneceu uma nova janela única para os diversos ambientes que produzem estrelas e aglomerados de estrelas. De acordo com a cientista sénior do Planetary Science Institute Grace Wolf-Chase, a descoberta …

Um planeta do Sistema Solar pode guardar os segredos da misteriosa matéria escura

Uma equipa de investigadores revelou que o planeta gigante Júpiter pode ser a chave para encontrar a indescritível matéria escura.  A natureza da misteriosa matéria escura é um dos maiores mistérios da Física. Interage gravitacionalmente, uma …

No funeral de Filipe, a família real não vai usar uniformes militares "para evitar envergonhar Harry"

No funeral do duque de Edimburgo os membros da família real não vão usar uniformes militares. A quebra na tradição é justificada como medida "para evitar envergonhar" o príncipe Harry. Segundo o The Sun, a decisão …

FBI diz que grupos radicais dos EUA têm fortes ligações com extrema-direita europeia

O diretor do FBI revela que os radicais norte-americanos são os que têm os laços internacionais mais vastos e que se têm deslocado para se encontrarem com outros ativistas. Os norte-americanos de extrema-direita e com motivações …

Nova espécie de pterossauro revela o polegar opositor mais antigo de sempre

Cientistas descobriram uma nova espécie de pterossauro que viveu durante o período Jurássico e que subia às árvores graças aos seus polegares opositores. Esta característica nunca tinha sido observada nestes animais. De acordo com a rede …