Estudo defende que cada maço de cigarros deveria custar 13 euros

Cada maço de cigarros deveria custar 13 euros, defendem dois especialistas em economia que analisaram o “custo social” do tabaco, nomeadamente o seu impacto, em termos financeiros, para o resto da sociedade.

Este estudo foi feito em França por um gabinete de pesquisa e de especialistas em economia, o Microeconomix, mas conclusões semelhantes poderão ser extrapoladas para a economia portuguesa.

Divulgada pelo jornal francês Le Parisien, esta investigação conclui que o preço justo por cada maço de tabaco seria de 13 euros, o que significa que teria que aumentar 87%, face aos custos actuais.

Os cálculos dos dois economistas basearam-se nos dados do Observatório Francês das Drogas e da Toxicodependência e em informações do Instituto Nacional de Prevenção e de Educação, apurando-se, em particular, os impactos financeiros, negativos e positivos, para o tecido social.

E, surpreendentemente, ou nem tanto, estes investigadores consideram que o impacto para o Estado é positivo, em termos das finanças públicas. Eles avaliaram os custos de saúde provocados pelos fumadores, cotando-os em cerca de 16,3 milhões de euros, e os impostos não amealhados por causa da morte prematura dos mesmos, situando-os nos 3,3 milhões de euros, com os lucros obtidos com as taxas cobradas ao tabaco (14 milhões de euros ) e as pensões não pagas a fumadores que morrem cedo demais (6,6 milhões de euros), e concluíram que o Estado sai beneficiado.

Quem paga os custos são as empresas que vêem a sua produção afectada, por causa de faltas ao trabalho e da necessidade de substituir fumadores falecidos. O estudo constata que, só em 2013, as empresas tiveram despesas da ordem dos 16 milhões de euros por causa destas variáveis.

Dados que levam um dos economistas do estudo, Julien Gooris, a considerar que “o tabaco não é rentável para a França”, conforme nota o Le Parisien. Este especialista considera ainda que o Estado deveria aplicar um preço “justo” ao tabaco.

“Hoje em dia, este [preço] é calculado para não chatear nem os fumadores, nem as tabaqueiras”, destaca o economista, concluindo que o princípio do estudo é “baseado na ideia do poluidor-pagador“.

SV, ZAP

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

    • Isso era o que você deveria pagar por ser tão ignorante. Por acaso lucra algum coisa com isso? Ainda não percebeu o esquema? O país está repleto de atrasados mentais como você por isso estamos como estamos.

    • E os seus vícios quanto deveriam custar? Olhe, se ignorância pagasse imposto o senhor não ganhava o suficiente para subsistir.

    • Sra Ana Horta, em vez de estar a ofender as pessoas deivia para e pensar que a unica Otária aqui é vossa excelencia, pois eu acho que o tabaco até poderia custar 10, 20, 30€ como não fumo não me interessa, acho sim que devia ser rigida a fiscalização e proibição de fumar em todos os espaços publicos, nomeadamente desportivos. As coimas poderiam partir dos 1500€ e até poder dar prisão. Pois todos cAg_mos e não andamos a cag_r na rua, pois não???
      Haja aumento do tabaco e muitas multas….

      • Apliquem multas também a quem anda a passear os seus animaizinhos de estimação que andam a conspurcar as zonas envolventes das habitações. Como vê há muito por onde arranjar dinheiro seu otário.

  1. como não fumo…. não me incomoda; mas sempre gostava de saber como chegaram a esse valor !!!! não se esqueçam que o estudo foi feito em FRANÇA e não no nosso país….. deixem-se de tretas !!!!

  2. Eu também não fumo, mas é claro que me incomoda. Infelizmente ainda há locais fechados públicos onde ainda é permitido fumar. Os não fumadores continuam a ter de levar com o fumo dos fumadores. Essa Ana Horta revela um comportamento típico de muitos dos fumadores: Total desrespeito pelos que não fumam e não querem prejudicar a sua saúde. Está-se nas tintas para o bem estar dos outros, quer é continuar a fumar o seu cigarrinho e os outros que se lixxxem ! Espero que emigre !
    Restaurantes onde se fuma continuam a existir. Tabaco não é tempero ! Porque é que posso optar por temperar ou não a minha salada com azeite, mas sou obrigado a temperá-la com o fumo dos cigarros ?!?!?

  3. Eu sou ex-fumador, de 25-30 cigarros por dia, no tempo em que eles eram muito mais baratos e não havia a informação e a ligação que há hoje ao cancro e outras doenças.
    Sinceramente não percebo a agressividade da srª Ana Horta. Se quer fume, fume, mate-se, como dizia alguém acima emigre, olhe emigre para a Síria, pode ser que seja feliz. Mas não chame de ignorante a toda e qualquer pessoa que não concorde consigo. Eu sou ex-fumador há 22 anos e ainda gosto do cheiro do tabaco; não gosto é do cheiro do fumador, do seu hálito asqueroso. Não me incomoda que fumem à minha beira, desde que eu frequente zonas de fumadores. Já não aceito é que venham fumar para cima de mim, quando eu não os procuro.

  4. Sra Ana Horta, nota-se bem que és uma fumadora, e se isso não afecta a sua saúde, ora vivas. Entretanto já há comprovações várias acerca dos malefícios causados pelo tabaco e que os não fumadores também são afectados por compartilhar o fumo alheio, portanto julgo que proibir o fumo em espaços públicos, especialmente, em espaços fechados, seja uma forma justa de respeito às outras pessoas à volta, afinal, vivemos em sociedade e não podemos obrigar ninguém a suportar o fumo alheio. E quanto aos animaizinhos de estimação, devemos sim manter as cidades limpas e portanto cabe realmente ao dono a apanhar os cocós do chão. Questão de civilidade, educação e higiene.

  5. bem ,esta historia esta mal contada,pelos vistos ninguém sabe que o estado leva uma grande parte do preço final do tabaco,alem disso vejo supostas pessoas que se dizem democratas, terem atitudes fanáticas e fundamentalistas, se de um dia para o outro, todas as pessoas deixassem de fumar,o pais tinha uma crise financeira grave.acho que deve haver espaços para fumadores e não fumadores,e a pessoa escolhe,chama-se viver em democracia .

RESPONDER

Bruno Fernandes falhou grande penalidade - e Cristiano deve substituí-lo

Médio do Manchester United desperdiçou a oportunidade de dar um ponto à sua equipa, contra o Aston Villa. De repente, o ambiente em Old Trafford mudou. O Manchester United venceu três jogos e empatou um, nos …

A Islândia estava prestes a ter um parlamento de maioria feminina - até à recontagem dos votos

A recontagem dos votos das legislativas de sábado fez com que o número de mulheres passasse de 33 para 30. Mesmo assim, a Islândia mantém-se como um dos países do mundo com maior representação parlamentar …

É mesmo possível reconhecer um ditador pelas suas características faciais

Os líderes democraticamente eleitos tendem a ter rostos mais atraentes e simpáticos do que os líderes autoritários, conclui um polémico estudo. É comum as pessoas formarem juízos de valor baseados na aparência de um rosto. No …

Moedas já fala como presidente. "Temos que deixar a política da fricção e apostar na construção de soluções, de resultados"

Carlos Moedas, que se vê como um presidente inclusivo", recusa uma política de "fricção", nomeadamente na oposição ao poder nacional e promete concentrar-se nos "resultados e nas pessoas" para melhorar a vida dos lisboetas. Carlos Moedas, …

Responsabilidade é a característica mais importante para alcançar bons resultados escolares

Cerca de 300 estudantes do concelho de Sintra participaram no estudo internacional que teve como objetivo correlacionar o desempenho escolar com as competências sociais e emocionais dos mesmos. A responsabilidade é uma das características mais importantes …

CCB condenado por violar direitos laborais de técnicos de espetáculos

O Centro Cultural de Belém (CCB) foi condenado em tribunal por violação dos direitos laborais de 12 técnicos de espetáculos. Segundo o jornal Público, os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa deram razão a 12 …

Berlinenses apoiam expropriação de grandes proprietários para conter preços da habitação

Resultados do referendo são um sinal da crescente divisão que se vive na sociedade berlinense em relação à especulação imobiliária. Agentes imobiliários interpretam o resultado como um "mau sinal" que pode levar à "paralisação imediata …

Portugal com 230 novos casos de covid-19 e uma morte. País cada vez mais próximo da zona verde da matriz de risco

Portugal registou, esta segunda-feira, 230 novos casos e uma morte na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). País está mais próximo da zona verde da …

Restauração defende manutenção do lay-off simplificado

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu hoje a continuidade do lay-off simplificado para apoio à manutenção dos postos de trabalho das atividades da restauração, similares e alojamento turístico. “Esta medida assume …

Cumbre Vieja deixou de expelir lava, mas os sismos voltaram

O vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, nas Canárias, parou de emitir lava. Apesar de a atividade ter sido a mais baixa da última semana, as autoridades alertam que a situação pode mudar rapidamente. A atividade …